Plant o Psicol gio: novos rumos



Baixar 2.71 Kb.
Pdf preview
Página1/17
Encontro23.05.2020
Tamanho2.71 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17


Miguel Mahfoud (org)
Daniel Marinho Drummond
Juliana Mendanha Brandão
John Keith Wood
Raquel Wrona Rosenthal
Roberta Oliveira e Silva
Vera Engler Cury
Walter Cautella Junior
Plantão Psicológico:
novos horizontes


Todos os direitos desta edição estão reservados à
EDITORA C.I. LTDA.
Rua Florinéia, 38 – Água Fria
02334-050 – São Paulo – SP
Tele/fax: 11 6950-4683
LaPS – Laboratório de Psicologia Social/UFMG
© 1999 by Miguel Mahfoud
1ª edição, outubro de 1999
 Revisão Miguel Mahfoud
Daniel Marinho Drummond
Capa e Diagramação
Na capa
Juliana de Souza Vaz
Paul Klee, Caminho Principal e Caminhos
Secundários (1929) Coleção C. e A.
Vowinckel
Edição do CD-ROM
Apoio técnico
Daniel Marinho Drummond


SUMÁRIO
Autore
s
......................................................................................................... 5
Prefácio
......................................................................................................... 7
Introdução
................................................................................................. 11
Plantão de Psicólogos no Instituto Sedes
Sapientiae: uma proposta de atendimento
aberto à comunidade
Raquel Wrona Rosenthal............................................................... 15
Plantão Psicológico na escola: uma experiência
 Miguel Mahfoud............................................................................ 29
Plantão Psicológico na escola: presença que
mobiliza
Miguel Mahfoud, Daniel Marinho Drummond,
Juliana Mendanha Brandão, Roberta Oliveira e
Silva .................................................................................................. 49


Pesquisar processos para aprender experiências:
Plantão Psicológico à prova
Miguel Mahfoud, Daniel Marinho Drummond,
Juliana Mendanha Brandão, Roberta Oliveira e
Silva .................................................................................................. 81
Plantão Psicológico em Hospital Psiquiátrico:
Novas Considerações e desenvolvimento
Walter Cautella Junior.................................................................... 97
Plantão Psicológico em Clínica-Escola
Vera Engler Cury ......................................................................... 115
Psicólogos de plantão...
Vera Engler Cury ......................................................................... 135


5
AUTORES
Autores
Daniel Marinho Drummond
 é psicólogo, mestrando
no Programa de Pós-Gradução em Psicologia
da Universidade Federal de Minas Gerais.
John Keith Wood
 Ph.D. em Psicologia pelo The Union
Institute (E.U.A.), foi professor na California State
University em San Diego (E.U.A.) onde
também fez plantão psicológico no Hospital e
no Centro de Aconselhamento, e, no Brasil, foi
professor no Programa de Pós-Graduação em
Psicologia Clínica da PUC-Campinas. Amigo
íntimo e colaborador direto de Carl Rogers por
quinze anos desenvolvendo uma Psicologia de
grandes grupos e vários projetos internacionais.
Juliana Mendanha Brandão
 é psicóloga pela
Universidade Federal de Minas Gerais, pós-
graduanda em Psicopedagogia pelo Centro
Universitário de Belo Horizonte.


6
Plantão Psicológico: novos horizontes
Miguel Mahfoud
 é professor adjunto do Departamento
de Psicologia da Faculdade de Filosofia e
Ciências Humanas da Universidade Federal de
Minas Gerais, Doutor em Psicologia pela
Universidade de São Paulo.
Raquel Wrona Rosenthal
 é psicóloga pela PUC-SP,
com Especialização em Aconselhamento
Psicológico pela Universidade de São Paulo e
Curso de Estudos Avançados da Abordagem
Centrada na Pessoa (Rosenberg/Wood).
Coordenadora do Curso de Especialização em
Abordagem Centrada na Pessoa promovido
pelo Centro de Psicologia da Pessoa em São
Paulo. Psicoterapeuta e facilitadora de grupos.
Roberta Oliveira e Silva
 é psicóloga pela Universidade
Federal de Minas Gerais.
Vera Engler Cury
 é professora do Instituto de
Psicologia e Fonoaudiologia da PUC-
Campinas, Coordenadora do Departamento de
Psicologia Clínica, Doutora em Psicologia pela
PUC-Campinas.
Walter Cautella Junior
 é psicólogo, mestrando pelo
Instituto de Psicologia da Universidade de São
Paulo, Chefe do Departamento de Psicologia e
Psicoterapia da Casa de Saúde Nossa Senhora
de Fátima, Coordenador e supervisor do
programa de estágios em psicologia institucional
e Presidente do Centro de Estudos daquela
mesma instituição.


7
Prefácio
PREFÁCIO
E
ste livro traz boas novas.
Primeiramente, apresenta evidências de que o
Plantão Psicológico é um serviço viável para atender
adolescentes, estudantes universitários e outros
membros da comunidade, abastados ou não.
O contato com esse serviço ajuda as pessoas
a lidarem efetivamente com os predicamentos da
vida, não os tratando como problemas que requerem
tratamento psiquiátrico. Por exemplo, uma pessoa
em uma “crise espiritual” não está confrontando um
problema. Não está tendo um comportamento
normal ou anormal. É um predicamento envolvendo
questões filosóficas, buscando significados,
identidade.
O psicólogo Prof. Dr. Miguel Mahfoud ilustra
este ponto de vista em um relato sobre experiências
em um colégio. Plantão seria “um espaço onde o
aluno pudesse buscar ajuda para rever, repensar e
refletir suas questões”. Naturalmente, tal atividade


8
Plantão Psicológico: novos horizontes
não é apenas uma conversa entre amigos. Em
situações onde uma forma diferente de psicoterapia
é mais apropriada, a pessoa recebe a indicação de
um(a) profissional competente.
Uma outra boa nova é que plantão psicológico
pode promover uma experiência de aprendizagem
eficaz para estagiários(as). Confrontando a pessoa inteira
no contexto completo da sua existência, o estagiário(a)
necessariamente deve ampliar sua visão do papel da
psicoterapia. O filósofo e matemático inglês Alfred
North Whitehead observou que, “O conhecimento
de segunda-mão do mundo instruído é o segredo da
sua mediocridade”. O tipo de problemas que as pessoas
enfrentam são, em geral, de primeira-mão. A ajuda
que necessitam é de ordem prática. Esta forma de
aprendizagem é prática.
Assim, ambos os participantes – o plantonista
e o indagador(a) – participam e se beneficiam de uma
educação intuitiva cujo objetivo é a auto-realização.
Em um encontro de pessoa a pessoa como este, onde
se procura dirigir a melhor parte de si mesmo à melhor

Baixar 2.71 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   17




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa