Projeto de Pesquisa



Baixar 0.65 Mb.
Página1/8
Encontro21.06.2019
Tamanho0.65 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8




INTRODUÇÃO
Durante esses 20 anos dedicados ao exercício do Magistério, como professora da Educação Infantil, passando por todas as séries, do maternal à alfabetização, sendo coordenadora da Educação Infantil e atualmente como psicopedagoga institucional na Educação Infantil e Ensino Fundamental na rede particular de ensino, verificamos a falta de informação dos professores sobre a distinção entre transtornos, distúrbios, problemas e dificuldades de aprendizagem (questões terminológicas). O fator principal é que os professores olhem para a criança e apostem no que ela é capaz de fazer, ao invés de rotulá-la como “problema”.

Questões importantes devem ser formuladas neste sentido:

1- A formação do professor o preparou para o exercício da profissão “docente”?

2- Tomou como modelo/ referência algum outro profissional?

3- O professor tem buscado atualizar-se no seu campo de atuação, principalmente no que diz respeito ao processo ensino-aprendizagem?

4- Como concebe seu trabalho na escola?

5- O que conhece sobre a aprendizagem e seus distúrbios?

6- Existem projetos próprios que sinalizam o trabalho com as crianças que apresentam potencialidades e dificuldades escolares?

7- Que técnicas de ensino/metodologia tem utilizado em suas aulas?
Repensando sobre este tema tão importante, daremos ênfase, na pesquisa, o campo da Dificuldade de Aprendizagem e a formação docente, pois acreditamos que ao se chegar a um diagnóstico de problema ou distúrbio, já não cabe à escola, sozinha, solucionar. Assim, como pontua Hashimoto (1997).
A dificuldade de aprendizagem é uma situação momentânea na vida do aluno, que não consegue caminhar em seus processos escolares, dentro do currículo esperado pela escola, acarretando comprometimento em termos de aproveitamento/avaliação. (Apud ALMEIDA & PLACCO, 2001).
Mediante as reflexões enunciadas acima, o presente estudo tem por objetivo geral estudar o quanto o professor conhece sobre dificuldades de aprendizagem.

Nos objetivos específicos procuraremos:

* Investigar se o professor percebe o aluno que mostra algum tipo de dificuldade escolar;

* Verificar se a formação do professor contemplou conteúdos relacionados aos problemas de aprendizagem;

* Identificar as causas de dificuldades de aprendizagem e o modo como afetam os alunos;

Cada vez mais a escola encaminha para especialistas e/ou médicos as questões referentes às dificuldades de aprendizagem dos alunos, depositando neles a possível solução e refletindo sobre a concepção de aprendizagem que permeia a prática de professores e orientadores. Consideramos importante esclarecer, para a escola, que é também de sua competência o trabalho com as dificuldades de aprendizagem dos alunos.

Não se trata de desmerecer o trabalho dos profissionais especialistas que trabalham prestando assessoria ou investigando causas dos possíveis problemas mas, ao contrário, de considerar o que cabe a cada um, dentro da pertinência das questões: dificuldades, problemas, doenças.

Para alcançar tais objetivos, pensamos no seguinte problema a ser investigado:

- A formação do professor contempla a sua compreensão no que se refere à identificação dos problemas de aprendizagem?

Frente ao problema apresentado, levantamos algumas hipóteses:

1- O professor habilitado tem mais possibilidade de identificar que tipo de dificuldade de aprendizagem a criança apresenta;

2- Existe uma preocupação maior com a criança que não aprende do que com a que aprende.

Delineados estes aspectos do trabalho, apresentamos, a seguir, como o estudo foi organizado.

A fundamentação teórica abrange pesquisadores da educação que investigam a questão do processo ensino – aprendizagem em seus aspectos terminológicos nio que diz respeito aos problemas de aprendizagem, analisados sob a ótica de diversos estudiosos, bem como envolverá estudos sobre a formação do professor.

Após a exposição dos procedimentos metodológicos, seguir-seá a apresentação dos resultados e discussão dos dados coletados e,subsequentemente, as referências bibliográficas que nortearão a presente pesquisa, à luz da teoria e dos estudos de conceituados pesquisadores.

Completaremos o trabalho deixando nos apêndices os instrumentos que foram utilizados durante a pesquisa, destacando o processo e a suas validades.





Baixar 0.65 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa