Província da África Austral – Sector de Moçambique


Carta aos participantes do Seminário sobre a Espiritualidade marista



Baixar 352.92 Kb.
Página44/72
Encontro28.11.2019
Tamanho352.92 Kb.
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   72
42. Carta aos participantes do Seminário sobre a Espiritualidade marista
Animadores leigos e irmãos maristas na África e Madagáscar
web page 31/10/2008
Entre os dias 18 e 31 de setembro se reuniu, em Nairobi, um grupo de leigos e irmãos que participou de um seminário, sob a orientação dos irmãos Teófilo Minga e Pau Fornells. Este seminário teve como objetivo primário preparar animadores leigos Marista, sobretudo na perspectiva da espiritualidade marista. Os participantes no seminário eram 22, de 12 países da África. Abaixo reproduzimos a carta que o Ir. Peter Rodney (Conselheiro Geral e Presidente da Comissão de Vida Religiosa) enviou aos participantes do encontro.

Para todos os Irmãos e Leigos reunidos em Nairobi: saudações de Roma.
Durante vários anos o Conselho geral teve um sonho. Queríamos reunir Maristas dos mais variados cantos de África e oferecer-lhes a oportunidade para aprofundar o tema da espiritualidade, e, de um modo especial, a espiritualidade Marista. Tudo isso nos pediu vários anos de trabalho preparatório; o seminário foi adiado algumas vezes, mas finalmente pode realizar-se. E eis que agora está prestes a concluir-se.

O Irmão Seán e todo o Conselho geral agradecem a cada um de vocês a vossa presença neste seminário; para isso puseram de lado compromissos, tanto familiares como profissionais. Apreciamos, de um modo particular a capacidade, a dedicação e a espiritualidade profunda do grupo de trabalho que esteve convosco estes dias. Queremos agradecer publicamente aos Irmãos Teófilo, Pau, Mario e Christian. Sem o apoio desses Irmãos o seminário não teria sido possível. Por outro lado sem o apoio financeiro de Missio - Aachen, o seminário também não se teria realizado. A todos dizemos obrigado do fundo do coração e reconhecemos a sua generosidade e o seu compromisso na formação espiritual de todos os presentes. Esta oportunidade foi uma bênção para África.

Nestes últimos dias ao rezar por todos vós, recordei-me da história dos discípulos de Emaús [Luke 24: 13-35]. É uma história muito humana; frequentemente encontramos aí as nossa própias emoções. Os discípulos começaram a viagem um pouco confundidos e perdidos. Talvez se tenham sentido assim quando fortam escolhidos para este seminário em Nairobi. Estavam confundidos porque, entre tantos, vocês foram os escolhidos. Talvez se tenham perguntado: que vamos fazer a Nairobi? Que esperará de nós a província quando regressarmos aos nossos respectivos países?

À medida que os dias do seminário iam avançando, provavelmente descobriram que Jesus (Maria e Marcelino) estavam convosco quando compartillhaveis a vossa experiência e a vossa espiritualidade. Certamente os líderes do seminário partilharam convosco muitas coisas; mas, ai mesmo tempo, tereis encontrado outros Maristas no vosso meio. Os discípulos de Emaús reconheceram Jesus na fracção do pão. Estou convencido de que tereis reconhecido outros Maristas durante o vosso seminário. E tereis descoberto também a comunhão e a fraternidade que vos unem a todos eles. Isso é o que nós chamamos o espírito de família Marista. Lucas diz-nos que os olhos dos discípulos se “abriram.” Essa foi talvez, também, a vossa experiência: deram-se conta de um mundo Marista muito mais amplo, com uma espiritualidade rica e com actividades apostólicas muito variadas. Em todo esse trabalho apostólico muitas coisas maravilhosas acontecem diariamente. E tudo para o bem estar e para a promoção de milhares de jovens africanos. Talvez os vossos olhos se tenham aberto à espiritualidade e à missão que os Irmãos Maristas compartilham com tantos leigos Maristas. Todos trabalhamos para o Reino: o nosso papel e a nossa responsabilidade são distintos, mas complementares.

A história de Emaús termina dizendo que os discípulos tinham o “coração ardendo dentro deles”. E isso porque tinham encontrado Jesus. Correram, então, depressa para Jerusalém para compartilhar com os outros discípulos a experiência que tinham vivido. Ao rezar por vós, eu penso nessa conclusão. Rezo para que o que viveram juntos nestes últimos dias tenha feito “arder” os vossos. E assim com o vosso “coração ardente” sintais o desejo de compartilhar com outros maristas o que aprenderam e viveram em relação com as espiritualidade Marista. Espero que o seminário vos tenha conduzido realmente a este ponto: querer compartilhar com outros a rica experiência que viveram estes dias.

Quando os discípulos de Emaús voltaram a Jerusalém não fizeram grandes coisas: partilharam com os outros, de um modo muito simples a esperiência que tinham vivido. Eles não ensinaram nem instruíram. Partilharam apenas. E qual foi a resposta a essa partilha? Os outros responderam: estamos de acordo convosco, porque o que vocês descrevem é também a nossa experiência. Não era um grupo que ensinava outro grupo. Era antes um grupo que partilhava com outro grupo a experiência que tinham vivido. As suas palavras tinham “tocado” outras pessoas, porque eram palavras verdadeiras também para eles.

Que tudo aquilo que vocês planejaram seja abençoado. Que as vossas palavras encontrem uma ressonância nas vidas de outros Maristas na vossa Província, comunidade, escola. Que as vossas palavras “abram” outros olhos e façam “arder” outros corações de zelo apostólico.

Que Jesus que estava no meio dos discípulos de Emaús esteja convosco. Que São Marcelino e os Primeiros Irmãos cuja espiritualidade vocês compartilharam durantes estes dias, estejam tambem convosco. Maria, nossa Boa Mãe, fará tudo aquilo que ela pode fazer para proteger a sua família Marista. Que Ela esteja também com todos vós.

Deixo-vos com a minha oração fraterna e com os meus melhores desejos

__________________
Irmão Peter Rodney, Presidente da Comissão de Vida Religiosa



Baixar 352.92 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   40   41   42   43   44   45   46   47   ...   72




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa