Província da África Austral – Sector de Moçambique


Água da Rocha - Noviciado de Medellín



Baixar 352,92 Kb.
Página20/72
Encontro28.11.2019
Tamanho352,92 Kb.
1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   72
19.Água da Rocha - Noviciado de Medellín
Caminhamos na fe, como irmãos e irmãs
WEB PAGE 10/06/2008
Ao ler e analisar alguns números do segundo e terceiro capítulo, do documento “Água da Rocha”, quisemos plasmar certas ideias que, assim o cremos, são importantes, dentro do estudo do documento, procurando assim, fortalecer a nossa Espiritualidade e nos tornarmos mais conscientes de toda a riqueza herdada de Marcelino e dos primeiros irmãos.

Segundo capítulo

Encontramos aqui um convite muito forte a cultivar uma atitude de abertura que nos permita estar atentos ao que o Espírito nos inspira, tal como o fazia Maria, que acolhia e meditava, em seu coração os ensinamentos de Jesus. Sentimo-nos chamados, também a levar a nossa missão à oração para dar harmonia e equilíbrio a nossa vida; assim a missão nos comprometerá cada vez mais com as pessoas cm quem trabalhamos. Deixamo-nos moldar pelo Espírito: a leitura atenta dos acontecimentos é a fonte que nos inspira o caminho a seguir. Foi assim que Marcelino soube ler o que Deus queria dele, através do encontro com João Baptista Montagne.

Ao longo da nossa história os seguidores de Champagnat serviram-se de diversos meios que alimentaram a sua vida espiritual permitindo-lhes, de esse modo, crescer em santidade. No nosso tempo existem algumas práticas essenciais para cultivar a nossa vida de fé como maristas. Eis as que o documento nos oferece:

Lectio divina ou meditação da palavra de Deus que nos convida a ler a nossa história pessoal como história de salvação. A oração pessoal e comunitária, através da qual pomos todo o nosso ser nas mãos do Senhor, partilhamos a missão, os sonhos, anelos, etc. A revisão dla jornada, para descobrir a presença de Deus no nosso caminhar. A fé partilhada : nela nos apoiamos e enriquecemos mutuamente. O acompanhamento para discernir a presença de Deus no nossa vida quotidiana e fortalecer assim o nosso desenvolvimento humano e espiritual. A celebração da Eucaristia e da reconciliação, como elementos que permitem descobrir Jesus presente no nosso meio e nos impulsam à missão: “reunidos, abençoados, partidos e oferecidos”.

Orientamos a seguinte reflexão com esta frase: “Agradecemos Aquele que nos abençoou”. É preciso saber que Deus vai trabalhando em nós. Nos momentos de solidão cultivamos a nossa vida interior para ler a nossa história com olhos diferentes. Finalmente sentimo-nos chamados ao serviço identificando-nos com Cristo.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   16   17   18   19   20   21   22   23   ...   72


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal