Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait



Baixar 3,13 Mb.
Página174/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   170   171   172   173   174   175   176   177   ...   295

3.4.5. Complexidade do Conhecimento


Na prática, a transdisciplinaridade só pode ser plenamente compreendida à luz do pensamento complexo – um de seus pilares, pois podemos dizer que a complexidade está no fato de que o todo possui qualidades e propriedades que não se encontram em nível das partes (disciplinas ou unidades curriculares) consideradas isoladamente (MORIN, 1996). É um conceito que explica que a maior parte dos sistemas naturais, sejam eles biológicos, psicológicos, socioeconômicos e culturais, é reconhecidamente complexa. Assim, a complexidade também se constitui em uma das bases epistemológicas deste projeto porque ela está presente em todo processo de construção do conhecimento e na aprendizagem, e influencia a nossa lógica ao fazer com que a certeza negocie com a incerteza.

Para Morin (2002), o grande desafio da complexidade reside no duplo desafio da religação e da incerteza, lembrando que é preciso religar o que antes era separado e fazer com que a certeza interaja com a incerteza.

Em relação à aprendizagem e ao conhecimento, um dos aspectos fundamentais da educação atual é aprender a integrar e não apenas separar. Ao mesmo tempo, é importante saber ou aprender a problematizar. É preciso saber integrar disciplinas, conceitos, sujeitos, mantendo nela a marca humana para que se possa promover e valorizar a complexidade humana que envolve os aspectos físicos, biológicos, psicológicos, sociais, culturais e espirituais.

Nos processos educacionais estão envolvidas dinâmicas complexas constituídas de diferentes subsistemas biológico, mental ou psicológico, cultural, social e espiritual. Cada um atua de determinada maneira em função de uma dinâmica não-linear que lhe é própria.

O pensamento complexo que fundamenta o paradigma sistêmico organizacional nos leva a aprender a integrar, a contextualizar e a problematizar. Ensina, também, a aprender a reconhecer o outro em seu legítimo outro, a aprender a incluir a unidade na diversidade, levando-nos a aprender a aprender e aprender a ser.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   170   171   172   173   174   175   176   177   ...   295


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público