Relação da Terapia de Holding com a Integração Sensorial no Autismo Infantil



Baixar 70 Kb.
Página1/3
Encontro12.03.2018
Tamanho70 Kb.
  1   2   3

Relação da Terapia de Holding com a Integração Sensorial no Autismo Infantil

Thaiane Soares, graduanda do curso de Fisioterapia da Universidade Braz Cubas, Mogi das cruzes, SP, 2014.

Sheila Evangelista de Matos Braga, mestre em Fisioterapia Aplicada às Doenças Neuromusculares pela UNIFESP.

RESUMO
INTRODUÇÃO: O autismo infantil (AI) é uma desordem da personalidade que se manifesta na infância precocemente por um anormal desenvolvimento de linguagem e relações com os outros indivíduos (Organização Mundial da Saúde,1993)³. A Integração Sensorial “é o processo neurológico que organiza sensação do nosso próprio corpo e do ambiente e este processo faz possível usar o corpo efetivamente dentro do ambiente” (Ayres, 1989)4,5,8. Supõe-se que a Terapia de Holding possa apresentar uma versão mais exagerada da Integração Sensorial, recurso que pode apresentar alguns benefícios e para o qual não existe nenhuma restrição sob o ponto de vista terapêutico.4 Percebe-se uma ação do abraço devido à psicologia por trás do sentindo de toque.5,8 A Terapia de Holding, portanto, está diretamente ligada à Integração Sensorial do autista. OBJETIVO: O objetivo desse trabalho foi apontar dados que contribuam para a Terapia de Holding e caracterizar os seus benefícios relacionados à Integração Sensorial. MÉTODO: Foram empregados vários textos a fim de realizar-se a revisão da literatura, num período de 20 anos, em sistemas indexados na internet com SCIELO, LILACS e MEDLINE. JUSTIFICATIVA: O Autismo é uma área de interesse, estabelecendo e promovendo estudos que vão de conceituais até modificações terapêuticas de fundamental importância. RESULTADOS: Foram identificados que dos treze estudos revisados, quatro deles são relevantes com os objetivos desse trabalho. Apenas um é internacional. Três são da área de Psicologia e um da área de Fisioterapia.



CONCLUSÃO: Diante do exposto é lícito considerar que a Terapia de Holding demonstra resultados positivos e melhora significativa como recurso de integração sensorial em crianças autistas e efeito positivo sobre o desenvolvimento da linguagem, QI, respostas motoras e emocionais das crianças. A Terapia de Holding ainda é desconhecida e os dados da literatura ainda são muito escassos, mas apresenta resultados surpreendentes.

Palavras-Chave: Síndrome de Asperg, Autismo, Autismo Infantil.

ABSTRACT
INTRODUCTION: The infantile autism is a personality disorder that may appear early in childhood by abnormal development of the language and relationship with other people (world health organization, 1993). The sensory integration "is the neurological process that organizes feeling of our own body, of the environment and this process becomes possible to use the body actually inside the environment" ( Ayres, 1989).
Assumed that the Holding Therapy may show a more exaggerated version of the sensory integration, resource that may provide some benefits for which there is no restriction from a therapeutic point of view (Gerlach).
Perceives an arm action in relation to the psychology from behind the sense of touch. The Holding Therapy, therefore, It's directly connected to the sensory integration of autistic.

OBJECTIVE: The objective this present study was to point data that contribute for the Holding Therapy and featuring your benefits related to the sensory integration.

METHOD: Several texts were introduced in order to realize the review of the literature, in a period of 20 years, in systems indexed over the internet with SCIELO, LILACS and MEDLINE.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal