Província da África Austral – Sector de Moçambique


O místico vive na intimidade do Senhor



Baixar 352,92 Kb.
Página70/72
Encontro28.11.2019
Tamanho352,92 Kb.
1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   72
O místico vive na intimidade do Senhor

Escutávamos e dialogávamos com o apresentador e sentíamos que suas palavras eram verdade, mas ao mesmo tempo um grande desafio. Que significa ser místico? Que significa ser homem espiritual? Pudemos entrever, com algumas referências a Água da Rocha que o místico e homem espiritual é aquele que “mergulha” em Jesus, que se alimenta da sua palavra e do seu corpo, que é capaz de passar longas horas de intimidade com o Senhor. Nessa intimidade toma raiz toda a força do nosso apostolado. Porque o místico não se separa do mundo. Penetra nele levando-lhe a força transformadora do Evangelho. Compreendíamos então melhor a afirmação tantas vezes repetida de que a nossa espiritualidade é apostólica. É apostólica, porque à semelhança dos apóstolos, cheios do Espírito de Deus (místicos, de fato) ela leva Deus ao mundo e traz o mundo a Deus. O místico não se sente deslocado no mundo: pelo contrário, ajuda a transformar o mundo graças à força do Espírito que o habita. Foi esta força que levou os apóstolos aos diferentes cantos do mundo para proclamar Jesus, para torná-lo conhecido e amado. Estamos no coração da nossa espiritualidade.

O que é interessante é que é o Espírito que nos conduz nessa dupla direção: a intimidade com Jesus (mística) e a realização apostólica (apostolado). Ou por outras palavras: da oração nasce o apostolado, o apostolado é fecundado pela oração. Ainda aqui, Basílio era um exemplo para todos nós: foi um homem que amou profundamente a Igreja, foi um homem que sonhou a abertura da Congregação ao mundo moderno para responder da melhor maneira às suas necessidades. Mas se assim sonhava é porque era possuidor de uma fé profunda, de uma esperança sem limites, de um amor a toda a prova. Numa palavra era um místico que soube criar harmonia onde existiam divisões, tensões, violência, conflitos. A força para tal encontrava-a em Deus, nas longas horas de oração junto a ele.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   72


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal