Questões sobre ética e cidadania



Baixar 229.01 Kb.
Encontro11.06.2018
Tamanho229.01 Kb.

SECRETARIA DE SAÚDE DE PERNAMBUCO

PROCESSO SELETIVO À RESIDÊNCIA



DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO
Não deixe de preencher as informações a seguir:


Prédio Sala



























































































Nome






























































































Nº de Identidade Órgão Expedidor UF Nº de Inscrição


























































































PSICOLOGIA

ATENÇÃO





  • Abra este Caderno, quando o Fiscal de Sala autorizar o início da Prova.

  • Observe se o Caderno está completo. Ele deverá conter 50 (cinquenta) questões objetivas de múltipla escolha com 05 (cinco) alternativas cada, sendo 25 (vinte e cinco) questões de Conhecimentos Gerais em Saúde e 25 (vinte e cinco) questões sobre os Conhecimentos exigidos para a especialidade.

  • Se o Caderno estiver incompleto ou com algum defeito gráfico que lhe cause dúvidas, informe, imediatamente, ao Fiscal.

  • Ao receber o Caderno de Prova, preencha, nos espaços apropriados, o seu Nome completo, o Número do seu Documento de Identidade, a Unidade da Federação e o Número de Inscrição.

  • Para registrar as alternativas escolhidas nas questões da Prova, você receberá um Cartão-Resposta com seu Número de Inscrição impresso.

  • As bolhas do Cartão-Resposta devem ser preenchidas totalmente, com caneta esferográfica azul ou preta.

  • O tempo destinado à Prova está dosado, de modo a permitir fazê-la com tranquilidade.

  • Preenchido o Cartão-Resposta, entregue-o ao Fiscal e deixe a sala em silêncio.












BOA SORTE!
CONHECIMENTOS GERAIS EM SAÚDE
01. De acordo com a Constituição Federal de 1988 no Art 197: “São de relevância pública as ações e serviços de saúde, cabendo ao poder público dispor, nos termos da lei, sobre sua regulamentação, fiscalização e controle”.

No tocante ao aspecto da execução, a Constituição recomenda
A) ser feita diretamente ou através de terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica de direito privado.

B) ser realizada unicamente pelo setor público de saúde.

C) ser única em cada esfera de governo.

D) que o Sistema Único de Saúde será executado nos termos do art. 195 da Carta Magna.

E) a proposta de execução da assistência à saúde que será elaborada de forma integrada pelos órgãos responsáveis pela Saúde, Previdência Social e Assistência Social.
02. De acordo com o Art 198, da Constituição Federal de 1988: “As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada e constituem um sistema único, organizado de acordo com as seguintes diretrizes:”
A) Descentralização, Atendimento Integral e Regionalização.

B) Equidade, Integralidade e Regionalização.

C) Regionalização, Hierarquização e Atendimento Integral.

D) Participação da Comunidade, Descentralização e Atendimento Integral.

E) Equidade, Integralidade e Descentralização.
03. Em relação às Leis Orgânicas da Saúde 8080/90 e 8142/90, correlacione a coluna A com a coluna B.


Coluna A




Coluna B

1. Lei 8080/90

A.

Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS).

2. Lei 8142/90

B.

Dispõe sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde.




C.

Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde e a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) 1A – 1B – 2C. B) 1B – 2A – 2C. C) 1C – 2A – 2B. D) 2A – 1B – 1C. E) 2C – 1A – 1B.
04. Em relação à Lei 8080/90, correlacione a coluna A com a coluna B sobre as competências da Direção Nacional e Estadual do SUS.


Coluna A




Coluna B

1. Direção Nacional do SUS

A.

Participar na formulação e na implementação das políticas de saneamento.

2. Direção Estadual do SUS

B.

Acompanhar, controlar e avaliar as redes hierarquizadas do Sistema Único de Saúde (SUS).




C.

Coordenar e participar na execução das ações de vigilância epidemiológica.




D.

Promover a descentralização para os Municípios dos serviços e das ações de saúde.


Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) 1A – 1B – 2C – 2D.

B) 1B – 2A – 2C – 2D. D) 2C – 1D – 1A – 1B.

C) 1A – 2B – 2C – 1D. E) 2A – 2B – 1C – 2D.
05. A partir da Constituição da República, várias iniciativas institucionais, legais e comunitárias foram criando, as condições de viabilização plena do direito à saúde. Destaca(m)-se, nesse sentido, no âmbito jurídico institucional,
A) as Leis Orgânicas da Saúde (Nº 8.080/90 e 8.142/90), o Decreto Nº 99.438/90 e as Normas Operacionais Básicas (NOB), editadas em 1991 e 1993.

B) apenas as Leis Orgânicas da Saúde.

C) a NOAS 2001.

D) a NOB/96.



E) NOAS/2001 e NOB/96.

As questões de números 06 a 09 contêm duas afirmações em relação ao Sistema Único de Saúde. Assinale, na folha de respostas,

A) se as duas são verdadeiras, e a segunda não justifica a primeira.

B) se as duas são verdadeiras, e a segunda justifica a primeira.

C) se as duas são falsas.

D) se a primeira é verdadeira, e a segunda é falsa.

E) se a primeira é falsa, e a segunda é verdadeira.
06. A composição harmônica, integrada e modernizada do SUS visa, fundamentalmente, à consolidação de vínculos entre diferentes segmentos sociais e o SUS,
PORQUE
Com a nova formulação dos sistemas municipais, tanto os segmentos sociais, minimamente agregados entre si com sentimento comunitário − os munícipes −, quanto à instância de poder político-administrativo, historicamente reconhecida e legitimada − o poder municipal − apropriam-se de um conjunto de serviços bem definido, capaz de desenvolver uma programação de atividades publicamente pactuadas.
07. Os cartões SUS, que serão emitidos pelas secretarias municipais de saúde para seus usuários, deverão ser viabilizados a partir do cadastramento de sua população. Nos municípios onde o cadastramento de indivíduos ou famílias já vem sendo realizado, o cartão SUS potencializa sua função,
PORQUE
Além da identificação das pessoas e da contribuição para a criação de vínculo de responsabilização entre os serviços de saúde e o cidadão, o cartão auxilia nos mecanismos de referência e contrarreferência intra e intermunicipal de pacientes.
08. A rede de atenção básica pode resolver em torno de 85% das demandas de saúde de uma comunidade. No entanto, para que ela seja efetiva, é preciso garantir o acesso da população aos serviços de maior complexidade,
PORQUE
A organização da referência dos pacientes faz parte da organização de um sistema estadual de saúde e requer normas, rotinas e fluxos definidos e pactuados entre os gestores.
09. A partir da publicação da NOAS/SUS 01/01, o Ministério da Saúde, as Secretarias Estaduais de Saúde, através do CONASS, e as Secretarias Municipais de Saúde, através do CONASEMS, desencadearam diversas atividades de planejamento e de adequação de seus modelos assistenciais e de gestão aos preceitos estabelecidos, ponderando criticamente os avanços e os desafios que novas diretrizes organizativas trariam para sua realidade concreta,
PORQUE
Em algumas unidades da federação, foram identificados entraves na operacionalização de determinados itens, decorrentes das dificuldades para estabelecer o comando único sobre os prestadores de serviços ao SUS e assegurar a totalidade da gestão municipal nas sedes dos módulos assistenciais, bem como da fragilidade para explicitação dos mecanismos necessários à efetivação da gestão estadual para as referências intermunicipais.
10. A direção do Sistema Único de Saúde (SUS), em cada esfera de governo, é composta pelo órgão setorial do poder executivo e pelo respectivo Conselho de Saúde, nos termos da(s) Lei(s)
A) 8080//90. B) 8142/90. C) 12.341/10. D) 8080/90 e 8142/90. E) 8069/90 e 8080/90.
11. Toda unidade de saúde privada - filantrópica ou lucrativa - que prestar serviços ao SUS, de forma complementar, necessita de um contrato em vigência. O estabelecimento desse contrato deve ser precedido de processo licitatório, de acordo com a Lei Nº
A) 8080/90. B) 8666/93. C) 8142/90. D) 12.341/10. E) 8069/90.
12. O percentual de abandono no tratamento de hanseníase, por local de residência, foi apontado como um Indicador para avaliação da atenção básica nos municípios habilitados na época da NOB/SUS 01/96. O sistema de informação responsável pela comunicação indicado é
A) SIH/SUS.

B) Secretaria Municipal de Saúde. D) SINAM.

C) SIM. E) SINASC.

13. O Pacto pela Saúde se dá pela implementação por meio da adesão de municípios, estados e União ao Termo de Compromisso de Gestão (TCG), que, renovado anualmente, substitui os anteriores processos de habilitação e estabelece metas e compromissos para cada ente da federação. As transferências dos recursos também foram modificadas, passando a ser divididas em seis grandes blocos de financiamento. Marque a alternativa que NÃO está incluída nesses blocos.
A) Atenção Básica.

B) Campanhas de vacinação. D) Média e Alta Complexidade.

C) Assistência Farmacêutica. E) Gestão do SUS.
14. De acordo com o Pacto pela Saúde, o financiamento e o fornecimento de medicamentos, produtos e insumos para os Programas Estratégicos são de responsabilidade do Ministério da Saúde e reúnem
A) Controle de Endemias: Tuberculose, Hanseníase, Malária, Leishmaniose, Chagas e outras doenças endêmicas de abrangência nacional ou regional.

B) Programa de DST/Aids (antirretrovirais).

C) Programa Nacional de Sangue e Hemoderivados.

D) Programa Nacional de Imunização.

E) Imunobiológicos e Insulina.
15. As ações que devem ser desenvolvidas para fortalecer o processo de participação social dentro do Pacto são voltadas
A) à adoção de vínculos de trabalho que garantam os direitos sociais e previdenciários dos trabalhadores da saúde.

B) a apoiar o processo de formação dos conselheiros.

C) a estimular a participação e avaliação dos cidadãos nos serviços de saúde.

D) a apoiar os processos de educação popular na saúde, para ampliar e qualificar a participação social no SUS.

E) a apoiar a implantação e implementação de ouvidorias nos municípios e estados, com vistas ao fortalecimento da gestão estratégica do SUS.
16. A implantação dos Pactos pela Vida e de Gestão enseja uma revisão normativa em várias áreas que serão regulamentadas em portarias específicas e que serão pactuadas pela(pelo)
A) CIB. B) CIT. C) CONASS. D) CONASEMS. E) COSEMS.
17. Arranjos organizativos de ações e serviços de saúde de diferentes densidades tecnológicas que, integrados por meio de sistemas de apoio técnico, logístico e de gestão, buscam garantir a integralidade do cuidado. Essa definição está relacionada a(à)
A) Redes de Atenção à Saúde.

B) Territorialização. D) Região de Saúde.

C) Serviços Especiais de Acesso Aberto. E) Mapa da saúde.
18. A Constituição Federal, ao estatuir que o SUS é um sistema integrado, organizado em rede regionalizada e hierarquizada, definiu o modelo de atenção à saúde e a sua forma organizativa. O modelo do sistema de saúde brasileiro é centrado na hierarquização das ações e dos serviços de saúde por níveis de complexidade. Isso significa dizer que ele se estrutura em níveis de maior ou menor complexidade de ações e serviços de saúde, conforme dispõe, ainda
A) a Lei 8080/90. B) a Lei 8142/90. C) NOB/01. D) NOAS/01. E) NOB/93.
19. O Decreto nº 7.508, de 28 de julho de 2011, que regulamenta a Lei nº 8.080/90, define que “o acesso universal, igualitário e ordenado às ações e serviços de saúde se inicia pelas portas de entrada do SUS e se completa na rede regionalizada e hierarquizada”. Nesse sentido, atenção básica deve cumprir algumas funções para contribuir com o funcionamento das Redes de Atenção à Saúde. São elas, EXCETO
A) ser base. B) ser resolutiva. C) coordenar o cuidado. D) ordenar as redes. E) ser articulada.
20. A quantidade de Equipes de Saúde da Família na modalidade transitória ficará condicionada aos seguintes critérios, com EXCEÇÃO de
A) Município com até 20 mil habitantes e contando com 01 (uma) a 03 (duas) equipes de Saúde da Família, poderá ter até 2 (duas) equipes na modalidade transitória.

B) Municípios com população entre 20 e 50 mil habitantes poderá ter até 50% (cinquenta por cento) das equipes de Saúde da Família na modalidade transitória.

C) Município com população entre 50 e 100 mil habitantes poderá ter até 20% (vinte por cento) das equipes de Saúde da Família na modalidade transitória.

D) Município com população acima de 100 mil habitantes poderá ter até 10% (dez por cento) das equipes de Saúde da Família na modalidade transitória.



E) Município com até 20 mil habitantes e com mais de 03 (três) equipes poderá ter até 50% das equipes de Saúde da Família na modalidade transitória.
21. Em relação às Políticas de Saúde no Brasil, marque V para as afirmativas Verdadeiras e F para as Falsas.
( ) A reforma do setor de saúde brasileiro ocorreu de forma simultânea ao processo de democratização, tendo sido liderada por profissionais da saúde e pessoas de movimentos e organizações da sociedade civil.

( ) A implementação do SUS foi complicada pelo apoio estatal ao setor privado, pela concentração de serviços de saúde nas regiões mais desenvolvidas e pelo subfinanciamento crônico.

( ) A reforma sanitária brasileira foi impulsionada pela sociedade civil e não, pelo governo, por partidos políticos ou por organizações internacionais.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V – F – F. B) V – V – F. C) F – F – V. D) V – V – V. E) F – F – F.
22. Em relação ao PACS e PSF, marque V para as afirmativas Verdadeiras e F para as Falsas.
( ) Os agentes comunitários de saúde podem ser encontrados em duas situações distintas em relação à rede do SUS: a) ligados a uma unidade básica de saúde ainda não organizada na lógica da Saúde da Família e b) ligados a uma unidade básica de Saúde da Família como membro da equipe multiprofissional.

( ) O trabalho de equipes da Saúde da Família é o elemento-chave para a busca permanente de comunicação e troca de experiências e conhecimentos entre os integrantes da equipe e desses com o saber popular do Agente Comunitário de Saúde.

( ) A Saúde da Família como estratégia estruturante dos sistemas estaduais de saúde tem provocado um importante movimento com o intuito de reordenar o modelo de atenção no SUS.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V – F – F. B) V – V – F. C) F – F – V. D) V – V – V. E) F – F – F.
23. Analise as afirmativas abaixo e marque V para as afirmativas Verdadeiras e F para as Falsas.
( ) A Política Nacional de Promoção da Saúde tem o objetivo de promover a qualidade de vida e reduzir a vulnerabilidade das pessoas a riscos de saúde ligados a determinantes sociais.

( ) O Ministério da Saúde tem fomentado a integração da Secretaria de Vigilância em Saúde com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária para melhorar a promoção de saúde.

( ) O Ministério da Saúde dá incentivos financeiros a instituições de educação superior para que implementem modificações curriculares que favoreçam a atenção básica, de acordo com diretrizes do Conselho Nacional de Educação.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V – V – V. B) V – V – F. C) F – F – V. D) V – F – F. E) F – F – F.
24. Segundo a NOAS 01/02, o órgão responsável pelo estabelecimento de elenco de procedimentos de alta complexidade é(são)
A) Ministério da Saúde.

B) Conselho Nacional de Saúde. D) Secretarias Municipais de Saúde.

C) Secretarias Estaduais de Saúde. E) Secretarias Estaduais de Saúde ou Ministério da Saúde.
25. São referências fundamentais do processo de estruturação do SUS, EXCETO:
A) a saúde como direito do cidadão e a descentralização da gestão de programas sociais.

B) universalidade, integralidade e equidade.

C) explicitação de conflitos com base para a construção de consensos.

D) articulação de uma relação política entre Estado e sociedade, visando ao alcance de direitos que possam ser agendados e institucionalizados.

E) adoção de planejamento normativo ancorado na produção, com caráter a-histórico.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
26. Leia a seguinte citação: “Oscilando, nos primórdios da reforma psiquiátrica, entre reivindicações de qualificação da assistência psiquiátrica e outras de ordem coorporativa, o (a) _________ ampliará, paulatinamente, o seu escopo, incluindo em sua trajetória perspectivas de ordem social, econômica e política, terminando por incorporar outros setores da população, como usuários e familiares. Assim, estabelecerá o campo político e ideológico como seus lócus privilegiados” (Medeiros, 2009).

Analisando a citação no contexto histórico da reforma psiquiátrica ocorrida no término dos anos 70, a lacuna é CORRETAMENTE preenchida pela alternativa
A) Movimento dos Trabalhadores de Saúde Mental.

B) Congresso Nacional de Desinstitucionalização da Loucura. D) Conferência Nacional de Saúde Mental.

C) Movimento da Reforma Sanitária. E) Comissão Nacional de Saúde Mental.
27. Analise as afirmativas abaixo:
I. Historicamente, o modelo biológico hegemônico, adotado pela psiquiatria, enfatiza a loucura como uma doença mental, decorrente de processos orgânicos, por exemplo, de distúrbios fisiológicos. Assim, para esse modelo, as condições psicossociais do paciente são secundárias ou irrelevantes.

II. Diferentemente do modelo assistencial clássico da psiquiatria, no qual predominava o asilamento, a atual política de internamento dos pacientes, operacionalizada nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), focaliza a inclusão social e a integração familiar do paciente.



III. A atual política de assistência à doença mental, oriunda da reforma psiquiátrica, visa à desinstitucionalização mediante uma mudança na organização dos processos de trabalho e na estrutura dos serviços.
Assinale a alternativa que identifica o(s) item(ns) CORRETO(S).
A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) III, apenas. E) I, II e III.
28. Considere a seguinte definição: Um serviço substitutivo de atenção em saúde mental, composto de equipe multidisciplinar, que tem demonstrado efetividade na substituição da internação de longos períodos, por um tratamento que não isola os pacientes de suas famílias e da comunidade, mas que envolve os familiares no atendimento com a devida atenção necessária, ajudando na recuperação e na reintegração social do indivíduo com sofrimento psíquico (Schrank, 2008). O serviço em questão é
A) Centro de Atenção Psicossocial.

B) Ambulatório de Saúde Mental. D) Pensão Protegida.

C) Serviços de Saúde Mental nos Hospital Geral. E) Lares Abrigados.
29. Sobre o Modelo de Atenção à Saúde no Brasil, considere as afirmativas abaixo:
I. Assume uma perspectiva na qual a saúde é um direito de cidadania e um recurso que apoia o desenvolvimento individual e coletivo, agregando práticas assistenciais, preventivas e educativas.

II. Compreende os campos da assistência, das intervenções ambientais e das políticas externas ao setor de saúde que interferem nos determinantes sociais do processo saúde-doença.

III. Os níveis de atenção são representados pela promoção, proteção e recuperação da saúde, nos quais deve ser sempre priorizado o caráter preventivo.
Assinale a alternativa que identifica o(s) item(ns) CORRETO(S).
A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) I, apenas. E) I, II e III.
30. No âmbito da atenção à saúde, temos o Programa Saúde da Família (PSF), percebido como uma inovação na vigilância à saúde da população (França, 2006). Sobre este, assinale a afirmativa INCORRETA.
A) Configura-se segundo uma perspectiva essencialmente preventiva, portanto sem visar ao tratamento.

B) Trata-se de um modelo de assistência que, direcionado à família, também engloba a comunidade.

C) Sustenta-se na perspectiva de um modelo assistencial que prioriza a prevenção em detrimento da cura.

D) Pressupõe-se uma abordagem da saúde na qual a assistência humanizada seja privilegiada.

E) Operacionaliza-se por meio de equipes de saúde que atendem numa unidade local e na comunidade.
31. Numa determinada casa, reside o Sr. João, sua esposa - Sra. Célia – e seus filhos Paulo e Pedro. Temos, ainda, a Sra. Edvânia e a Sra. Maria, respectivamente cunhada e sogra do Sr. João. Eles convivem há, pelo menos, 15 anos, mantendo entre si um forte vínculo afetivo e de cuidado mútuo. É CORRETO afirmar que esse grupo constitui um tipo de família denominado de
A) monoparental. B) nuclear. C) extensa. D) híbrida. E) recasada.

32. Analise a seguinte descrição: Cada ação e reação muda a natureza, o campo onde elas se dão. O significado do sintoma, nesse enfoque, muda radicalmente. Comportamentos desviantes, irracionais ou sintomáticos passam a servir a uma função no grupo no sentido de que os comportamentos que ocorrem no sistema familiar têm uma complementariedade geral. Dessa forma, para desaparecer o sintoma não basta o membro sintomático mudar — sua mudança só se efetivará, se toda uma série de outras mudanças (nem sempre desejadas) ocorrerem dentro da família (Adaptado de Gomes, 2006).

Essa perspectiva de abordagem clínica da família é denominada de
A) Gestáltica. B) Relacional. C) Sistêmica. D) Homeostática. E) Organísmica.
33. Na Psicanálise, entre as estruturas psíquicas fundamentais, temos a perversão, cujo mecanismo defensivo constitutivo é o (a)
A) recusa. B) formação reativa. C) projeção. D) clivagem. E) conversão.
34. Sobre os fundamentos teóricos da psicanálise, é INCORRETO afirmar que
A) a sexualidade humana é essencialmente perversa, especialmente no que se refere a seus objetivos.

B) a dissolução do Complexo de Édipo configura uma estrutura psíquica: neurótica, psicótica ou perversa.

C) um dos possíveis destinos da pulsão é a reversão ao seu oposto, por exemplo, da atividade para a passividade.

D) o conflito psíquico, no âmbito inconsciente, situa-se, dinamicamente, entre o Superego e o Id.

E) os sintomas constitutivos dos transtornos psíquicos associam-se à resolução do conflito inconsciente.
35. Considere a seguinte citação: Designa um momento na história do indivíduo que tem início por volta dos seis meses de idade e que termina em torno dos 18 meses, na qual a criança forma uma representação de sua unidade corporal por identificação com a imagem do outro. É a matriz a partir da qual se formará um primeiro esboço do ego (Garcia-Roza, 2006, p. 212).

Assinale a alternativa que identifica, CORRETAMENTE, o momento de estruturação psíquica descrito pela citação.
A) Estágio do Espelho.

B) Fase oral-sádica. D) Clivagem originária.

C) Posição depressiva. E) Objeto transicional.
36. Considere o seguinte comentário teórico sobre a adolescência: O conceito de __________ é aqui peculiarmente desenvolvido, sublinhando as incertezas e indagações do adolescente no sentido de descobrir quem é e de definir o que virá a ser no futuro. A resposta à inquietação do adolescente só é conseguida pela tomada de consciência de si, do seu ego e de que está apto a assumir a sua verdadeira identidade.

Uma vez que tal comentário relaciona-se à teoria de Erick Erickson, o termo que preenche, CORRETAMENTE, a lacuna acima é
A) trauma. B) conflito. C) crise. D) síndrome. E) sintoma.
37. Em sua caracterização do desenvolvimento, Erickon identifica uma etapa na qual a criança, vivenciando o controle sobre o corpo, começa a diferenciar o certo do errado. Assinale a alternativa que identifica, CORRETAMENTE, a designação dada pelo autor a essa etapa.
A) Confiança/Desconfiança.

B) Iniciativa/Culpa. D) Autonomia/Vergonha e Dúvida.

C) Diligência /Inferioridade. E) Intimidade/Isolamento.
38. Segundo a concepção teórica desenvolvida por Aberastury e Knobel, é INCORRETO afirmar que o adolescente apresenta
A) luto associado à identidade infantil.

B) manifestações de conduta contraditórias. D) flutuações ocasionais de humor.

C) separação progressiva dos pais. E) necessidade de intelectualizar e fantasiar.
39. No âmbito do conhecimento psicológico, a discussão sobre a subjetividade é marcada pela concepção cartesiana do sujeito. Nesta, observa-se uma dicotomia que pode ser caracterizada pela seguinte dualidade:
A) material versus espiritual.

B) exterioridade versus interioridade. D) corpo versus mente.

C) biológico versus cultural. E) individual versus social.
40. Ainda sobre a discussão da subjetividade no âmbito da atividade psicológica, analise a seguinte afirmação: Mais além e mais aquém da forma delimitada, que podemos denominar sujeito, o trabalho clínico dirige-se a um processo mais amplo o qual denominamos processo de subjetivação. Nele, a subjetividade se exerce como processualidade, realizada num plano histórico-político a partir do qual, segundo as relações de poder existentes, o sujeito emerge como efeito (adaptado de Tedesco, 2006). Essa perspectiva, focada na importância das relações de poder, é oriunda das ideias desenvolvidas por
A) Freud. B) Foucault. C) Vygotsky. D) Rolnik. E) Marx.
41. Na modernidade, o comportamento humano tem apresentado configurações nas quais o desejo tem assumido, dentre outras formas, uma notadamente autocentrada, ou seja, em que as relações humanas se encontram desinvestidas. Diríamos, numa perspectiva psicológica, que se trata, no âmbito da subjetividade, de uma forma de estruturação e funcionamento psíquico em que ocorre a exacerbação da(o)
A) coletividade. B) individualidade. C) objetividade. D) organicidade. E) interioridade.
42. Sobre a clínica psicológica, considere as seguintes afirmações:
I. Pressupõe duas dimensões paradigmáticas: a singularidade do sujeito e a ideia de uma contemporaneidade entre pesquisa e tratamento.

II. Em consonância com o método experimental, focaliza, principalmente em sua aplicação, o sujeito segundo a regularidade dos fenômenos e acontecimentos psíquicos.

III. Dentre os seus postulados, podemos identificar a abordagem dinâmica e o inter-relacional, os quais consideram, respectivamente, a investigação dos conflitos e a interação indivíduo-meio.
Assinale a alternativa que identifica o(s) item(ns) CORRETO(S).
A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) III, apenas. E) I, II e III.
43. Considerando a escuta clínica no âmbito hospitalar, analise os itens abaixo:
I. Privilegia o sofrimento do paciente oriundo da situação de adoecimento/hospitalização.

II. Considera a utilização, pelo paciente, de mecanismos defensivos como uma estratégia adaptativa.

III. Acolhe e apoia os temores e as vivências dos familiares diante do óbito do paciente.
Assinale a alternativa que identifica o(s) item(ns) CORRETO(S).
A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) III, apenas. E) I, II e III.
44. Em relação aos instrumentos utilizados na atividade clínica, analise os itens abaixo:
I. Estudo de caso

II. Observação

III. Entrevista

IV. Testes psicológicos
São instrumentos da prática clínica os itens
A) I, II e III, apenas.

B) I, II e IV, apenas. D) II, III e IV, apenas.

C) I, III e IV, apenas. E) I, II, III e IV.
45. Sobre a entrevista psicológica e seu uso na clínica, é INCORRETO afirmar que
A) subtende, sempre, a existência do um enquadre terapêutico.

B) configura, sempre, uma relação assimétrica ente o psicólogo e o cliente.

C) a relação interpessoal tem, sempre, um caráter empático.

D) considera, sempre, a linguagem verbal e/ou não verbal.

E) o tipo de entrevista, por exemplo, livre ou semiestruturada, depende, sempre, do objetivo.
46. Em relação à linguagem não verbal, presente na interação clínica, é INCORRETO afirmar que é
A) ambígua. B) involuntária. C) relacional. D) multifuncional. E) acultural.

47. Sobre a gravidez na adolescência, especialmente para as adolescentes (Friso, 2005), é INCORRETO afirmar que ela pode representar
A) uma experiência simbólica de renascimento ou manutenção da identidade infantil projetada no filho.

B) o preenchimento de uma carência afetiva ou desamparo emocional.

C) uma reação de supressão de relacionamentos insatisfatórios no âmbito familiar.

D) uma estratégia, voluntária ou involuntária, de afastamento das responsabilidades do mundo adulto.

E) a expressão da crença, subjetiva ou social, que, falsamente, equivale à sexualidade e à maternidade.
48. Assinale a alternativa cujo aspecto psicológico caracteriza necessariamente um transtorno psíquico associado à maternidade no período pós-parto.
A) Sentimentos ou ideias ambivalentes – aceitação/rejeição - diante do desejo de ser mãe.

B) Alteração (aumento ou diminuição) do desejo e desempenho sexual.

C) Atitudes introvertidas e de caráter narcísico.

D) Temores ou fantasias diante da dor do parto ou da morte sua ou do filho.

E) Ideias autodestrutivas ou agressivas direcionadas ao filho.
49. Considere a seguinte caracterização clínica: Pode atingir de 50% a 85% das mulheres no período pós-parto. Aparecem sintomas, como irritabilidade, mudanças bruscas de humor, indisposição, tristeza, insegurança, baixa auto-estima e sensação de incapacidade de cuidar do bebê. O que o distingue de outros quadros é a menor gravidade (Barreta, 2008). Assinale a alternativa que identifica, CORRETAMENTE, o quadro clínico descrito.
A) Depressão pós-parto.

B) Ansiedade de separação. D) Psicose pós-parto.



C) Tristeza Materna (Baby blues). E) Luto primário.
50. Sobre o idoso e o processo de envelhecimento, analise as afirmações abaixo:
I. Um dos fatores que permite a caracterização, em termos de idade psicológica, do indivíduo como idoso é a identificação de certas ocorrências, como lapsos de memória, dificuldade de aprendizado e falhas de atenção, orientação e concentração, comparativamente com suas capacidades cognitivas anteriores.

II. Os idosos podem apresentar uma difícil capacidade de se adaptar a novas situações e de pensar estratégias que sirvam como fatores protetores. Sua baixa resiliência diminui seu potencial para mudança, o que constitui um fator indispensável para um envelhecimento bem-sucedido.

III. O envelhecimento em si não ocasiona mudanças significativas nas habilidades cognitivas. Os idosos, apesar da idade avançada, podem apresentar um desenvolvimento de habilidades cognitivas, cujo declínio é de intensidade leve, não sendo suficiente para acarretar mudanças significativas no seu padrão cognitivo.
Assinale a alternativa que identifica o(s) item(ns) CORRETO(S).
A) I e II, apenas. B) I e III, apenas. C) II e III, apenas. D) III, apenas. E) I, II e III.

Baixar 229.01 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana