Regras gerais



Baixar 0.5 Mb.
Página1/26
Encontro30.11.2019
Tamanho0.5 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   26














MÓDULO 1

PORTUGUÊS FUNDAMENTAL 1

Acentuação * Divisão Silábica * Ortografia * Hífen * Emprego de Palavras e Expressões







} ACENTUAÇÃO GRÁFICA



REGRAS GERAIS


01. PROPAROXÍTONAS
} Acentuam-se todas. Ex.: gico, anpoda, cânfora...
02. PAROXÍTONAS
} Acentuam-se as terminadas em: ã(s), ão(s); ei(s), en; i(s); om, ons; us, um, uns; ditongo oral (crescente ou decrescente) seguido ou não de S; ps; RouXiNoL.
Ex.: ímã(s), órgão(s); nei(s), fen; ri, pis; iândom, íons; nus, álbum(uns); rie(s), quei(s); ceps; éter, tex, próton, cônsul.
} Não se acentuam os vocábulos terminados com em, ens e os prefixos paroxítonos terminados em i e r. Ex.: nuvem, homens, anti, semi, super, inter.

03. OXÍTONAS E MONOSSÍLABOS TÔNICOS
} Acentuam-se os vocábulos e os monossílabos tônicos terminados em A, E, O(S), mesmo seguidos de LO(S), LA(S). Ex.: pá(s), café(s), jiló(s); cantá-la(s), fazê-la(s), pô-lo(s).
} Acentuam-se vocábulos terminados por -em, -ens (com duas ou mais sílabas)

Ex.: armazém, parabéns ...

Observações:
1) Não se acentuam os vocábulos oxítonos terminados em u(s) ou i(s). Ex.: caju, tupi
2) Acentuam-se os hiatos oxítonos terminados em u(s) ou i(s). Ex.: açaí (a-ça-í), baús (ba-ús), atraí-lo (a-tra-í-lo), possuí-la (pos-su-í-la).



04. DITONGOS
} ACENTUAM-SE as palavras paroxítonas terminadas em ditongo.
Ex.: hisria, rie, misrio, gua, nue, icuo... (crescente); nei, quei... (decrescente)
} ACENTUAM-SE os ditongos abertos quando ocorrem nas sílabas tônicas de vocábulos monossílabos ou oxítonos.
Ex.: réis, rói, céu... (monossílabos); anéis, herói, fogaréu... (oxítonos).

Observação: Não se acentuam os ditongos ‘ei’, ‘oi’, ‘eu’ fechados, exceto quando formam a sílaba tônica de vocábulo proparoxítono. Ex.: seis, foi, meu, serei, camafeu, depois, esteira, biscoito; maiêutica, hermenêutica, propedêutico.





05. HIATOS
} ACENTUAM-SE as letras ‘u’ e ‘i’ tônicas dos hiatos, quando vierem sozinhas na sílaba ou seguidas de “S”. Ex.: car-na-ú-ba, sa-ú-de, ba-ús; a-ça-í, sa-í-da, pa-ís, fa-ís-ca...

Observações:
 Não se acentuam as vogais “I” e “U” dos hiatos, quando seguidas do dígrafo “NH”.

Ex.: ra-i-nha, cam-pa-i-nha etc.
 Não se acentuam as vogais “I” e “U” dos hiatos, quando precedidas de vogal idêntica.

Ex.: xi-i-ta, co-rai-xi-i-ta, pa-ra-cu-u-ba etc.
Mas, cuidado com as formas: fri-ís-si-mo, se-ri-ís-si-mo (superlativas); e-qui-mi-í-deos; sil-vi-í-deos (paroxítonas c/ ditongo)
 Prescinde-se do acento agudo nas vogais tónicas/tônicas grafadas i e u das palavras paroxítonas, quando elas estão precedidas de ditongo: baiuca, Bocaiuva, boiuno, cauila (var. cauira), cheiinho (de cheio), saiinha (de saia).
 Levam, porém, acento agudo as vogais tónicas/tônicas grafadas i e u quando, precedidas de ditongo,

pertencem a palavras oxítonas e estão em posição final ou seguidas de s: Piauí, teiú, teiús, tuiuiú, tuiuiús. Obs.: Se, neste caso, a consoante final for diferente de s, tais vogais dispensam o acento agudo: cauim.


 Prescinde-se do acento agudo nos ditongos tónicos/tônicos grafados iu e ui, quando precedidos de

vogal: distraiu, instruiu, pauis (pl. de paul).




} NÃO SE ACENTUAM MAIS
Hiato OO(S)  No final das palavras. Ex.: enjoo(s), voo(s); abençoo, perdoo...
Hiato EE Nas formas plurais dos verbos “CRÊDÊLÊVÊ”. Ex.: ele crê / eles creem; que ele dê / que eles deem; ele lê / eles leem; ele vê / eles veem.
O mesmo acontece com as formas derivadas: ele descrê / eles descreem; ela relê / elas releem; ele antevê / eles anteveem.

Observação: Os verbos TER e VIR
 Recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele tem/vem (singular); eles têm/vêm (plural)
 Suas formas derivadas (conter, entreter, intervir, desavir...) recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele contém/intervém (singular); eles contêm/intervêm (plural)


Observação: Os verbos TER e VIR


 Recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele tem/vem (singular); eles têm/vêm (plural)
 Suas formas derivadas (conter, entreter, intervir, desavir...) recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele contém/intervém (singular)

eles contêm/intervêm (plural)



Observação: Os verbos TER e VIR


 Recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele tem/vem (singular); eles têm/vêm (plural)
 Suas formas derivadas (conter, entreter, intervir, desavir...) recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele contém/intervém (singular)

eles contêm/intervêm (plural)


Observação: Os verbos TER e VIR


 Recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele tem/vem (singular); eles têm/vêm (plural)
 Suas formas derivadas (conter, entreter, intervir, desavir...) recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele contém/intervém (singular)

eles contêm/intervêm (plural)


Observação: Os verbos TER e VIR


 Recebem acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele tem/vem (singular); eles têm/vêm (plural)
 Suas formas derivadas (conter, entreter, intervir, desavir...) recebem acento agudo na 3ª pessoa do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Ex.: ele contém/intervém (singular)

eles contêm/intervêm (plural)


06. “UU” ÁTONOS E TÔNICOS
Os “uu” nas sequências que, qui, gue, gui não recebem mais acento agudo nem trema.
Ex.: linguística, sequências, sagui, tranquilo... (“u” átono – agora, sem trema)

arguem, argui(s), averigue, apazigue... (“u” tônico – agora, sem acento agudo)


07. ACENTO DIFERENCIAL
} Nas formas plurais têm e vêm, bem como nos vocábulos derivados.

Ex.: mantém (singular) / mantêm (plural); intervém (singular) / intervêm (plural).
} pôde (verbo no passado) / pode (verbo no presente); pôr (verbo) / por (preposição); fôrma (acento facultativo e contextual) / forma.
08. OUTROS SINAIS GRÁFICOS
} Acento grave  Indica a crase (aa). Ex.: Fomos a a biblioteca. (Fomos à biblioteca)
} Til  Indica nasalidade de a e o. Ex.: mãe, interpõe...
} Cedilha  Representa o som /se/ (ç). Ex.: caiçara, paçoca...
} Apóstrofo  Indica a supressão de um fonema. Ex.: minh’alma, pingo d’ouro...
O melhor mesmo é não ‘chutar’. As dúvidas quanto à prosódia devem ser resolvidas por meio de consulta a um bom dicionário!

TÓPICO COMPLEMENTAR: DIVISÃO SILÁBICA


“Vale a seguinte regra geral: “Não se separam letras representativas da mesma sílaba”. Entre as diversas regras existentes, destacamos:

A) Não se separam ditongos (sau-dar, des-mai-a-do, ...) ou tritongos (Pa-ra-guai, quais-quer, ...)

B) Separam-se os hiatos: sa-í-da, ca-a-tin-ga, ...

C) Encontros consonantais inseparáveis: a-mné-sia, gno-mo, pneu-mo-ni-a...

D) Não se separam os dígrafos ch, lh, gu, qu: a-con- che-gar, ma-lha, man-gue, e-qui-va-len-te, ...
E) Não se separam os encontros consonantais perfeitos (consoante + l ou r): a-gra-var, a-plau-so...

*Obs.: sub-lin-gual, ab-rup-to (pronúncia separada)



F) Os demais encontros consonantais são separáveis: ab-do-me, sub-ma-ri-no, ap-ti-dão, dig-no, rit-mo...

G) Desconsiderar os morfemas (prefixos, radicais, sufixos): de-sa-ten-to, tran-sa-tlân-ti-co, ...

H) Ditongo seguido de hiato: tei-a, prai-a, ba-lai-o, ...




} EXERCÍCIOS PROPOSTOSACENTUAÇÃO GRÁFICA



TEXTO
Se alguém procura a saúde, pergunta-lhe primeiro se está disposto a evitar no futuro as causas da doença; em caso contrário, abstém-te de o ajudar.
01. (UPE – Secretaria de Saúde PE) Extraindo termos do texto acima, sobre ACENTUAÇÃO, assinale a alternativa que contém uma justificativa CORRETA.

A) Acentua-se o termo "alguém" por ser paroxítona terminada em EM.

B) O termo "saúde" é acentuado porque o "u" átono forma hiato com a vogal A.

C) Acentua-se o termo "contrário" por ser paroxítona terminada em hiato.

D) A tonicidade do termo "abstém" recai na última sílaba.

E) Os termos "saúde" e "contrário" obedecem à mesma regra de acentuação.



02. (UPE / CFO) Observe os termos abaixo sublinhados. Em seguida, assinale a alternativa que apresenta a justificativa CORRETA para o acento existente no termo sublinhado.

A) "A importância da participação da família no desenvolvimento da criança..." - paroxítona terminada em hiato.

B) "...a criança tem dificuldade em processar mentalmente estímulos..." - a tonicidade recai na penúltima sílaba.

C) "Numa viagem de férias, uma mãe estará mediando o aprendizado..." - proparoxítona terminada em ditongo.

D) "A importância da participação da família no desenvolvimento da criança é indiscutível..." - paroxítona terminada em “l”.

E) "...mas neste século, os pais deixaram de lado a educação dos filhos..." - a tonicidade recai na penúltima sílaba.


03. (TRT-RJ) As palavras três, literário e autônomo são assinaladas com acento gráfico em face das mesmas regras que justificam o acento, respectivamente em:

a) mês, contrário, caído

b) pá, íeis, átimo

c) lês, temerário, pôquer

d) Só, mútuo, ímpar

e) véu, início, cômodo


04. (ITA-SP / adaptada) Assinale a alternativa em que todas as palavras podem estar corretas quanto à acentuação gráfica:

a) seco, sozinhas, récorde, contens, vôos, pêlos

b) para, pôr, vêm, fôrma, provêm, contêm

c) pêlo, pélo, pêras, póde, argúem, avaros

d) pélo, intervém, têm, ítens, reúnem, corrói

e) vem, argúem, pôde, esfíncter, heroína, pospôr


05. (ITA-SP / adaptada) Assinale a alternativa cujas palavras devem ser graficamente acentuadas, respectivamente, pelas mesmas regras de saude, apazigue, heroi, texteis, interim:

a) Adail, enxague, heroico, orfão, homografas

b) ruidos, averiguem, caracoizinhos, fosseis, apice

c) juizes, frequente, bachareis, bençãos, pudico

d) substituidas, arguem, escarceu, nevoa, bigamo

e) baus, apaziguemos, onomatopeico, alcoois, biotipo


06. (PUCC-SP) Assinale a série em que todos os vocábulos estão escritos de acordo com as normas vigentes de acentuação gráfica:

a) ítem, juízes, juri, córtex, magôo

b) Luís, vírus, eletron, hífens, espírito

c) espontâneo, táxi, rúbrica, bênção, apazigue

d) através, intuito, álbuns, varíola, sauna

e) dolar, zebu, ritmo, atraí-lo, bangalô


07. (FGV) Assinale a alternativa que completa corretamente as frases:

I. Cada qual faz como melhor lhe (*).

II. O que (*) estes frascos.

III. Neste momento os teóricos (*) os conceitos.

IV. Eles (*) a casa do necessário.
a) convém, contêm, reveem, proveem

b) convém, contêm, revêem, provêm

c) convém, contém, reveem, provém

d) convêm, contém, reveem, proveem

e) convêm, contêm, revêem, provêem
08. (UFJF-MG) As palavras se agrupam pela mesma regra de acentuação em:

a) é, só, até

b) também, através, aí

c) involuntária, hermético, substituível

d) arrogância, inconsistência, mistério

e) arbitrária, água, transpô-la


09. (UFV-MG) A função habitual do acento é indicar a sílaba tônica. Entretanto, ele pode ser usado também para marcar a concordância do verbo com o sujeito. Assinale a alternativa em que tal acontece:

a) “Por um lado, dizíamos que nosso reino não era deste mundo...”

b) As coisas vêm de Sodoma e Gomorra.

c) “Tratávamos de convencer os pobres de que era necessário contentarem-se...”

d) “...as reformas por que a nossa Igreja está passando...”

e) “Dia virá em que me mandarão cantar noutra freguesia..."


10. (UM-SP) Assinale a alternativa em que a acentuação da forma verbal está incorreta:

a) Os pais não veem graça nos atos dos filhos indisciplinados.

b) Toda sua conversa contém palavras ora de revolta, ora de ternura.

c) Nada me perturba a paz interna, nem mesmo quando a minha consciência me argúi.

d) Em quase todas as reuniões, os ministros retêm as reformas dos planos de ensino.

e) Seus atos inconscientes intervêm constantemente na minha tranquilidade.


11. (FGV) Assinale a alternativa em que todas as palavras estão corretamente grafadas:

a) raiz, raízes, sai, apóio, Grajau

b) carretéis, funis, índio, hifens, atrás

c) juriti, ápto, âmbar, dificil, almoço

d) órfão, afável, cândido, caráter, Cristovão

e) chapéu, rainha, Bangú, fossil, conteúdo


12. As palavras 'é', 'método', 'só', 'conteúdos' podem ter sua acentuação analisadas pelas seguintes regras:

a) proparoxítona, monossílabo átono, paroxítona

b) monossílabo tônico, proparoxítona, paroxítona terminada em "os"

c) oxítona terminada em "e", "u" tônico em hiato, oxítona terminada em "o", proparoxítona

d) proparoxítona, oxítona terminada em "o", oxítona terminada em "a", paroxítona terminada em "os"

e) monossílabo tônico, "u" tônico em hiato, proparoxítona


13. (PUC-RS) A frase em que ocorre erro de acentuação é:

a) É inegável que a mulher pôde, nas últimas décadas, afirmar sua competência profissional.

b) Homens e mulheres têm, hipoteticamente, a mesma inteligência.

c) De um harmonioso relacionamento homem-mulher, advém vantagens para toda a sociedade.

d) Após inúmeras dificuldades, o homem finalmente para e redefine alguns conceitos ultrapassados.

e) Todos concluíram que as conversações tinham fluído satisfatoriamente.


14. (UEPG-PR) Assinale o item em que necessariamente o vocábulo deve receber acento gráfico.
a) historia b) ciume c) amem d) numero e) ate
15. Assinale a alternativa em que apenas uma das palavras está graficamente acentuada de forma correta:

a) pleiade, miriáde

b) aerolíto, entretêem

c) idiossincratico, misântropo

d) esquizofrênia, equimiideo

e) seriíssimo, necropsia


16. (Furg-RS) A sequência de palavras cujas sílabas estão separadas corretamente é:

a) a-dje-ti-va-ção, im-per-do-á-veis, bo-ia-dei-ro

b) in-ter-ve-io, tec-no-lo-gi-a, sub-li-nhar

c) in-tu-i-to, co-ro-i-nha, pers-pec-ti-va

d) co-ro-lá-rio, subs-tan-ti-vo, bis-a-vó

e) flui-do, at-mos-fe-ra, in-ter-vei-o


17. As sílabas da palavra psicossocial e traído estão corretamente separadas em:

a) psi-cos-so-ci-al / tra-í-do

b) p-si-cos-so-cial / tra-í-do

c) psi-co-sso-ci-al / traí-do

d) p-si-cos-so-cial / tra-í-do

e) psi-co-sso-ci-al / traí-do


18. (UECE) Está correta a separação silábica de todas as palavras da opção:

a) res-pon-di-a, si-lên-ci-o, a-bo-toan-do

b) i-gno-ra, po-é-ti-ca, his-tó-ria

c) me-lan-co-lia, obs-cu-ro, ar-re-ga-ça-va

d) trans-a-tlân-ti-co, me-lho-ri-a, ca-i-ça-ra

e) cai-xi-nha, ba-lai-o, pro-fes-sor


19. Assinalar a alternativa em que todas as palavras NÃO TÊM suas sílabas separadas corretamente:

a) am-bí-guo; rit-mo; psi-co-se; pers-pi-caz

b) abs-tra-ir; bi-sa-nu-al; in-te-lec-ção; quart-zo

c) ob-sé-quio; hep-tas-sí-la-bo; dif-te-ri-a; oc-ci-pi-tal

d) vo-lu-ptu-o-so; psi-co-lo-gia; e-xce-der; be-ni-gno

e) ab-so-lu-to; sub-ju-gar; eu-ro-peu; ist-mo


20. Cada uma das palavras a seguir apresenta separação silábica em um ponto. Assinale a alternativa em que não haja erro de separação.

a) Trans-atlântico, o-pinião, inter-estadual, refeitó-rio

b) Trans-atlântico, opi-nião, interestadu-al, in-excedível

c) Tran-satlân-tico, in-terestadual, refei-tório, inex-cedível

d) Transa-tlântico, opini-ão, interestadu-al, in-excedível

e) Transatlânti-co, inter-estadual, re-feitório, inexce-dível






} ORTOGRAFIA OFICIAL



REGRAS GERAIS


01. Uso do K, W e Y
} Em antropônimos (nomes de pessoas).

Ex.: Karla, Walter, Wilson, Yasmin...
} Nas abreviaturas e nos símbolos.

Ex.: K (potássio), kg (quilograma), kW (quilowatt)...
} Em palavras estrangeiras de uso internacional (não aportuguesadas).

Ex.: karaokê, hardware, software...
} Nos derivados portugueses de nomes próprios estrangeiros.

Ex.: darwinismo (de Charles Darwin), byroniano (de Lord Byron), kantiana (de Kant)…
02. Uso do H
} No final de certas interjeições. Ex.: oh!, ah! eh!
} Dígrafos (CH, LH, NH). Ex.: marcha, malha, ninho...
} Por razões etimológicas (segundo a tradição oral e escrita do idioma). Ex.: hábito, haver, homem, híbrido
} Alguns nomes compostos com hífen. Ex.: pré-história, anti-higiênico, pós-homérico,

Observação: Espanha (hispânico...); erva (herbáceo, herbívoro...), inverno (hibernal); palavras derivadas (reaver, reabilitar, inábil, desonesto, desonra, desumano, etc.).



03. Uso do Ç
} Diante de a, o ou u em palavras de origem indígena ou estrangeira. Ex.: araçá, açaí, cupuaçu, muçulmano, Suíça...
} Após ditongos. Ex.: calabouço, beiço, caiçara...

04. Uso do G
} Terminações ágio, égio, ígio, ógio, úgio. Ex.: pedágio, colégio, prestígio, relógio, refúgio...
} Substantivos terminados em -gem. Ex.: vertigem, coragem... (exceções: pajem, lajem e lambujem)

05. Uso do J
} Verbos terminados em -jar. Ex.: arranjar, enferrujar...
} Palavras de origem tupi, africana ou árabe. Ex.: jiboia, pajé, jerico, canjica ...
} Palavras derivadas de outras com J. Ex.: lisonja ® lisonjear, lisonjeio...


Observação: viagem (substantivo, = passeio) ¹ viajem (verbo)




06. Uso do X
} Após ditongo. Ex.: ameixa, caixa (exceção: caucho e derivados = recauchutar, recauchutagem...)
} Depois da sílaba inicial en. Ex.: enxame, enxada... (exceções: encher, encharcar, enchova, enchumaçar e os derivados dessas; palavras derivadas de primitiva com ch: chapéu  enchapelar)
} Depois da sílaba inicial me. Ex.: mexilhão, mexer (exceção: mecha e derivados)
} Palavras de origem indígena ou africana. Ex.: abacaxi, xavante, caxambu...

07. Uso do E / I
} Verbos terminados em oar e uar final “e. Ex.: abençoar ® abençoe; atenuar ® atenue
} Verbos terminados em air, oer e uir final “i. Ex.: sair ® sai; roer ® rói; possuir ® possui
08. Uso do S
} Adjetivos terminados em oso / osa

Ex.: honroso, saboroso, formosa, habilidosa...
} Sufixos esa / isa / ês / ense indicadores de Título, Origem ou Profissão (T-O-P). Ex.: duquesa, poetisa, polonês, recifense...
} Após ditongos. Ex.: coisa, aplauso...
} Formas dos verbos pôr e querer. Ex.: quis, quiséssemos; pusera, pusésseis...
} Nas palavras derivadas de primitivas com “s”. Ex.: casa ® casarão, casinha, casebre...
} Substantivos com os sufixos gregos -ese, -ose. Ex.: catequese, diocese; overdose, virose...

09. Uso do Z
} Sufixos ez / eza formadores de substantivos abstratos. Ex.: insensatez, altivez, nobreza, riqueza...
} Sufixo izar formador de verbos (primitiva sem “S"). Ex.: canal ® canalizar; juiz ® ajuizar...

*Observação: Se a palavra primitiva tiver “S” no radical, o “S” será mantido. Ex.: pesquisa ® pesquisar, pesquisador (a); paralisia ® paralisar, paralisação...


} Derivados terminados em -zal, -zeiro, -zinho, -zito. Ex.: cafezal, cafezeiro, cafezinho, cãozito...


} Nas palavras derivadas de outras com “Z. Ex.: juiz ® ajuizar, juízo, juizado...



Baixar 0.5 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   26




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana