Proposta preliminar de implantaçÃo de política sobre drogas psicoativas na unicamp



Baixar 59,47 Kb.
Página2/5
Encontro17.10.2018
Tamanho59,47 Kb.
1   2   3   4   5

Prevenção primária


Constituída de ações antecipatórias que visam diminuir a probabilidade do início ou do desenvolvimento de uma condição. No domínio das substâncias psicoativas, o objetivo é impedir que se produza um consumo problemático antes mesmo do primeiro uso. Incluem-se aqui a educação para a promoção da saúde, a informação e medidas sociais e legais.

Prevenção secundária


Consiste em intervenções para se evitar que um estado de dependência se estabeleça. Este tipo de trabalho é definido como uma intervenção especializada endereçada a pessoas que já manifestaram sinais de uma certa dificuldade com as substâncias psicoativas, em razão de um uso impróprio ou nocivo, dirigindo-se portanto a uma população bem definida, ou seja , àquela que dá sinais de excessos esporádicos ou abuso momentâneo. Aqui incluem-se o diagnóstico precoce, orientação dirigida e a intervenção na crise.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal