Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait


INOVAÇÕES PEDAGÓGICAS SIGNIFICATIVAS



Baixar 3,13 Mb.
Página183/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   179   180   181   182   183   184   185   186   ...   295

3.6. INOVAÇÕES PEDAGÓGICAS SIGNIFICATIVAS

As inovações se refletem nas diferentes perspectivas, mas particularmente na eliminação da rigidez estrutural das matrizes curriculares, mediante a redução, ao máximo, dos pré-requisitos e na inclusão de disciplinas de eixos integradores e de Disciplinas Optativas e Eletivas. As disciplinas Optativas visam fornecer subsídios complementares à formação acadêmica do aluno. Sua previsão nas estruturas curriculares busca garantir uma margem mais ampla de escolha do aluno quanto aos conhecimentos, competências e habilidades que deseja construir em seu processo de formação. A disciplina de LIBRAS, conforme dispõe a Lei Nº 10.436, de 24 de Abril de 2002, é um exemplo de disciplina optativa oferecida a todos os alunos da instituição.

A integralização curricular ocorre no regime de matrícula semestral, caracterizado pela oferta de disciplinas, distribuídas por semestres. No que diz respeito aos pré-requisitos, é considerado até quando se constituem um elemento indispensável ao desenvolvimento dos estudos, de forma a não impedir o movimento dinâmico do cumprimento do estabelecido no plano de execução curricular do curso.

As Atividades Complementares inseridas nas integralizações de todos os cursos se apresentam como uma parcela da carga horária do curso – componentes curriculares obrigatórios, além de constituírem mecanismos para introduzir a flexibilidade também proporcionam oportunidades diferenciadas, na medida em que permitem o reconhecimento de atividades enriquecedoras e complementadoras do perfil do egresso.

Ainda, com relação as disciplinas optativas e eletivas, os Núcleos Docentes Estruturantes de cada curso observam e implementam alterações das matrizes curriculares, entre outras atividades, visando a inclusão de disciplinas optativas, de acordo com as áreas de conhecimento e às necessidades para formação de um perfil do egresso capaz de se inserir com sucesso, não apenas no mercado de trabalho, mas também no contexto local, regional e mundial, posto que, as competências e habilidades requeridas na formação humana está em constante transformação. Os NDEs e as Coordenações de Curso estão atentos ainda, aos resultados apresentados do Enade, buscando verificar os conteúdos requeridos e, faz a discussão destes sobre as ementas das matrizes curriculares em vigor. Busca, desta maneira, a inserção dos temas abordados à formação do profissional direcionado a todas as instâncias do Brasil.

Finalmente, a flexibilidade curricular implica na operacionalização de um currículo em que o formando tenha diferentes perspectivas na sua trajetória acadêmica, permitindo-lhe condições para avançar quando demonstrar condições para isso ou ter estudos de complementação necessários ao desenvolvimento dos perfis próprios das áreas de conhecimentos científicos e/ou profissionais, quando necessário. Para isso a IES oportuniza aos mesmos oportunidades diferenciadas de integralização curricular, podendo o mesmo cursar parte das disciplinas obrigatórias em outros cursos oferecidos pela FAIT ou por outras Instituições de Ensino Superior, dentro e fora do país, através da realização de Aproveitamento de Estudos, no nível de formação. Existe também a possibilidade de aproveitamento de Estudos de estudos e análise de competências realizados anteriormente em outra matriz desde que atendam as normativas institucionais (equivalência de ementas e carga horária).

Além disto, em relação a inovação, os cursos, através do NDE, frequentemente atualizam suas matrizes curriculares, incorporando disciplinas mais focadas com o perfil do egresso e a prática profissional regional e do Brasil, bem como ouvindo os alunos egressos, alguns dos alunos atuais e todos os professores na formulação destas novas matrizes, para que se obtenha uma interdisciplinaridade dos saberes, atendendo assim necessidades e expectativas da comunidade acadêmica. Assim, as novas matrizes serão sempre inovadoras, e este é o que tem sido comentado pelos alunos que reconhecem neste fato grande melhorias dos cursos. As novas matrizes trazem flexibilidade no tocante às disciplinas, em cada curso, o que permite desenvolver um plano de ensino-aprendizagem específico para cada semestre, se necessário, relativo a alguma alteração da profissão ou outro assunto não contido em disciplinas específicas. Esta é principal flexibilidade que deixam uma abertura/possibilidade para inclusão de novas ementas, garantindo qualidade na formação.

Ainda como inovação, a FAIT tem como prática, a reunião mensal da coordenação de cursos com os líderes das turmas, intitulado Programa AMIs - Agentes Multiplicadores de Informações, indicando a gestão participativa a que se propõe, visando a flexibilidade do ensino, embora nos demais momentos o corpo diretivo também esteja disponível.

A FAIT oferece ainda, nesta esfera os Projetos Paralelos Integradores e o Projeto Florescendo que são projetos realizados pelos alunos, contendo temas que merecem ser aprofundados além das aulas, dada a relevância dos assuntos para a formação do futuro profissional, ou ainda envolvendo assuntos reais existentes na vida dos alunos, e na comunidade, que mereçam ser estudados, aprofundados e analisados.





Compartilhe com seus amigos:
1   ...   179   180   181   182   183   184   185   186   ...   295


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal