Proposta pedagógica curricular disciplina: educaçÃo física



Baixar 80 Kb.
Página1/2
Encontro30.09.2018
Tamanho80 Kb.
  1   2




COLÉGIO ESTADUAL MANOEL RIBAS – ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

AV. BRASIL, 05 – HARMONIA – TELÊMACO BORBA – PARANÁ

CEP. – 84.275.000 - FONE – FAX – 42-3272-3699



PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR


DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA

  1. APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA

A Educação Física vem apresentando mudanças significativas durante a história. Estas mudanças são de origem conceitual, organizativa e de percepção do seu objeto de estudo, refletindo as características das relações entre o homem e a sociedade em diferentes momentos e lugares, abrangendo as concepções de saúde, estética e lazer. Por isso essa área do conhecimento representou diferentes papeis e adquiriu diferentes significados, conforme o momento histórico.

A Educação Física já foi considerada exclusivamente um meio de preparar corpos fortes e saudáveis prontos para a defesa da nação, ou então, para bater novos recordes esportivos a partir dos mais talentosos fisicamente, reduzindo-a a uma mera atividade, sem objetivos e conteúdos que justificassem sua permanência nos currículos escolares.

Esta prática do conhecimento até a década de 80 é tratada unicamente como atividade prática, porém passa a incorporar os pressupostos teórico-filosófico que reconhecem seu caráter político, social e cultural, deixando de ter como pilares básicos o higienismo e o militarismo, que sempre serviram como elementos norteadores, demonstrando, assim, que a crise serviu como estímulo para a busca da superação dessas concepções conservadoras.

Assim, ao analisarmos as abordagens teóricas que sustentaram a Educação Física Escolar no Brasil, destacamos nesta proposta uma visão mais ampla da Educação Física que não entende a disciplina como tão somente o treinamento do corpo, sem reflexão alguma, mas o de garantir o acesso ao conhecimento e à reflexão crítica através das diferentes manifestações corporais.

A Educação Física na educação básica pretende refletir sobre as necessidades atuais de ensino superando uma visão fragmentada do homem. Permite uma abordagem biológica, antropológica, psicológica, fisiológica e política das práticas corporais, justamente por sua constituição interdisciplinar. Porém, não pode ser um apêndice das demais disciplinas e nem um momento subordinado e compensatório para as durezas das aulas em salas.

A Educação Física é parte de projeto geral de escolarização. Se a atuação do professor é na quadra e em outros lugares da escola, seu compromisso é com a escola, com o projeto de escolarização ali instituído sempre em favor da formação humana, propiciando uma Educação voltada para uma consciência crítica, onde o trabalho é uma dos princípios fundantes das reflexões nestas diretrizes curriculares.

É necessário entender a Educação Física como parte integrante de uma totalidade composta por interações que se estabelecem na maturidade das relações sociais, políticas, econômicas e culturais dos povos.

Sendo assim, o papel da Educação Física será o de transcender aquilo que se apresenta como senso comum desmistificando formas já arraigadas e equivocadas sobre o entendimento das diversas práticas e manifestações corporais. Desse modo prioriza-se a construção do conhecimento produzidos pela humanidade e suas implicações para a vida.

Portanto os conteúdos da Educação Física, esporte, jogos, ginástica, dança e lutas, devem ter um compromisso firmado com uma Educação Física transformadora visando a modificação das relações sociais do educando, onde a abordagem dos conteúdos deve destacar:



  • a ampliação do campo de intervenção da Educação Física, para além da motricidade;

  • os conteúdos que sejam relevantes e que estejam de acordo com a capacidade do aluno;

  • as práticas corporais tendo como princípio básico o desenvolvimento do aluno como um todo;

  • superação da educação Física como mera atividade de “prática pela prática”

  • a integração no processo pedagógico como elementos fundamentais para o processo de formação humana do aluno;

  • propiciar ao aluno a visão critica do mundo e da sociedade onde vive;

Sendo assim, através dos conteúdos propostos pela Educação Física tem a função social de contribuir para que os alunos se tornem sujeitos capazes de reconhecer o próprio corpo, ter autonomia sobre ele, e adquirir uma expressão corporal consciente.






  1. Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
Conselho nacional
terapia intensiva
ensino médio
oficial prefeitura
Curriculum vitae
minas gerais
Boletim oficial
educaçÃo infantil
Concurso público
seletivo simplificado
saúde mental
Universidade estadual
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
assistência social
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
outras providências
recursos humanos
Dispõe sobre
secretaria municipal
psicologia programa
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
Corte interamericana
Relatório técnico
público federal
Serviço público
língua portuguesa