Província da África Austral – Sector de Moçambique


Curso de espiritualidade marista no noviciado de Medellín



Baixar 352,92 Kb.
Página17/72
Encontro28.11.2019
Tamanho352,92 Kb.
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   72
16. Curso de espiritualidade marista no noviciado de Medellín
Caminhamos na fé, como irmãos e irmãs
WEB PAGE 26/05/2008
O curso que o Irmão Teófilo nos deu no Noviciado de Medellín-Colômbia, dias 24 a 27 de Abril, ajudou-nos a compreender melhor alguns aspectos do livro Água da Rocha, recentemente publicado. Um pouco a esmo mencionaríamos algumas ideias que colhemos ao longo dó curso e, no nosso parecer, são importantes.

Caminhamos a partir da nossa Espiritualidade Marista e a partir das experiências que ela nos faz viver questionamos o nosso próprio ser. Então Deus aparece como resposta a esses questionamentos existenciais e impulsa-nos a viver a fé dando um valor primordial à Eucaristia e à partilha fraterna. Redescobrimos então o Espírito de “La Valla”.


Na caminhada que fazemos ao longo da nossa vida mantemo-nos em atitude de busca constante nas diferentes etapas da vida. Essas etapas permanentemente nos convidam a um esforço para encontrar a felicidade. Caminhamos para essa felicidade servindo-nos das práticas que o nosso livro Água da Rocha nos fornece (cf AdR, 80-87) para desenvolver o nosso discernimento existencial e a descoberta da nossa própria realidade.
Nessa caminhada descobrimos o mistério de Cristo. Descobrimos também um Deus que está sempre presente nas nossas vidas como esteve na de Maria, Na Anunciação Maria acolhe a palavra, escuta-a, põe-na em prática tornando-a vida logo a seguir na Visitação. O mesmo convite nos é feito a nós que queremos viver a Espiritualidade Marista: ao acolher a Palavra e ao meditá-la descobrimos a vontade de Deus e damo-nos conta da sua misericórdia para nós, seus filhos e suas filhas.

Somos símbolo de comunhão e de doação pessoal, reunido-nos para criar família, apoiando-nos mutuamente em solidariedade, ao estar unidos em Cristo com os outros. Marcelino em seu testamento espiritual convida a nos amarmos uns aos outros como Cristo nos amou. E em Cristo descobrimos também o impulso para a missão que nos une comunitariamente. Assim unidos compartimos como irmãos e irmãs o mistério da Trindade.

Seguindo os ensinamentos de Marcelino ao formar comunidades para a missão, experimentamos em nossas vidas a fraternidade e a simplicidade virtudes tão tipicamente maristas. Marcelino também nos convida a contemplar Maria e a descobrir nela a prática das virtudes como expressão de seu amor a Deus e de seu amor aos outros.

A Comunidade torna-se assim um espaço decisivo para que cada um de nós cresça e receba apoio, consolo e alento; então podemos exprimir o amor de Deus como Maria tornando-nos sinais vivos da ternura do Pai (cf AdR, 102, 137).

________________
Noviciado Interprovincial “La Valla”
Medellín – Colombia, 27 de Abril de 2008

Rafael Sandoval


Luís Carlos Potosí
Orlando Muñoz
Renault Sindor
Javier Hernández




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   13   14   15   16   17   18   19   20   ...   72


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa