Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait



Baixar 3,13 Mb.
Página178/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   174   175   176   177   178   179   180   181   ...   295

3.4.9. Intersubjetividade

A intersubjetividade, no processo de construção do conhecimento, é um dos pressupostos epistemológicos mais importantes da ciência atual. Para Vasconcellos (1998), trata-se do reconhecimento da impossibilidade de um conhecimento objetivo do mundo. Inter é uma palavra latina que significa “entre” e subjetividade é uma palavra que se refere aos sujeitos. Assim, intersubjetividade significa relação entre sujeitos.

Um dos aspectos teóricos mais importantes na construção do conhecimento está na compreensão do relacionamento mútuo entre observador e objeto observado, na percepção de que o ato de observação altera a natureza do objeto. Sabemos que o conhecimento do objeto depende do que ocorre dentro do sujeito, depende de seus processos internos, das interações, das relações entre ambos.

Desta forma, consolidava-se uma das grandes contribuições da Física Quântica voltada para passagem da ciência objetiva para uma ciência sistêmica. Esta explica que o conhecimento surge de uma relação indissociável entre sujeito observador, objeto observável e processo de observação; promovendo, assim, a reintegração do sujeito do processo de construção do conhecimento, do qual participa com toda a sua inteireza, com toda a sua história de vida, sem separar o mental do físico, a razão da emoção, o fato da fantasia, o passado do presente e do futuro.

Surgiu então uma ciência sistêmica que vê o conhecimento como parte indissociável de uma relação de interpenetração, de interligação, existente em todos os fenômenos da natureza. Com isto, a ciência passou a reintegrar o sujeito considerado o grande esquecido das ciências e da maior parte das epistemologias, nas palavras de Morin (1996). Assim, o conhecimento não provém somente do objeto externo e nem do sujeito ou apenas da racionalidade interna do sujeito, mas das interações que acontecem entre ambos.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   174   175   176   177   178   179   180   181   ...   295


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal