Portal de Conferências Resultado Plenária


Psicologia, no cotidiano, por uma sociedade mais democrática e igualitária



Baixar 27.67 Kb.
Página3/3
Encontro04.03.2018
Tamanho27.67 Kb.
1   2   3
Psicologia, no cotidiano, por uma sociedade mais democrática e igualitária.

Estadual - 3º Ampliação e qualificação do exercício profissional no Estado de garantia de direitos.

Proposta-1)

Aprofundar o debate sobre imigrantes, refugiados e apátridas na Psicologia, as especificidades e condições dessa atuação;

Proposta-2)

Ampliar o debate sobre a atuação do Psicólogo junto à População em situação de rua, em seus diversos contextos e equipamentos.

Proposta-4)

Favorecer a formação de consciência política do psicólogo, ampliando a relação do profissional, desde a graduação, com o Sistema Conselhos;

Proposta-5)

Ampliar a divulgação de eventos acadêmicos junto aos profissionais psicólogos;

Proposta-6)

Aprofundar os espaços de debate e conscientização sobre Direitos Humanos, sua amplitude e características;

Proposta-8)

Fortalecer, ampliar e divulgar a atuação do CREPOP enquanto espaço de troca de experiências e boas práticas para a construção de um saber psicológico;

Proposta-10)

Produção de referenciais e saberes da Psicologia, envolvendo comunidades tradicionais, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, faxinalenses, considerando os princípios éticos da profissão.

Proposta-11)

Articular junto às IES a inclusão da temática efeitos psicossociais do racismo na subjetividade;

Proposta-14)

Aprimorar e ampliar as atividades com estudantes e profissionais no Dialogando no INTERIOR;

Proposta-15)

Aprimorar e expandir as pesquisas voltadas à identificação das demandas da atuação dos profissionas de Psicologia.

Proposta-16)

Incentivar a articulação entre o CFP, CFESS, orgãos de gestão pública e privada para cumprimento da NOB-RH SUAS.

Proposta-17)

Articular com os orgãos competentes para que se cumpra as normativas da OMS em relação ao trabalho em serviços de saúde.

Proposta-18)

Fiscalizar, visando garantir a qualidade da assistência dos psicólogos e a sua inserção definida pelas portarias do Ministério da Saúde, que envolvam o profissional, seu trabalho, o usuário e a instituição.

Proposta-20)

Fiscalizar, em ação conjunta, para garantir a presença do psicólogo em Unidades de Terapia Intensiva.

Proposta-21)

Realizar trabalho de orientação para aprimorar a assistência psicológica em serviços pré-hospitalares de emergência e UTI’s.

Proposta-22)

Que o CRP promova ação de orientação aos profissionais psicólogos que atuam em Comunidades Terapêuticas.

Proposta-23)

Fortalecer espaços permanentes para construção de posicionamentos técnicos éticos e políticos sobre direitos humanos e cuidado em liberdade de populações vulneráveis (mulheres, migrantes, pessoas com transtornos mentais, população em situação de rua, negros, etc).

Proposta-24)

Promoção de espaços de diálogo e construção a respeito das práticas do psicólogo em diversos contextos envolvendo CRP, estudantes, sociedade civil organizada;

Proposta-25)

Propiciar eventos que permitam a troca de experiências profissionais em parceria com Instituições de Ensino Superior, que ofereçam cursos de Psicologia;

Proposta-27)

Criar eventos para a troca de experiência de psicólogos(as) que realizam Ações Afirmativas (o que deu certo divulgar);

Proposta-28)

Organizar e publicizar “menu” de palestras possibilitando as IES planejar anualmente os eventos em conjunto com o CRP;

Proposta-29)

Articular-se com o sindicato, visando a garantia de direitos e condições de trabalho do psicólogo, preservando o sigilo profissional

Proposta-30)

Orientar, analisar e mediar a compreensão dos gestores das políticas públicas sobre o exercício profissional da Psicologia no estado de garantia de direitos.

Proposta-31)

Fomentar a capacitação dos profissionais para atuação qualificada como representante da categoria nas instâncias de controle social.

Proposta-32)

Regulamentar diretrizes para a atuação do Psicólogo Escolar/Educacional na rede pública de ensino.

Proposta-33)

O Sistema Conselhos de Psicologia deve promover discussões de maneira a refletir, qualificar, orientar e fiscalizar a prática dos Psicólogos dentro dos veículos de comunicação social

Proposta-34)

Que o Sistema Conselhos intensifique a divulgação dos princípios éticos-políticos da profissão, contribuindo para a autonomia na atuação profissional.

Proposta-35)

Elaborar pesquisasobre o profissional de POT, realizando um levantamento de dados efetuando um diagnóstico situacional da POT e, a partir disso, realizar ações e encaminhamentos para aproximar estes profissionais do Sistema Conselhos.

Proposta-36)

Interagir com as instituições formadoras de Coaching para ampliar o debate entre categoria e essa metodologia, a fim de nos apropriarmos de um espaço que é legítimo da Psicologia.

Proposta-38)

Ampliar a discussão sobre a obrigatoriedade da aplicação de avaliação psicológica em processos de recrutamento de seleção.

Proposta-39)

Articular com o Sindicato e a Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego a obrigatoriedade da contratação e qualificação de Psicólogos(as) Organizacionais e do Trabalho no SINE para fortalecimento deste e cumprimento do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção assinado em março de 2012.

Proposta-40)

Resgatar o item 2.16 da página 38 do Caderno de Deliberações do VIII CNP de 2013.

Proposta-41)

Promover ações que visem a inserção do Psicólogo (a) Organizacional e do Trabalho nas organizações, sejam elas públicas, privadas ou outras, fomentando e incentivando a criação do cargo Psicólogo (a) Organizacional e do Trabalho.

Proposta-43)

Articular trabalhos de aprimoramento e qualificação em Psicologia Hospitalar junto a ABEP e a SBPH.

Proposta-44)

Ampliar a divulgação da Psicologia com inserções na mídia que esclareçam o papel do psicólogo nas mais diversas áreas de atuação.

Proposta-45)

Tendo em vista a ampliação dos recursos de mídia advindas com a tecnologia, rediscutir as normativas quanto à divulgação dos serviços da(o) psicóloga(o).

Proposta-47)

Apoiar e fomentar, com notas técnicas, esclarecimentos públicos e comissões temáticas, a proximidade da prática da Medicina Tradicional Chinesa-Acupuntura da Psicologia, conferindo legitimidade e suporte institucional para sua inclusão e consideração quando da formulação de redação definitiva de legislação que verse sobre o tema, nos moldes da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do SUS.

Proposta-48)

Que o Conselho de Psicologia amplie os debates técnicos sobre a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares e a participação técnica dos psicólogos acupunturistas e demais práticas regulamentadas pela psicologia dentro desta política.

Proposta-49)

incentivar a contínua produção de referências técnicas pelo CREPOP para as diferentes áreas de atuação, considerando suas especificidades teóricas metodológicas, priorizando a identificação de recursos eficientes para cada contexto de atuação, bem como, fomentando a qualificação profissional e o intercâmbio de conhecimentos.

Proposta-50)

Fomentar o diálogo em CRPs situados em divisas de estado.

Proposta-51)

Apoiar organizações sindicais, buscando o reconhecimento do psicólogo – inclusive em questões do piso salarial que tem sido diferenciado e desvalorizado principalmente nos municípios, amparados ao projeto de lei, nº 1015/2015 apresentado em 31/03/2015 na Câmara dos Deputados.

Proposta-53)

Garantir apoio aos profissionais que representam o sistema conselhos nas instâncias de controle social.

Proposta-54)

Descentralizar fiscais da Comissão de Orientação e Fiscalização (COF) de forma sistemática e planejada, a partir das demandas e necessidades de cada região no interior do estado, fortalecendo o vínculo dos profissionais do interior com a estrutura institucional do CRP/PR e contribuindo para a qualificação do exercício profissional.

Proposta-56)

Fortalecer a comissão Setorial e apontar a relevância da participação do profissional de psicologia.

Proposta-58)

Implementar e otimizar o ORIENTAPSI como projeto para a categoria profissional.

Proposta-59)

Dar suporte à atuação do exercício profissional dentro das políticas públicas;

Proposta-62)

Articular com entidades e instituições afins para a aprovação do PL 3688/2000 (Inserção de Psicólogo e assistente social na rede pública de Educação Básica);

Proposta-65)

Orientar os gestores da área da Educação, na implementação de políticas de inclusão;

Proposta-66)

Promover articulação e sensibilização junto ao Poder Judiciário, sobre a atual situação crítica do déficit de psicólogos que compõem o quadro de servidores do estado;

Proposta-67)

Orientar o Poder Judiciário sobre a necessidade de respeitar as diretrizes da Psicologia por meio permanente qualificação e atualização funcional dos profissionais das áreas de interface com a Psicologia.

Proposta-68)

Garantir a as conquistas da Reforma Psiquiátrica e atenção psicossocial na categoria profissional com ações de criar referências para o trabalho nesta área;

Proposta-73)

Criar campanhas para esclarecimento e orientação sobre o papel do psicólogo nas diversas áreas de atuação (trânsito, educação, sistema de justiça, organizacional, clínica, hospitalar, esporte, assistência social, saúde, ambiental, etc.);

Proposta-74)



Dar continuidade às discussões referentes ao Sistema Prisional, tendo em vista a precarização da atuação da Psicologia neste contexto;

Baixar 27.67 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público