Psicologia – udc centro Universitário Vila a estudo dirigido – Genética – Foz do Iguaçu-pr profº Ms. Leonardo E. Ferreira



Baixar 37.38 Kb.
Encontro31.08.2019
Tamanho37.38 Kb.

Psicologia – UDC Centro Universitário Vila A

Estudo dirigido – Genética – Foz do Iguaçu-PR

Profº Ms. Leonardo E. Ferreira

1- Analisando-se dois pares de genes em ligamento fatorial (linkage) representados pelo híbrido BR/br, uma certa espécie apresentou a seguinte proporção de gametas:

BR = 48,5%

br = 48,5%

Br = 1,5%

bR = 1,5%

Pela análise dos resultados, pode-se concluir que a distância entre os genes B e R é de:

a) 48,5 morganídeos.

b) 97 morganídeos.

c) 1,5 morganídeos.

d) 3 morganídeos.

e) 50 morganídeos.

2- Os gens a e b encontram-se num mesmo cromossoma, sendo a distância entre eles de 17 unidades. A frequência de gametas AB formados por um indivíduo AB/ab é de:

a) 8,5%


b) 17%

c) 34%


d) 41,5%

e) 83%


3- Se em um mapa genético a distância entre os loci A e B é de 16 morganídeos, qual a frequência relativa dos gametas AB, Ab, aB, ab, produzidos pelo genótipo AB/ab?



4- Frequência de recombinação entre os locos A e B é de 10%. Em que percentual serão esperados descendentes de genótipo AB // ab, a partir de progenitores com os genótipos mostrados na figura?

a) 5% 


b) 90% 

c) 45% 


d) 10% 

e) 20%
5- Em um caso de "linkage", dois genes A e B, autossômicos, distam entre si 20 UR. Considere o seguinte cruzamento: Fêmea (Ab/aB) X Macho (ab/ab) Qual é a frequência esperada de machos com o genótipo AB/ab?


a) 100%

b) 50%


c) 25%

d) 10%


e) 5%
6- Segundo o princípio de Hardy-Weinberg, também conhecido como lei do equilíbrio de Hardy-Weinberg, caso uma população não sofra com mecanismos evolutivos, as frequências gênicas
a) Permanecerão constantes.

b) Sofrerão modificações constantes.

c) Sofrerão mutações.

d) Sofrerão grandes modificações.

e) Aumentarão gradativamente.
7- O princípio de Hardy-Weinberg diz que, caso fatores evolutivos não atuem sobre uma população, as frequências gênicas não se alterarão. Entretanto, esse princípio só se aplica em populações teóricas, uma vez que muitas premissas exigidas não ocorrem na natureza. Analise as alternativas abaixo e marque a única que não indica uma premissa para a demonstração do princípio de Hardy-Weinberg.
a) População pequena.

b) População com mesmo número de machos e fêmeas.

c) Populações com casais igualmente férteis.

d) Cruzamentos ocorrendo de forma aleatória.

e) Ausência de mutações.
8- Uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, formada por 10.000 indivíduos, existem 900 do tipo Rh negativo. Espera-se que o número de indivíduos Rh positivo homozigoto nessa população seja de:
a) 9.100

b) 4.900


c) 4.550

d) 2.100


e) 900

9- Em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, a frequência do alelo autossômico (b) é de 30%. Se essa população for formada por 1000 indivíduos, espera-se que sejam heterozigotos:

a) 700


b) 420

c) 90


d) 49

e) 21


10- Numa população em equilíbrio Hardy-Weinberg a frequência do alelo dominante para um dado locus autossômico é 0,6. Portanto, a frequência dos heterozigotos para este locus será:

a) 0,24


b) 0,48

c) 0,60


d) 1,20

e) 2,40


11- A espécie humana, o albinismo é determinado por um alelo autossômico recessivo. Se em uma dada população em equilíbrio de HardyWeinberg 9% dos indivíduos são albinos, a frequência esperada de heterozigotos normais é

a) 91 %


b) 75%

c) 49%


d) 42%

e) 21%


12- Numa população em equilíbrio de Hardy-Weinberg, as frequências dos genes IA e IB, do sistema ABO, são 0,3 e 0,4, respectivamente. A frequência esperada de indivíduos do grupo sanguíneo O é:

a) 0,3.


b) 0,12.

c) 0,16.


d) 0,09.

e) 0,7.


Considere as seguintes condições que ocorrem em certas populações:

I. Os cruzamentos ocorrem ao acaso.

II. Os genes não sofrem mutação.

III. Ocorrem emigrações e imigrações.

IV. O número de gametas produzidos é variável.

13- A fórmula de Hardy-Weinberg pode ser aplicada em populações que apresentam apenas as condições:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e IV.

d) II e III.

e) III e IV.



14- O daltonismo é causado por um alelo recessivo de um gene localizado no cromossomo X. Em uma amostra representativa da população, entre 1000 homens analisados, 90 são daltônicos. Qual é a porcentagem esperada de mulheres daltônicas nessa população?

a) 0,81 %.

b) 4,5 %.

c) 9 %.


d) 16 %.

e) 83 %.


15- A altura de uma certa espécie de planta é determinada por dois pares de genes A e B e seus respectivos alelos a e b. Os alelos A e B apresentam efeito aditivo e, quando presentes, cada alelo acrescenta à planta 0,15m. Verificou-se que plantas desta espécie variam de 1,00m a 1,60m de altura.

Cruzando-se plantas AaBB com aabb pode-se prever que, entre os descendentes,

a) 100% terão 1,30m de altura.

b) 75% terão 1,30m e 25% terão 1,45m de altura.

c) 25% terão 1,00m e 75% terão 1,60m de altura.

d) 50% terão 1,15m e 50% terão 1,30m de altura.

e) 25% terão 1,15m, 25% 1,30m, 25% 1,45m e 25% 1,60m de altura.

16- Para uma determinada planta, suponha que a diferença entre um fruto de 10cm de comprimento e um de 20cm de comprimento seja devida a dois genes, cada um com dois alelos, que têm efeito aditivo e que se segregam independentemente. Na descendência do cruzamento entre dois indivíduos que produzem frutos com 15cm, espera-se uma proporção de plantas com frutos de 17,5cm igual a

a) 9/16


b) 1/2

c) 3/16


d) 1/4

e) 1/8


17- A massa de um determinado tipo de fruto depende da ação de dois genes A e B, não alelos, independentes e de ação cumulativa (polimeria).

Esses genes contribuem com valores idênticos para o acréscimo de massa. Os genes a e b, alelos de A e B respectivamente, não contribuem para o acréscimo de massa.

O fruto de uma planta de genótipo AABB tem 40 gramas de massa enquanto o de uma planta de genótipo aabb tem 20 gramas.

Determine a massa do fruto de uma planta de genótipo AABb. Justifique sua resposta.



18- Um estudante de 23 anos, doador de sangue tipo universal, é moreno, tem estatura mediana e pesa 85 kg.

Todas as alternativas apresentam características hereditárias desse estudante que são influenciadas pelo ambiente, EXCETO

a) Altura

b) Grupo sangüíneo

c) Cor da pele

d) Peso


19- Em um concurso de cães, duas características são condicionadas por genes dominantes (A e B). O homozigoto dominante para estas duas características recebe mais pontos que os heterozigotos e estes, mais pontos que os recessivos, que ganham nota zero. Um criador, desejando participar do concurso, cruzou um macho e uma fêmea, ambos heterozigotos para os dois genes, obtendo uma descendência com todos os genótipos possíveis.

a) Qual a probabilidade do criador obter um animal com a pontuação máxima? Qual a probabilidade de obter um animal homozigoto recessivo para os dois genes?

b) Considerando que todos os descendentes do referido cruzamento participaram do concurso, e que cada gene dominante contribui com 5 pontos na premiação, quantos pontos devem ter obtido os vice-campeões e os cães classificados em penúltimo lugar?

20- Em camundongos, o tipo selvagem, encontrado comumente na natureza, apresenta pelagem de coloração acizentada (agouti). Duas outras colorações são também observadas: preta e albina.

Observe os dois pares de genes envolvidos e os fenótipos relativos aos tipos de coloração dos camundongos.

A _ B _ = Agouti

A _ bb = Preto

aaB _ e aabb = Albinos

Utilizando essas informações e seus conhecimentos, faça o que se pede.

a) Do cruzamento entre camundongos preto e albino obtiveram-se 100% de camundongos agouti. DÊ os genótipos dos camundongos envolvidos no cruzamento.

b) Do cruzamento de dois camundongos agouti obtiveram-se descendentes na seguinte proporção: 9 agouti: 3 pretos: 4 albinos. CITE todos os genótipos possíveis para os camundongos albinos obtidos e APRESENTE UMA EXPLICAÇÃO para a alteração da proporção 9:3:3:1 (esperada em cruzamento de diíbridos) para 9:3:4.

c) CITE a probabilidade de se obterem camundongos pretos do cruzamento de albinos (duplo homozigotos) com agouti (duplo heterozigotos).

21- Numa dada planta, o gene B condiciona fruto branco e o gene A condiciona fruto amarelo, mas o gene B inibe a ação do gene A. O duplo recessivo condiciona fruto verde. Considerando que tais genes apresentam segregação independentemente um do outro, responda.

a) Como se chama esse tipo de interação?

b) Qual a proporção fenotípica correta entre os descendentes do cruzamento de plantas heterozigotas para esses dois pares de genes?

22- Analisando a via metabólica hipotética, temos que:

O gene A é epistático sobre o gene B e, quando em homozigose recessiva (aa), impede a produção dos pigmentos rosa e vermelho, devido à não produção de enzima X. O gene B, em homozigose recessiva, impossibilita a conversão de pigmento rosa em vermelho. Os genes A e B são dominantes sobre os seus alelos.

Responda:

a) No cruzamento entre indivíduos de genótipos AaBb×aabb, qual será a proporção fenotípica esperada na progênie?

b) Quais são os possíveis genótipos para os indivíduos vermelhos?

c) Quais os fenótipos esperados e suas respectivas proporções em F‚ obtidos a partir de parentais AABB × aabb?



23- Existe um gene em cobaias que suprime o efeito do gene que determina a coloração nesses animais. Esse gene está localizado em um cromossomo diferente daquele em que está o gene que determine a cor do animal. Cobaias albinas homozigotas foram cruzadas e todos os descendentes nasceram pretos. Como isto pode ser explicado, considerando-se que não ocorreu mutação? Justifique.

24- As diversas substâncias ingeridas pelo homem são transformadas em outras, durante os processos metabólicos. Essas transformações são catalisadas por diferentes enzimas. O esquema abaixo representa alguns passos da síntese de melanina.

Com base no esquema e sabendo que indivíduos incapazes de sintetizar a melanina são albinos, julgue os itens seguintes.

(1) Na produção de melanina a partir de fenilalanina, atuam três mRNAs.

(2) Indivíduos albinos podem apresentar homozigose recessiva bb e cc.

(3) Um casal de indivíduos albinos pode ter filhos com pigmentação normal.

(4) O gene B é epistático sobre o gene C.



25- Nos camundongos, a pelagem pode ser aguti, preta ou albina. A figura a seguir mostra as reações bioquímicas envolvidas na síntese de pigmentos.

Com base na figura foram feitas as seguintes afirmações:

I - A formação de qualquer pigmento no pêlo depende da presença do alelo P.

II - Quando animais pretos homozigóticos são cruzados com certos albinos também homozigóticos, os descendentes são todos aguti.

III - Trata-se de um caso de interação gênica do tipo epistasia recessiva.

Pode-se considerar correto o que é afirmado em

a) I, somente.

b) III, somente.

c) I e II, somente.

d) II e III, somente.

e) I, II e III.

26- A cor da pelagem em cavalos depende, dentre outros fatores, da ação de dois pares de genes Bb e Ww. O gene B determina pêlos pretos e o seu alelo b determina pêlos marrons. O gene dominante W "inibe" a manifestação da cor, fazendo com que o pêlo fique branco, enquanto que o alelo recessivo w permite a manifestação da cor.

Cruzando-se indivíduos heterozigotos para os dois pares de genes obtém-se:

a) 3 brancos: 1 preto

b) 9 brancos: 3 pretos: 3 mesclados de marrom e preto: 1 branco

c) 1 preto: 2 brancos: 1 marrom

d) 12 brancos: 3 pretos: 1 marrom

e) 3 pretos: 1 branco

27- Sobre interação gênica, assinale o que for correto.

(01) Ocorre poligenia quando dois genes não-alelos colaboram na mesma característica, completando seus efeitos.

(02) Dois genes não-alelos colaboram na mesma característica, complementando seus efeitos e produzindo um fenótipo igual aos fenótipos produzidos por cada gene isoladamente.

(04) Ocorre poligenia quando um gene tem efeito simultâneo sobre várias características do organismo.

(08) Ocorre epistasia quando um gene, ao invés de determinar uma característica, impede a manifestação de outro gene, não-alelo.

(16) Durante o desenvolvimento do organismo, vários pares de genes não-alelos influem na determinação de uma característica.



28- O esquema abaixo representa o cruzamento artificial (em P) de duas variedades puras de um determinado vegetal, que se reproduz por autopolinização (em F). O caráter em estudo é a cor das flores.

Com base nos resultados, é correto afirmar, EXCETO:

a) Trata-se de um caráter determinado por interação gênica.

b) Os duplos heterozigotos apresentam flores coloridas.

c) Os indivíduos de F, produzem quatro tipos de gametas para o caráter em estudo.

d) A fecundação cruzada das plantas com flores brancas de F‚ produzirá sempre o mesmo fenótipo.



29- Na herança da cor do fruto da moranga, estão envolvidos dois pares de genes A/a e B/b. O gene B produz frutos amarelos, mas, na presença do gene A, ele é inibido e produz frutos brancos, como o seu alelo b. O indivíduo duplo recessivo produz frutos verdes. Uma planta homozigota, produtora de frutos amarelos, é cruzada com outra, produtora de frutos verdes. Uma planta, filha desse cruzamento, que será chamada de planta I, foi cruzada com outra planta, II, produtora de frutos brancos. O cruzamento entre a planta I e a planta II produziu 4/8 de plantas com frutos brancos, 3/8 de plantas com frutos amarelos e 1/8 de plantas com frutos verdes. Responda:

a) Que denominação se dá a este tipo de interação entre os genes A e B?

b) Quais os genótipos das plantas I e II?

30- Em galinhas, a cor da plumagem é determinada por 2 pares de genes. O gene C condiciona plumagem colorida enquanto seu alelo c determina plumagem branca. O gene I impede a expressão do gene C, enquanto seu alelo i não interfere nessa expressão. Com esses dados, conclui-se que se trata de um caso de:

a) epistasia recessiva.

b) herança quantitativa.

c) pleiotropia.

d) codominância.

e) epistasia dominante.



31- Epistasia é o fenômeno em que um gene (chamado epistático) inibe a ação de outro que não é seu alelo (chamado hipostático). Em ratos, o alelo dominante B determina cor de pêlo acinzentada, enquanto o genótipo homozigoto bb define cor preta. Em outro cromossomo, um segundo lócus afeta uma etapa inicial na formação dos pigmentos dos pêlos. O alelo dominante A nesse lócus possibilita o desenvolvimento normal da cor (como definido pelos genótipos B_ ou bb), mas o genótipo aa bloqueia toda a produção de pigmentos e o rato torna-se albino. Considerando os descendentes do cruzamento de dois ratos, ambos com genótipo AaBb, os filhotes de cor preta poderão apresentar genótipos:

a) Aabbe AAbb.

b) Aabbe aabb.

c) AAbbe aabb.



d) AABBe Aabb.

e) aaBB, AaBBe aabb.

Baixar 37.38 Kb.

Compartilhe com seus amigos:




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa