Programa da disciplina



Baixar 45,02 Kb.
Página1/2
Encontro15.05.2018
Tamanho45,02 Kb.
  1   2



PROGRAMA DA DISCIPLINA

Fls 01 de 04


CÓDIGO: AP 111
NOME : TEORIA E PROJETO I: INTRODUÇÃO

T: 02; P: 04; L: 00; HS: 06; CH: 00; C: 06;


EMENTA

Introdução ao projeto: materiais e linguagens de projeto (plástica, volumetria, teoria das cores, texturas, escalas, luz e sombras, ritmo, harmonia e composição). Noções gerais da estética aplicada ao espaço da arquitetura. Axiomática arquitetônica. O homem e o ambiente físico. Percepção espacial. A correlação forma e função no projeto. Introdução à metodologia de projeto. Exercício de projeto.



PROGRAMA




I – CONTEÚDO




OBJETIVO GERAL

A disciplina tem caráter introdutório objetivando um processo abrangendo a iniciação ao pensar e fazer arquitetônico. A reflexão crítica e conceitual será desenvolvida interativamente e correlacionada com a prática do projetar em um constante ir e vir das formas abstratas do pensamento à materialidade do espaço existencial humano. O curso assume a hipótese de uma especificidade do conhecimento arquitetônico através da caracterização de invariantes a ser dedutivamente desenvolvidas em confronto com as áreas de conhecimento com as quais a arquitetura faz interfaces a saber: tais como: geografia, sociologia, estética, antropologia, geometria, matemática, física, economia, semiótica e psicologia.



OBJETIVOS ESPECÍFICOS





  1. O curso na esfera da reflexão crítica, portanto, na teoria da arquitetura, terá como proposta básica operacional desenvolver a teoria do espaço existencial humano, correlacionando a natureza fisiológica da percepção e da representação do espaço com a natureza do biótipo humano.




  1. O curso na esfera do fazer específico da arquitetura operacionaliza o instrumental fundamental à construção material da correlação forma e função no espaço existencial humano, exercitando metodologicamente a ação prospectiva do projetar arquitetônico.




  1. A abordagem da ação projetual arquitetônica tem como lastro de fundamentação o conhecimento acumulado da experiência construtiva do espaço existencial humano ao longo da história da arte e da arquitetura e urbanismo da civilização ocidental.




  1. A disciplina incentiva o aluno a desenvolver a potencialidade expressiva da gestualidade corporal do desenho no plano bidimensional bem como a da modelagem, da escultura e de composições tridimensionais correlatas para desenvolver a linguagem espacial arquitetônica. Incentivará também a linguagem corporal no espaço existencial e suas codificações instituídas pela cultura (nível micro-cultural). Desenvolvimento psicomotor da percepção e da consciência do volume (cheio-vazio – positivo-negativo/figura-fundo).
Fls 02 de 04


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS:
A) TEORIA DA ARQUITETURA APLICADA AO PROJETO ARQUITETÔNICO


  1. Espaço existencial humano: correlações interativas – fisiologia da percepção; aparatos perceptivos imediatos e à distância e a estrutura do biótipo humano. Eixos de construção do espaço – vertical e horizontal.




  1. Sintaxe visual e composição: a cor no espaço bidimensional; a cor no espaço tridimensional. Elementos e conceitos de composição formal arquitetônica: equilíbrio x instabilidade, simetria x assimetria, regularidade x irregularidade, unidade x fragmentação, simplicidade x complexidade.




  1. Luz e sombras/incidências luminosas naturais – artificiais, claro/escuro – contrastes ópticos – aplicação sobre volumes: sólidos geométricos (poliedros regulares irregulares) e sólidos orgânicos. Luz e sombras/incidências sobre a cor (plano-volume).




  1. A dualidade e o contraponto do espaço interno versus espaço externo. As categorias do pensamento – espaço e tempo correlações com a percepção do ambiente tendo o corpo humano como centro de experiência sensorial. A esfera social. Noções antropológicas, psico-sociais, infra e microcultural do dimensionamento físico-funcional do espaço arquitetônico; habitação unifamiliar, edificação vertical – edificações públicas, e espaços urbanos.




  1. Introdução do estudo topológico do espaço arquitetônico: continuidade-descontinuidade / espaço centrípeto / espaço centrífugo – interioridade / exterioridade / nivelamento / desnivelamento; concavidade / convexidade; opaco / transparente / regularidade e irregularidade formal – no plano, no volume.




  1. Forma – Estrutura – Função: estudo introdutório conceitual, técnico, estético e metodológico aplicado ao projeto arquitetural de edificação de pequeno e médio porte. Desenvolvimento dos

eixos analógicos da correlação forma – função: analogia biológica (antropomórfica e biomórfica) e analogia (racionalismo, funcionalismo, mecanicismo).





  1. Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
santa catarina
Prefeitura municipal
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
terapia intensiva
Conselho nacional
Curriculum vitae
oficial prefeitura
ensino médio
minas gerais
Boletim oficial
Concurso público
educaçÃo infantil
Universidade estadual
seletivo simplificado
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
saúde conselho
educaçÃo física
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
assistência social
ciências humanas
Atividade estruturada
políticas públicas
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
Dispõe sobre
outras providências
recursos humanos
secretaria municipal
Conselho municipal
psicologia programa
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
Relatório técnico
Corte interamericana
público federal
ministério público