Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait


POLÍTICAS DE EXTENSÃO E AÇÕES ACADÊMICO-ADMINISTRATIVAS PARA A EXTENSÃO



Baixar 3,13 Mb.
Página195/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   191   192   193   194   195   196   197   198   ...   295

3.16. POLÍTICAS DE EXTENSÃO E AÇÕES ACADÊMICO-ADMINISTRATIVAS PARA A EXTENSÃO


A Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva assume como política institucional integrar, de forma efetiva e permanente, as atividades de extensão às suas propostas de ensino e de pesquisa para que o tripé das grandes funções das instituições de ensino superior possa corresponder às necessidades e possibilidades de cada instituição envolvida, da realidade local e regional e da sociedade como um todo, unindo por objetivos comuns as suas comunidades interna e externa com benefícios para ambas.

Para isso, a FAIT realiza ações que promovam a participação da população nas atividades acadêmicas, como objeto ou recurso de aprendizagem, objetivando o diálogo, a troca, em busca de conquista e benefícios aferidos a partir de procedimentos técnico-científicos que possam contribuir para o êxito das atividades acadêmicas e a melhoria do padrão de vida social, cultural, intelectual e espiritual de todos os envolvidos.

Para cumprir suas políticas de extensão propõe preparo permanente de docentes e discentes no sentido de identificar campos, comunidade e estratégias para ações extensionistas que possam disseminar novos conhecimentos, novas interpretações e formas de intervenção em realidades estudadas.

Consideradas como troca de relações e serviços entre comunidade externa e a Faculdade, as atividades de extensão desenvolvem-se a partir de propostas bilaterais: a Faculdade oferecendo seus serviços para o aperfeiçoamento da comunidade externa e esta contribuindo para a busca da excelência e adequação das propostas e da ação da comunidade acadêmica interna, prevendo trocas recíprocas nas áreas de ensino e de pesquisa.

Assim as diretrizes voltam-se para:



  • articular o diálogo com a sociedade, para que as ações e transformações aconteçam reciprocamente;

  • integrar o ensino, a pesquisa e a extensão, para que as ações extensionistas tenham consonância com as ações acadêmicas;

  • utilizar distintas modalidades e meios de atividades de extensão, sob a forma de serviços, programas institucionais, de intervenção educativa, atividades culturais, entre outras;

  • integrar a Faculdade no contexto social, sendo base para a produção do saber, recolhendo insumos para a constante revisão, revitalização e aperfeiçoamento da ação acadêmica.

Norteiam as atividades extensionistas, os seguintes princípios:


1   ...   191   192   193   194   195   196   197   198   ...   295


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal