Plano de operaçÃo da guarda municipal


XI – atuar em consonância com o Departamento de Ensino; XII



Baixar 2,7 Mb.
Página22/115
Encontro05.12.2019
Tamanho2,7 Mb.
1   ...   18   19   20   21   22   23   24   25   ...   115
    Navegue nesta página:
  • XXIII
XI – atuar em consonância com o Departamento de Ensino;

XII – solicitar ao Departamento Administrativo o apoio logístico necessário ao desempenho das atividades;

XIII – solicitar ao Departamento Administrativo o fornecimento de veículos para transportar o seu pessoal;

XIV – elaborar relatórios mensais e anuais, relativos as suas atividades;

XV – organizar e fiscalizar a execução do boletim do comando, relatórios, livros de parte diária e estatísticas;

XVI – encaminhar ao comandante todas as alterações e informações referentes ao serviço;

XVII – intermediar na expedição de todas as ordens relativas á disciplina e aos serviços gerais;

XVIII – auxiliar o Comandante da Guarda Municipal, fazendo com que os serviços operacionais sejam realmente executados e suas ordens cumpridas;

XIX – fiscalizar para que seus comandados se apresentem com correção e asseio, tanto pessoal quanto de seus uniformes;

XX – participar das revistas diárias, para transmitir novas ordens ou instruções, comentando as ocorrências atendidas;

XXI – fiscalizar, orientar e corrigir atitudes dos subordinados, no trato que devem dispensar as suas atividades e ao público em geral;

XXII – zelar pela boa conduta disciplinar de seus comandados, mantendo-os instruídos quanto às prescrições disciplinares regulamentares da corporação, com auxilio do Departamento de Ensino;

XXIII – escalar o pessoal para os serviços operacionais, observando as prioridades estabelecidas no plano de operações ou ordem de operação.

XXIV – submeter todos os seus comandados ao mesmo critério de escala de serviço, mesmo aqueles que, com colaboração, auxiliem nas horas de folga, nas atividades não operacionais da Guarda Municipal;

XXV – manter a maior operacionalidade possível, assumindo como encargo pessoal às tarefas administrativas da sua Chefia;

XXVI – comunicar ao Comandante da Guarda Municipal os fatos contrários à disciplina e os que lhe pareçam merecer recompensa;

XXVII – esclarecer, em documento, toda queixa apresentada contra seus comandados, ou por estes contra terceiros;

XXVIII – primar pelo bom relacionamento com as autoridades e o público em geral;

XXIX – cumprir rigorosamente os horários previstos na escala de serviço;

XXX – não exercer função estranha à filosofia de trabalho da Guarda Municipal;

XXXI – não permitir o uso de violência e força física desnecessária e manter seus subordinados instruídos a respeito;

XXXII – providenciar a correta escrituração da Chefia de Operações como:




  1. Compartilhe com seus amigos:
1   ...   18   19   20   21   22   23   24   25   ...   115


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal