Pressclipping em 02. mar. 2015 "Não é forte quem derruba os outros; forte é quem domina a sua ira."


No caso do juiz que dirigiu carro de Eike, vencem a desmoralização e o ridículo



Baixar 0.53 Mb.
Página14/50
Encontro05.07.2018
Tamanho0.53 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   50
No caso do juiz que dirigiu carro de Eike, vencem a desmoralização e o ridículo

26 de fevereiro de 2015, 12h04



[Editorial publicado originalmente no jornal Folha de S.Paulo desta quinta-feira (26/2) com o título O arbítrio faz escola]

Embora a situação venha mudando aos poucos, persiste a percepção geral de que a Justiça no Brasil favorece os ricos, reservando-se aos mais pobres os rigores da lei.

Mas o inverso também acontece. A perseguição demagógica e o abuso de poder ganham estímulo quando o acusado, além de rico, é famoso e se destaca pelos hábitos ostentatórios de consumo.

Ninguém representa melhor tal gênero de personagem do que Eike Batista, que surge agora vitimado pelos exageros do juiz federal Flávio Roberto de Souza.

Extravasando do estrito cumprimento de sua função — a qual determina que mantenha no âmbito dos autos a sua opinião sobre o processo —, o magistrado já fizera declarações bombásticas a respeito do julgamento que conduzia.

Das palavras fora de hora o juiz passou aos atos fora de expediente. Foi flagrado dirigindo o Porsche Cayenne de Eike Batista. O luxuoso carro esportivo havia sido apreendido em meio a uma operação cinematográfica que chegou até a residência de Luma de Oliveira, ex-mulher do empresário.

Noticia-se ademais que um piano branco, também de propriedade de Eike Batista, encontra-se no condomínio em que mora o juiz.

No caso do Porsche, o magistrado argumenta que julgou melhor guardá-lo em sua garagem do que deixá-lo exposto a "riscos de dano" em outros ambientes. Mas sair com o carro pelas ruas do Rio, mesmo que para abrigá-lo na garagem, não deixa de representar desprezo a riscos como os de colisão, assalto ou até multa injustificada.

Nessa última situação, talvez Flávio Roberto de Souza confiasse que poderia imitar seu colega João Carlos Corrêa, que decidiu prender por desacato uma fiscal de trânsito numa blitz da Lei Seca; a agente dissera que juiz não é Deus.

O arbítrio faz escola, como se vê. A decisão de dirigir um Porsche até o próprio condomínio valeria uma demissão sumária, caso tivesse sido tomada pelo manobrista de uma casa noturna ou pelo vigia de um estacionamento.

O caso do juiz Flávio de Souza está sob análise do Tribunal Regional Federal do Rio — que examina pedido anterior dos defensores de Eike, no sentido de que seja afastado do julgamento — e clama por avaliação rigorosa do Conselho Nacional de Justiça. A desmoralização e o ridículo, seja como for, já podem proclamar ganho de causa.

Revista Consultor Jurídico, 26 de fevereiro de 2015, 12h04

Imagem do Judiciário


Catálogo: blog -> wp-content -> uploads -> 2015
2015 -> A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros
2015 -> Aquilo que o homem semear, isso mesmo colherá
2015 -> Em 26. out. 2015 Uma época de turbulência é uma grande oportunidade para quem compreende, aceita e aproveita a nova realidade
2015 -> Pressclipping em 20. julho. 2015 "Se dizeres o que queres dizer, ouves o que não queres ouvir."
2015 -> Dar menos que seu melhor é sacrificar o dom que você recebeu
2015 -> Presclipping em 19. out. 2015 "A suspeita é a tênia do espírito."
2015 -> Boletim trab-prev-rh em 01. jun. 015 O ingênuo nunca acredita que o outro tem uma identidade secreta
2015 -> Algo só é impossível até que alguém duvide e acabe provando o contrário
2015 -> Nada dura tanto, exceto a mudança
2015 -> Pressclipping em 13. out. 2015 "Não são livres todos aqueles que fogem das suas cadeias."

Baixar 0.53 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   50




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa