Recife, 26 de janeiro de 2006 ano 5



Baixar 19,76 Kb.
Página1/5
Encontro21.09.2018
Tamanho19,76 Kb.
  1   2   3   4   5

Recife, 20 de fevereiro de 2006 - ano 5


Luciana Azevedo apresenta o Prevupe ao Reitor


Por Eduardo Travassos
O Reitor da UNICAP, Padre Pedro Rubens, recebeu na manhã de hoje (20) a vereadora Luciana Azevedo, que, representando a Fundação Joaquim Nabuco e a Universidade de Pernambuco (UPE), apresentou o projeto Pré-vestibular UPE (Prevupe). Participaram da reunião também os Pró-reitores Administrativo, Altamir Soares de Paula; Comunitária, Fátima Breckenfeld; e de Ensino, Pesquisa e Extensão, Junot Matos. Também estiveram presentes os funcionários Francys Silvestrine, Alcivan Oliveira e Renato César, além dos representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE) Magno Augusto e Diego Pessoa.
O Prevupe tem como objetivo levar a estudantes carentes as matérias necessárias para a aprovação no vestibular, através de aulas ministradas por alunos da UPE. Além do trabalho acadêmico, é realizada uma orientação para a escolha da profissão e uma estratégia para inserção dos beneficiados no mercado de trabalho. Com a parceria a ser firmada com a Fundação Joaquim Nabuco no dia 6 de março, a UPE pretende ampliar o número de alunos atendidos, além dos 4 mil do ano passado, selecionados entre 12 mil. Este ano, a perspectiva é que 15 mil estudantes se inscrevam e participem do processo seletivo, feito através de prova.
“A reunião de hoje visa a continuar a estudar esta proposta, que chegou através do DCE e vem de encontro a nosso desejo de motivar o aluno e dar uma resposta à comunidade. Esta proposta vem de encontro ao que seria uma universidade”, falou o Reitor, abrindo os trabalhos. Em seguida, Luciana Azevedo explicou como se davam todos os detalhes do projeto, desde custos até os resultados mais recentes. “Em 2005, 38% dos beneficiados pelo Prevupe foram aprovados no vestibular. Na UPE garantimos também bolsas de 100% na mensalidade para 25% dos aprovados e de 50% para outros 50%”, afirmou a vereadora. “O objetivo, além da inclusão social, é levar a realidade aos alunos, por isso é importante a participação dos DCEs”, completou.
Após as explanações da vereadora, Pe. Pedro sugeriu a criação de uma comissão dentro da Universidade, da qual participariam os pró-reitores ou pessoas indicadas por eles e representantes de diversos setores da UNICAP juntamente com a UPE e a Fundação Joaquim Nabuco, a fim de discutir como se daria a participação da Católica neste projeto. Ficou acertado o estudo da possibilidade dos testes de seleção a uma vaga no programa serem realizados nas dependências da Universidade, dia 26 de março, além da possível participação de alunos do curso de Psicologia diretamente com os estudantes e da disponibilização de recursos humanos.
“Seria complicado fazer um programa deste tipo na UNICAP agora. Lidamos com o desejo de realizar os projetos e a impossibilidade de realizá-los. Vamos estudar a fundo como seria a participação da UNICAP de forma mais efetiva”, assegurou o Reitor. Já Luciana Azevedo explicou a importância deste trabalho: “São uns meninos que estão pedindo socorro. Não podemos deixar que problemas como financiamento, por exemplo, atrapalhem. Temos que fazer algo”.




Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal