Província da África Austral – Sector de Moçambique


Reflexão pessoal sobre Água da Rocha



Baixar 352,92 Kb.
Página60/72
Encontro28.11.2019
Tamanho352,92 Kb.
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   72
53. Reflexão pessoal sobre Água da Rocha
Espiritualidade marista: uma espiritualidade de entusiasmo e compaixão
WEB PAGE 01/04/2009
Nos dias 7 e 8 de março de 2009 os Irmãos Maristas em Tamilnadu, na Índia, estiveram reunidos no Centro de espiritualidade carmelitano para dois dias de apresentações sobre a Espiritualidade marista. Durante estes dois dias, todas as nossas reflexões e partilhas estiveram baseadas no nosso documento Água da rocha. Um comentarista nos ofereceu profundas reflexões sobre a nossa espiritualidade, através de apresentações utilizando recursos audiovisuais e uma explanação inspirada. Ao final da apresentação, nos sentimos revigorados e renovados em nossa fé e em nossa vocação marista. Tivemos as nossas dúvidas esclarecidas e nossas mentes iluminadas, para continuarmos nossa caminhada marista com nova esperança de um mundo novo.

O que é espiritualidade marista? Como é dito em Água da rocha, “a história de nossa espiritualidade é feita de entusiasmo e de compaixão” (n° 1) e “ela é uma história de homens e mulheres que descobriram uma sede que apenas Deus pode saciar” (n° 43). Sim, é o nosso desejo do reino de Deus que nos leva a estarmos próximos das pessoas em nossas comunidades e em nossas sociedades. Nossa sede vem em conseqüência do dom feito a Marcelino e que chega até nós, e que é saciada por Deus, para que nos tornemos “água viva” para os outros.

Aqui eu gostaria de salientar as duas palavras “entusiasmo e compaixão”, que nos dão uma clara idéia de nossa espiritualidade. Elas são os dois lados da mesma moeda. Em sua carta, são Tiago nos diz que “a fé sem as obras é morta”. Entusiasmo sem compaixão pelo povo de Deus e compaixão sem entusiasmo por Deus não produzem frutos. A cada dia a Eucaristia nos fala desta atitude e nos lembra que devemos nos romper e nos partilhar com os outros. Por esta razão, cada irmão e leigo maristas oferecem sua ajuda aos necessitados, com entusiasmo e compaixão inscritos em seus corações e mentes, tornando-se Eucaristia para os outros.

As pessoas atualmente estão sedentas de diferentes coisas em suas vidas. Quase todos os homens e mulheres buscam por um sentido na vida ou tentam dar um significado à sua existência. Ao mesmo tempo em que algumas pessoas têm sede de justiça, de liberdade e de paz, outros buscam por Deus em suas experiências diárias, em suas próprias vidas. Isto testemunha o fato de que somente Deus pode saciar a nossa sede.

Através da vida de Jesus e de seus discípulos podemos aprender que somos dependentes de Deus em cada momento de nossas vidas. Jesus, como o mais perfeito modelo, nos ensina a beber a água que provém da fonte de Deus e se torna a “água viva” para os outros. Bebendo a água da fonte de Deus e convidando os outros a fazerem o mesmo e se tornarem uma fonte de água viva para os outros, vivemos a nossa espiritualidade que é ao mesmo tempo mariana e apostólica. Que nós tenhamos a nossa vida ancorada em Jesus, para que sejamos os ramos da vinha, que é o próprio Deus.

___________________


Por Ir. Rajakumar. S
Índia, 14 de março de 2009





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   56   57   58   59   60   61   62   63   ...   72


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal