P c a sumário objetivos definiçÕes estruturaçÃo da carreira


CLASSES REQUISITOS DE QUALIFICAÇÃO



Baixar 228,67 Kb.
Página9/11
Encontro05.12.2019
Tamanho228,67 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
CLASSES

REQUISITOS DE QUALIFICAÇÃO

I

Portador de Diploma de curso de pós-graduação, com formação para o magistério superior

II

Portador de Diploma de Curso de Mestrado, com formação para o magistério superior

III


Portador de diploma de Curso de doutorado



Classes, os Graus e os Níveis

CLASSES

GRAUS

NÍVEIS

I

A, B e C

1, 2 e 3

II

A, B e C

1, 2 e 3

III

A, B e C

1, 2 e 3



e) Tabela de Salários

A tabela de salários é estruturada com base na classificação de cargos, que os ordenou em classes no sentido vertical, tendo como premissa única a formação curricular (acadêmica) do respectivo ocupante do cargo. As classes distinguem-se em: classes I, II e III.

No sentido horizontal, cada classe é classificada em graus A, B e C, sendo que cada grau é estruturado em níveis 1, 2 e 3.

Os graus e os níveis retratam o desempenho do ocupante do respectivo cargo.

Os salários são apresentados em valores hora/aula, sendo os ocupantes dos respectivos cargos enquadrados, conforme a sua localização vertical e horizontal na tabela de salários.

Os valores da tabela de salários serão alterados uniformemente / linearmente, sempre que ocorrerem aumentos gerais espontâneos ou por convenção e dissídios coletivos, baseados nos respectivos percentuais de variações.


f) Progressão Profissional

A progressão profissional ocorre unicamente em função do desempenho individual de cada profissional. Retrata a evolução em termos de formação acadêmica e de desempenho.



Progressão Profissional Vertical

É caracterizada pela titulação acadêmica do profissional, como determina a descrição de cada emprego, retratado na classificação de empregos e conseqüentemente na tabela de salários. É computado unicamente um curso de pós-graduação a nível de doutorado.



Progressão Profissional Horizontal

É caracterizada pelo(a):

- Tempo de serviço prestado à Faculdade Avantis;

- Tempo de efetivo serviço na atividade docente

- desempenho individual de cada profissional identificado nos processos de avaliação institucional;

- participação e desenvolvimento em atividades relacionadas a disciplina/curso que leciona e as de interesse da Instituição e a sua atuação profissional;

- produção científica

Tais fatores integram o processo de Avaliação de Desempenho Docente – ADD, que compõe o PCA e ficarão , cargo da Comissão de Avaliação Docente – CAD, ad referendum da Direção da Faculdade Avantis.



Definições Complementares

As definições complementares são apresentadas, visando esclarecer e definir aspectos operacionais relevantes a serem observados, relacionados a progressão profissional.



Interstícios Mínimos

  • Para a progressão profissional horizontal: 03 (três) anos

  • Para a progressão profissional vertical: Na mudança de titulação


g) Licenciamento de Professores

O professor poderá entrar em licença pelos seguintes motivos, oficializados através de requerimento emitido por parte do mesmo e deferido pela Instituição: a) Regidos pela CLT; b) Cursos, estágios ou afins, determinados pela Instituição; c) Cursos e estágios patrocinados pelo empregador extra Instituição, devidamente comprovado, de interesse da Instituição.





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal