Projeto jovem aprendiz


Programa JAA - Jovem Agricultor Aprendiz



Baixar 5,16 Mb.
Página10/24
Encontro28.11.2019
Tamanho5,16 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   24
Programa JAA - Jovem Agricultor Aprendiz

Dados de Identificação do Programa

Referencial para a composição do Projeto Pedagógico:

CBO- Família Ocupacional

Família 6110 / Título 6110-05


Modalidade:

Presencial

Turno(s) de oferta:

Manhã e tarde

Nº de vagas disponíveis:

Mínimo 15 - máximo 20 para o módulo Preparando para Gestão

Mínimo 10 – máximo 15 para módulos específicos

Local de oferta: Sindicatos Rurais, Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Estaduais de Ensino Médio, CRAS (Centros de Referência e Assistência Social), Prefeituras, Associações de Pais e Mestres, Propriedades Rurais, Cooperativas, etc.



O SENAR

O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL – SENAR, criado pela Lei nº 8.315, de 23/12/91, é uma entidade de direito privado, paraestatal mantida pela Classe Patronal Rural, vinculado à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA e administrado por um Conselho Deliberativo (Tripartite). Integra o chamado “Sistema S” e tem a função de cumprir a missão estabelecida pelo seu Conselho Deliberativo, composto por representantes do Governo Federal, da Classe Patronal Rural e da Classe Trabalhadora.

A missão do SENAR é realizar educação profissional e promoção social das pessoas do meio rural, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e para o desenvolvimento sustentável do país. Vale ressaltar que, ao profissionalizar e oferecer atividades de promoção social no meio rural, nas modalidades estabelecidas, a Instituição contribui efetivamente para o aumento de renda, integração e ascensão social das pessoas, a partir dos princípios de sustentabilidade, produtividade e cidadania, colaborando também para o desenvolvimento socioeconômico do país.

As ações desenvolvidas pelo SENAR baseiam-se, também, em diretrizes vinculadas às estratégias de gestão, considerando a realidade local, respeitando os interesses e necessidades dos produtores e trabalhadores rurais, o perfil profissional da ocupação demandada pelo mercado de trabalho e utilizando múltiplas estratégias metodológicas e pedagógicas para o alcance.

O público do SENAR são as pessoas do meio rural associadas, direta ou indiretamente, aos processos produtivos agrossilvipastoris e as turmas são compostas por participantes com idade compatível com a natureza do curso e respeitando-se a legislação vigente, primando pela adesão daquelas que pretendam exercer atividades no meio rural.

A fim de viabilizar a execução dos eventos de Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social (PS), por não disporem de instalações físicas ou centros de treinamentos próprios, as Administrações Regionais do SENAR estabelecem parcerias com entidades, Sindicatos Rurais, Associações de Produtores, Entidades de Classe Organizadas, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, Órgãos de assistência técnica e outros, que possam ajudá-las a alcançar a clientela de maneira abrangente e efetiva no maior número possível de municípios do país e estabelecer os cenários pedagógicos para a realização da oferta formativa. Essas entidades, por seu poder de atuação como lideranças locais e junto aos seus associados de modo geral, atingem a capilaridade almejada pela Instituição e contribuem para o processo de levantamento de necessidades de capacitação profissional e promoção social além de realizar a mobilização e composição das turmas. O processo de escolha, capacitação e acompanhamento das entidades parceiras é criterioso e constante, para que se mantenham os níveis de qualidade dos serviços educativos prestados.

Diversos agentes atuam no processo de planejamento, operacionalização e avaliação da ação educativa do SENAR. São os Superintendentes e as equipes técnicas das Administrações Regionais, os supervisores, os instrutores e os mobilizadores. Cada um possui importantes funções específicas, que se complementam para atender às necessidades do público do SENAR com qualidade.

A Formação Profissional Rural (FPR) vertente onde se situa a oferta dos cursos de APRENDIZAGEM RURAL é definida como um processo educativo e democrático que considera o mundo em permanente mudança. Vincula-se diretamente ao universo do trabalho e está associada à informação e à orientação profissional, centrada, portanto, em ocupações reconhecidas no mercado de trabalho rural para a definição das ofertas educativas que devem ser adequadas ao nível tecnológico destas ocupações. Possui identidade e características próprias, objetivos profissionalizantes e conteúdos ocupacionais centrais no processo de trabalho, resultando, por consequência, em ganhos e aumento de produtividade para produtor e trabalhador rural. Para ofertar os cursos, o SENAR desenvolve e disseminam metodologia educacional própria, baseada em princípios pedagógicos e andrológicos, referentes à educação de adultos, considerando as especificidades das populações do campo; que primam por estratégias que aliam teoria e prática e a experiência do educando à do educador, fazendo com que o participante contextualize e aplique de forma efetiva e eficaz as suas competências nos exercícios laborais e na vida em sociedade.

Desta forma, a Instituição cumpre a função de levar ao público que está inserido as informações e vivências práticas necessárias para que possa fazê-lo com efetiva capacidade de qualidade de vida e desenvolvimento profissional e pessoal.





  1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   24


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal