Paper recycling workshop as educational practice in the context of public schools in rio de janeiro municipality



Baixar 0,63 Mb.
Página16/16
Encontro29.11.2019
Tamanho0,63 Mb.
1   ...   8   9   10   11   12   13   14   15   16
lignocelulósicas : uma metodologia de análise. Rio de Janeiro:

Scielo Brasil, v.11, n.3, jul/set. 2006. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2012.


MONTIBELLER FILHO, G. O mito do desenvolvimento Sustentável: meio ambiente e custos sociais no moderno sistema produtor de mercadorias. Florianópolis: Ed. Da UFCS, 2004.
MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas : Papirus, 2000.

NASCIMENTO, Aline Gadelha. A reciclagem de papel como ferramenta de educação ambiental na escola estadual nestor lima natal/rn. In.: Educação ambiental: Responsabilidade para a conservação da sociobiodiversidade / Giovanni Seabra, Ivo Mendonça (organizadores). – João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2011.


NEVES, J. N. Pesquisa qualitativa: Características, usos e possibilidades. In: Caderno de Administração. Maringá, v.1, n.3, 1996. p. 1-5.
NIT-CMRR. Centro Mineiro de Referência em Resíduos. Disponível em: . Acesso em: 21 out. 2013.
NOVAES, Ana Maria Pires. Práticas discursivas em escola pública de ensino médio do Estado do Rio de Janeiro. In: Cadernos do CNLF. Rio de Janeiro: CiFEFiL, v. 17, n.1, 2013. p. 566-573.
NÚÑEZ, IsauroBeltrán; RAMALHO, Betânia Leite; SILVA, Ilka Karne P. ; CAMPOS, Ana Pau La N. A seleção dos livros didáticos: um saber necessário ao professor. O caso do ensino de ciências. Disponível em: OLIVEIRA, J.A.; OLIVEIRA, João Batista Araújo; GUIMARÃES, Sonia Dantas Pinto; BOMÉRY, Helena Maria Bousquet. A política do livro didático. São Paulo: Summs/Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 1984.

OLIVEIRA, E. A., Marin, A. H., Pires, F. B., Frizzo, G. B., Ravanello, C., & Rossato, C. (2002). Estilos parentais autoritário e democrático-recíproco intergeracionais, conflito conjugal e comportamento de externalização e internalização. Psicologia: Reflexão e Crítica, 15(1), 1-11. 

_________, S. A. P., NETTO, A. R., VILLA, T. C. S., VENDRAMINI, S. H. F., ANDRADE, R. L. P., REIS, D. R. Gestão da inovação tecnológica. São Paulo: Manole, 2009.
PAPELOTECA. História do papel. Disponível em:< http://www.papeloteca.org.br/textos/historia_papel.htm>. Acesso em: 22 de julho de 2014.
PORTAL da reciclagem.Reciclagem.net. Disponível em:< http://www.compam.com.br/oquereciclagem.htm> Acesso em: 14 de agosto de 2014.

RIBEIRO, H. et al. Coleta seletiva com inclusão social: cooperativismo e sustentabilidade. São Paulo: Annablume, 2009.  


ROMANATTO, Mauro Carlos. O Livro Didático: alcances e limites. Disponível em: <

http://www.sbempaulista.org.br/epem/anais/mesas_redondas/mr19-Mauro.doc.> Acesso em: 13 abril 2009.


RUOCCO JR, J. et al. Metodologia de amostragem de lixo. In: Congresso Pan - Americano de Limpeza Pública, São Paulo: CETESB, 1998.
SAITO, C. H. (Org). Educação Ambiental Probio: Livro do Professor . Brasília:MMA, Departamento de Ecologia da UNB, 2006.
SARMENTO, Alan Kardec Carvalho. As concepções de professores de matemática da escola fundamental acerca da matemática e de seu ensino. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Piauí–UFPI, Centro de Ciências da Educação, Teresina-PI, 2011. 180 f.

SACHS, I. Estratégias de transição para o século XXI: desenvolvimento e meio ambiente. São Paulo: Studio Nobel, Fundap, 1993.


SATO, Michele. Formação em Educação Ambiental: da escola à comunidade. Brasília: MEC, 2000.
SCAL, Maíra Labanca Waineraich. Estudo de tecnologias para tratamento de efluentes de produção de papel reciclado de uma gráfica de pequeno porte localizada no município do Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos). Universidade Federal do Rio de Janeiro –UFRJ, Escola de Química, Rio de Janeiro, 2010.
SCHUVARTZ, M. et al. A inserção da Educação Ambiental (EA) na Educação de Jovens e Adultos (EJA) por meio da extensão universitária. In: Anais do I Congresso Goiano de Educação Ambiental,Goiás, 2008.
SECRETARIA do meio ambiente de São Paulo. Disponível em:. Acesso em: 28 fev. 2014.
SKINNER, B. F. Questões recentes da análise do comportamental.Campinas: Papirus, 1991.
SILVA, M. P.; RIBEIRO, H. Grupos de catadores autônomos na coleta seletiva do município de São Paulo. Cadernos Metrópole, n.21, p.261-79, 1º sem. 2009.  
SOUZA, D. C.; NASCIMENTO JUNIOR, A. F. Jogos didático-pedagógicos ecológicos: uma proposta para o ensino de ciências, ecologia e educação ambiental. In: Anais do V Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências. [s.l.], 2005. p. 1-12.
_______, Isabel Maria Amorim de. O uso da tecnologia como facilitadora da aprendizagem do aluno na escola. Revista Fórum Identidades. Itabaiana: GEPIADDE,v.9, n. 8, jul/dez. 2010.
_______, E. S. Educação Popular e Saúde: cidadania compartilhada. Interface-Comunicação, Saúde e Educação, Botucatu, v. 8, n. 1, p.135-136, 2001.
STRECK, D. R; REDIN, E; ZITKOSKI, J.J.(Orgs). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.
SULESTE Ambiental. 2014. Disponível em: Acesso em: 06 fev. 2014.
TRAVASSOS, Edson Gomes. A prática da educação ambiental nas escolas. Porto Alegre: Mediação, 2006.
TRIGUEIRO, André. Mundo Sustentável: Abrindo espaço na mídia para um planeta em transformação, 2011.
VALLA, W., STOTZ E. N. Participação popular, educação e saúde; teoria e prática. Rio de Janeiro: Relumé-Dumará, 1993.

VIEGAS, Drauzio. Lembranças do professor César Pernetta. Disponível em:



< http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=1291>. Acesso em: 8 jan. 2014.
ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.


Compartilhe com seus amigos:
1   ...   8   9   10   11   12   13   14   15   16


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal