Projeto pedagógico do curso de farmácia da faculdade de ciências sociais e agrárias de itapeva fait


Coerência dos Procedimentos de Acompanhamento e de Avaliação dos Processos de Ensino e de Aprendizagem com a concepção do curso



Baixar 3,13 Mb.
Página151/295
Encontro30.11.2019
Tamanho3,13 Mb.
1   ...   147   148   149   150   151   152   153   154   ...   295

2.12. Coerência dos Procedimentos de Acompanhamento e de Avaliação dos Processos de Ensino e de Aprendizagem com a concepção do curso



2.12.1. nas Disciplinas do Curso


Os procedimentos de acompanhamento e de avaliação dos processos de ensino e de aprendizagem acontecem ao longo de todo o período letivo, de forma contínua e sistemática, baseada na verificação da aprendizagem do aluno, em diversos momentos. Assim, fornece subsídios para uma reflexão constante da prática pedagógica, bem como favorece a utilização de novos instrumentos de trabalho.

Para o aluno, a avaliação é o instrumento de tomada de consciência de suas conquistas, dificuldades e possibilidades, o que lhe facilita a reorganização da sua tarefa de aprender. Dessa forma, o aluno é avaliado por meio de diferentes instrumentos (reflexão, trabalhos e avaliação propriamente dita), de modo a contemplar a formação de habilidades dos mesmos.

Compõe a menção bimestral (10,0) a Avaliação de Competências e Habilidades 8,0 (Uma Prova Regimental, com peso 7,0 e um trabalho em sala de aula com peso 1,0) e a Avaliação de Atitudes 2,0 (Realização das tarefas e trabalhos no Moodle, com peso 2,0).

Como critérios de Avaliação de Competências e Habilidades serão utilizados os resultados conceituais e práticos relacionados aos Objetivos Instrucionais da Disciplina. E, os critérios de Avaliação de Atitudes serão utilizados com base nos seguintes aspectos abaixo relacionados:

1. Autonomia e confiança em si próprio;

2. Civismo;

3. Coerência e profundidade na abordagem temática abordada;

4. Conformidade com rigor científico e fundamentação teórica adequada seguindo normas de produção acadêmica;

5. Criatividade;

6. Elementos da linguagem utilizados nas produções escritas;

7. Espirito Crítico;

8. Iniciativa;

9. Métodos e Organização do trabalho.

10. Perseverança;

11. Pontualidade na entrega das atividades solicitadas;

12. Qualidade e criatividade na execução dos trabalhos;

13. Sociabilidade e Participação nos trabalhos em grupo; dentre outros.

Será considerado(a) aprovado(a) o(a) aluno(a) com frequência igual ou superior a 75% da carga horária da disciplina, e média semestral igual ou superior a 7,0 (sete), anterior ao exame e igual ou superior a 5,0 (cinco) após exame.

Além disso, a prova integradora – simulado geral, que abrange todas as disciplinas do semestre cursado é realizada ao final dos semestres.

Com base nos relatórios das provas regimentais e dos simulados, análise sistematizada é realizada e os resultados são divulgados para os alunos e professores para conhecimento das fragilidades neste processo. Com isso é possível discutir as estratégias para planejamento de ações para melhoria. Após apresentação dos relatórios aos professores e conscientização dos alunos quanto às fragilidades constatadas, são tomadas as seguintes medidas:


  • Conhecimento dos professores e alunos quanto à situação de cada disciplina, bem como vista das provas regimentais e correção das mesmas, momento de aprendizagem muito oportuno para todos.




  • Planejamento de estratégias juntos aos professores das disciplinas com baixo desempenho dos alunos, para retomada de conteúdo de forma diversa do que fora abordado, a fim de diagnosticar as falhas e fragilidades.




  • Disponibilização de atividades extras aos alunos para fixação do conteúdo.




  • Oportunidade de nivelamento aos alunos ingressantes.

As estratégias e ações aplicadas para a disciplina de Eixo Integrador, constituem:

Processo de produção do conhecimento em eixo: após a apresentação do caso, os alunos são convidados a ler individualmente o caso apresentado e identificar se existem palavras desconhecidas, identificar pontos importantes no caso e tentar fazer uma interpretação do mesmo. Após, os alunos são separados em grupos, com variação entre 7 e 9 alunos, escolhem um relator e um coordenador, explicado pelo docente a função do relator, que será relatar todo o processo de discussão do grupo e do coordenador que será de direcionar os passos proposto.

Passam então para a apresentação ao grupo, das palavras desconhecidas, dos pontos importantes e também da interpretação. Em seguida, são convidados a apresentar o problema central do caso, na sequencia levantam o conhecimento prévio dos membros do grupo sobre o problema central do caso, todos esses passos são registrados pelo relator do grupo que ao final irá produzir um relatório dos passos do grupo.

São convidados na sequência, para elaborar uma hipótese para o problema identificado, em seguida devem eleger os objetivos de aprendizagem para responder a hipótese e realizar as buscas de referências bibliográficas, são orientados a se organizarem por temas e cada aluno realiza uma busca de no mínimo 1 artigo científico e produza um texto em formato de síntese reflexiva para a próxima aula.

Na aula seguinte, os alunos irão discutir no grupo o resultado da busca sob sua responsabilidade, o relator agrega todas as sínteses para a produção do texto final que será em formato de artigo, produzido pelo grupo com repartição de responsabilidades para esse produto. O texto final apresentado deve responder aos objetivos dos conteúdos trabalhados, dando ênfase para as disciplinas com fragilidade de desempenho no simulado realizado no semestre anterior.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   147   148   149   150   151   152   153   154   ...   295


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal