Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait



Baixar 3,13 Mb.
Página275/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   271   272   273   274   275   276   277   278   ...   295

9.3. Dimensões

Conforme estabelece o Artigo 3º da presente Lei do SINAES, dez dimensões institucionais devem ser consideradas na avaliação da qualidade de uma Instituição de Ensino Superior (IES), que, resumidamente são: a missão e o plano de desenvolvimento institucional; a política de ensino, pesquisa, extensão e pós-graduação; a responsabilidade social da instituição; a comunicação com a sociedade; as políticas de pessoal; organização da gestão da instituição; infraestrutura física; planejamento e avaliação; políticas de atendimento aos estudantes; sustentabilidade financeira e outras que a instituição julgar relevantes a sua característica. Então, a partir desse momento, os princípios norteadores dessas dimensões devem balizar a elaboração do Projeto de Autoavaliação da Instituição.

Os princípios mais importantes da Autoavaliação Institucional que explicam a natureza deste processo, sua necessidade para o desenvolvimento institucional e razão de ser, são expressas pelos objetivos fundamentais de Auto-Referência, Auto-Análise e Auto-Desenvolvimento.

Priorizando os indicadores internos que são relevantes para desenvolvimento da instituição, os objetivos a serem atingidos de acordo com a metodologia de pesquisa adotada são identificar, analisar e entender a realidade institucional utilizando-se de indicadores internos e externos, com ênfase nos indicadores internos, construídos de forma participativa e valorizando a análise histórica de outros momentos avaliativos vividos na instituição.

Como instituição que se propõe a viver um processo de Autoavaliação Institucional a FAIT planeja as etapas desse processo a fim de alcançar sucesso, sendo estas: preparação; elaboração do projeto; de organização do processo; de condução do processo; resultados e informes; validação e plano de ações.

Compreende-se a Autoavaliação Institucional como mecanismo de produção, desenvolvimento científico e de juízo de valor sobre a faculdade, o processo avaliativo, as relações humanas institucionalizadas, dentre outros. Tem caráter pedagógico, formativo, pois é uma experiência social significativa que forma valores e promove mudança da cultura avaliativa, potencializando o desenvolvimento humano e institucional. A ênfase do processo avaliativo é qualitativa, pois tem o propósito de entender processos de construção da realidade de um grupo social mediante coleta e interpretação em profundidade e detalhada a fim de detectar comportamentos sociais e práticas cotidianas. A técnica qualitativa é combinada à quantitativa através da utilização de dados secundários sobre a Faculdade e seus membros. O princípio da flexibilidade é assegurado em um processo qualitativo como o proposto neste trabalho, uma vez que ajustes durante o processo se fazem necessários, evidentemente sem comprometer os propósitos maiores do processo avaliativo.







Compartilhe com seus amigos:
1   ...   271   272   273   274   275   276   277   278   ...   295


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal