Questões sobre psicologia do desenvolvimento



Baixar 386,75 Kb.
Página18/55
Encontro04.03.2018
Tamanho386,75 Kb.
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   55
Emoções congênitas
John B. Watson (1917), no Hospital John Hopkins, observou 3 tipos de reações emocionais nos bebês nesta fase: medo, cólera e amor. Watson apresentou aos recém nascidos estímulos bastante variados, alguns dos quais não produziram o comportamento que normalmente se classifica como emocional. Não alteraram o comportamento dos bebês o fogo, as caretas, os animais, por exemplo.

Watson descreveu o medo como uma reação aos sons altos ou à retirada brusca do apoio corporal no qual era expressado quando o bebê retinha a respiração, tremia, fechava os olhos, apertava os lábios, gritava, chorava e fechava as mãos em forma de garras. A cólera era causada pela retenção dos movimentos espontâneos e era expressada quando braços e pés eram movimentados com violência, a face se contraía e o bebê gritava violentamente. E, o amor era a reação expansiva provocada pelo contato suave, o acalentamento ou o acariciamento de certas zonas corporais expressado pelo relaxamento muscular, com extensão dos braços e dos dedos e respiração arrulhante.

Outros observadores (Ex: Sherman) repetiram as observações de Watson, mas, achando difícil a classificação de Watson, listaram dois tipos de reações básicas: bem-estar físico e mal-estar físico. Bem-estar quando estão satisfeitos e confortáveis, traduzido por relaxamento muscular, arrulhos e sono prolongado em que se nota um esboço de sorriso. Mal-estar quando está com fome, molhado, com frio ou muito agasalhado, com sono ou com alguma dor, traduzido por agitação dos membros, choro, modificação da respiração, etc.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   14   15   16   17   18   19   20   21   ...   55


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal