Pré psora Desordem Comportamento



Baixar 219.04 Kb.
Página1/4
Encontro29.11.2019
Tamanho219.04 Kb.
  1   2   3   4


A PRÉ PSORA



DESORDEM

Pré psora - Desordem

Comportamento


  1. Comportamento (Doenças de comportamento)

  2. Psicose (T)= Perca do controle com a realidade, comportamento bizarro.

  3. Moral (Falta de sentido moral)

  4. Juízo

  5. Sensação

  6. Confusão

  7. Mania

  8. Teima

  9. Mal estar passageiro.

1) DOENÇAS DE COMPORTAMENTO

Toda doença psicossomática devera ser tratada como uma doença de comportamento. Abaixo relacionado as mais comuns:

Ansiedade (Classificada como sintoma subjetivo).

Conflitos familiares.(Classificado como traumas).

Dificuldades no trabalho. (Classificado como modalidade).

Determinam uma série de mal-estares, em que o emocional (psicológico) influencia no comportamento e até no surgimento de doenças. Doenças inflamatórias, como as gastrites, costumam piorar com o estresse diário e, por vezes, até o sistema endocrinológico pode sofrer influência do emocional, provocando mudanças no sistema hormonal, como por exemplo, as alterações nos

Pessos das pessoas.

A variedade dessas doenças é muito grande geralmente encontramos com maior incidência indivíduos que apresentam sintomas de: Segue abaixo uma breve descrição das doenças citadas

DEPRESSÃO: tem liderado as estatísticas das chamadas “doenças mentais”, devido ao grande número de pessoas que têm ou já tiveram algum período depressivo na vida ela é um estado de tristeza, misturado com uma série de outros sintomas, em que há mudança qualitativa na vida do indivíduo em relação ao humor. A tristeza se instala, se enraíza e não é transitória, podendo se agravar se não tratada adequadamente, ou seja, comumente por meio de uma associação entre medicamentos e psicoterapia. (Classificar como modalidade)

ESTRESSE: inicialmente foi definido como “um desgaste geral do organismo” é causado pelas alterações psicofisiológicas que ocorrem quando a pessoa se vê forçada a enfrentar uma situação que, de um modo ou de outro, a irrite, a amedronte, ou até mesmo a faça feliz. Assim, o estresse pode ser causado por um acontecimento bom ou mau, e geralmente tem alguns sintomas fáceis de serem identificados: as mãos suadas, a respiração rápida, o aceleramento do batimento cardíaco (“batedeira” no coração), a acidez do estômago, a falta de apetite, a dor de cabeça, entre outros.(Classificar como modalidade).

FOBIAS: estas, por sua vez, são medos “exagerados” e contínuos, que fazem com que os indivíduos passem a evitar situações, pessoas, lugares e objetos. O estado agravado da fobia é chamado de PÂNICO, palavra que quer dizer “assustar-se sem motivo aparente”, em que a pessoa sente o medo sem a presença de um estímulo externo significativo, comprometendo a sua vida pessoal e social. Os ataques de

pânico sucessivos podem desencadear a chamada Doença do Pânico. Assim,

viver ansiosamente passou a ser considerada uma condição do homem moderno ou um destino comum ao qual todos nós estamos atrelados de alguma forma. Pode-se afirmar que, por uma questão biológica, a ansiedade sempre esteve presente na humanidade, só que, atualmente, a atenção dada às doenças psicossomáticas aumentou. Há preocupação em relação ao tipo de doença, aos efeitos sobre o organismo e também sobre o psiquismo humano.(Fobia/Medo Classificar como sintoma mental).

ETICA - Parte Da filosofia que estuda os valores morais da conduta humana.

MORAL – Relativo aos bons costumes, ciência dos bons costumes ética.

COSTUME – Hábito, particularidade, moda.

HÁBITO - Tendência, inclinação, comportamento, costume

NORMA- Regra, preceito, direção.

COMPORTAMENTO Ação de comportar (Comportar: , permitir, portar-se proceder, viver de certa maneira).

PROCEDIMENTO – Modo de proceder, agir

APRENDIZAGEM – Estudo de um ofício, condição de aprendiz (Aprendiz- Pessoa que se dedica ao aprendizado de um ofício)

CONDIÇÃO – Estado, situação, maneira de ser.

CONHECIMENTO – Capacidade do espírito através da qual se conhece e distingue coisas.

RAZÃO – Inteligência, raciocínio.

INTELIGÊNCIA – Conhecimento profundo, compreensão.

JUIZO – Faculdade de julgar, de ajuizar, Opinião, conceito.

RACIOCÍNIO – Operação intelectual através da qual fazemos um juízo, uma opinião.

CONCEITO – Ideia que se faz acerca de uma coisa.

MANIA – Desordem mental caracterizada por grande atividade psicomotora, exaltação e instabilidade da atenção, extravagância, teima, capricho. Hábito arraigado, costume, esquisitice.

TEIMA – Teimar, insistir, obstinar.

CAPRICHO – Vontade súbita e irrefletida, inconstância, irregularidade.

DESORDEM – Confusão.

VONTADE – Capacidade de tomar livremente uma decisão, uma deliberação. Desejo, Intenção (Intenção – Ideia) Ideia, conceito, opinião, conhecimento, talento.

Sintoma Patologia

Sete pecados capitais



Desordem psicomotora

Psora Desordem de

Mental Comportamento Mania

ETICA Moral Costume Hábito

Norma Comportamento



Aprendizado

Precisa conhecer Agir

Tomar conhecimento

Instruir COMO FAZ

EU SEI Vontade

Razão

Desejo


Inteligência, raciocínio

Desejo Vontade Opinião Juízo



Vontade Conceito

O QUE EU ACHO

DESORDEM PSICOMOTORA:

Se divide em 09 subtipos:

1 – Agitação maníaca: secundária e um intenso taquipsiquismo o individuo se apresenta logorreico, inquiete, com ideias de grandeza e de desinibição social.

2- Agitação paranoide: Secundária ao delírio paranoide e alucinações. O indivíduo se mostra desconfiado, hipervigilante, potencialmente agressivo e hostil, pronto para defender-se das possíveis ameaças que supostamente o cercam.

3 –Agitação catatônica: Agitação impulsiva e intensa com movimentos repentinos e explosões agressivas.

4 – Agitação no delírium: Com origem orgânica; Além de agitação e irritabilidade o indivíduo se encontra abnubilado, não apreendendo o ambiente, desorientado no tempo e espaço, com fluxo confuso de pensamento.

5 – Agitação nas demências: Secundária ao quadro demencial, podendo estar associada a episódios paranoides, obnubilação (Obnubilação, estado de apatia e topor, apresentando turvação e lentidão no pensamento. Geralmente observado nas crises epiléticas). e piora das capacidades cognitivas.

6 – Agitação oligofrênica: Devido à dificuldade em compreender o ambiente, o indivíduo com deficiência mental se constrange e desespera-se, entrando em estado de agitação podendo ficar hetero ou auto-agressivo.

7 – Agitação explosiva: Associada a transtornos de personalidade do tipo explosivo, borderline e sociopático. Os indivíduos, quando minimamente frustrados, reagem de maneira agressiva e explosiva, voltando a calma quando atendidas suas necessidades.

8 – Agitação histérica: Agitação, mais teatral e escandalosa, com sentido comunicativo.

9 – Agitação ansiosa (ver fobias): Secundária a ansiedade e angústia externa, o indivíduo se mostra irritado, tenso, andando rapidamente de um lado para o outro. Neste caso o risco de suicídio deve ser sempre considerado e as medidas de segurança rapidamente tomadas.


Baixar 219.04 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa