P c a sumário objetivos definiçÕes estruturaçÃo da carreira



Baixar 190 Kb.
Página3/11
Encontro05.12.2019
Tamanho190 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
DEFINIÇÕES
a) Emprego

No sentido restrito, pode-se conceituar emprego como sendo um conjunto de atividades e responsabilidades que o ocupante terá que desempenhar.

No sentido amplo, deve-se incluir todas as variáveis que interferem e/ou fazem parte intrínseca do mesmo, tais como: nível de escolaridade, experiência, condições de trabalho e outros requisitos que o emprego exige e que o ocupante deverá possuir.
b) Salário

Salário é a contraprestação devida ao empregado pela prestação de serviços, em decorrência do contrato de trabalho.

O salário, como componente da remuneração, acima de tudo deve retratar o desempenho qualitativo do ocupante, a sua ascensão vertical e horizontal na progressão profissional.
c) Remuneração

Remuneração é a soma do salário contratualmente estipulado (mensal, por hora, por tarefa etc.) com outras vantagens percebidas na vigência do contrato de trabalho como: DSR, horas extras, adicional noturno, adicional de periculosidade, insalubridade, comissões, percentagens, gratificações, prêmios, etc.

.

É vital que o salário/remuneração percebido pelo ocupante promova a justiça nos aspectos de desempenho e em relação ao grau de importância com os outros empregos da Instituição.


d) Progressão Profissional

A valorização das pessoas e o estímulo para que as mesmas promovam o seu auto-desenvolvimento, através da melhoria constante do desempenho e do investimento no treinamento continuado, é sem dúvida o caminho que a Instituição deverá trilhar, para desta forma poder acompanhar eficazmente a evolução rápida do mundo, onde o conhecimento adquirido deve ser traduzido em resultados na prática, na mesma velocidade das exigências de um mercado cada vez mais crítico, competitivo e consciente.

A preocupação da Instituição é acentuada em função principalmente da sua atividade, onde o grande serviço prestado é a educação e o conhecimento, sendo o desempenho do corpo docente vital para que se alcance os objetivos esperados por seu corpo discente – clientes e consequentemente, toda a sociedade. Os aspectos qualitativos são fundamentais e sabe-se que a motivação tem uma forte participação no sucesso institucional, do qual o salário faz parte.
e) Salário Base Hora

O salário base constitui-se no valor correspondente à hora trabalhada, sem qualquer adicional agregado


f) Salário Base Mensal

O salário base mensal constitui-se no valor correspondente ao total de 220 horas trabalhadas no mês, estando implícito o descanso semanal remunerado.



g) Remuneração-Hora Docente

A remuneração-hora paga ao docente é o salário percebido por hora efetiva de trabalho (hora/aula ministrada) e compreende: salário base por hora trabalhada; salário da hora de repouso semanal remunerado; triênio.

A remuneração mensal do corpo docente tem como base o valor do salário base hora percebido e as horas efetivamente trabalhadas (de acordo com a disciplina constante da matriz curricular devidamente autorizada), descontadas as horas faltas e acrescidas as horas do repouso semanal remunerado. O triênio será concedido a cada três anos, a razão de 3% (três por cento), até o limite máximo de 21% (vinte e um por cento).
h) Remuneração mensal Técnico-administrativo

A remuneração mensal do pessoal técnico-administrativo será definida pela mantenedora, tendo por base as duzentas e vinte horas de trabalho mensais, já incluído o descanso semanal remunerado, conforme preceitua a legislação trabalhista e acrescido do triênio, concedido de forma cumulativa a cada três anos, à razão de três por cento até o limite de 21%


i) Tabela Salarial

Tabela salarial é a representação da estrutura de salários da Instituição.

Os salários são distribuídos em:


  • Categorias: As categorias representam a distinção entre os colaboradores integrantes dos quadros: docente e técnico-administrativo.

  • Classes: as classes representam os níveis de formação curricular (acadêmica), a experiência, compreendendo a progressão profissional vertical.

  • Graus: os graus representam a progressão profissional horizontal do desempenho e da produção científica do ocupante do respectivo emprego.

  • Níveis: os níveis representam a progressão profissional horizontal do desempenho e da produção científica do ocupante do respectivo emprego.

  • Amplitude da tabela de salários: compreende o intervalo entre o menor e o maior salário da tabela de salários.

  • Piso salarial da tabela: é o menor salário da tabela.

  • Promoção horizontal: é a evolução salarial dentro da própria classe – evolução dos graus e níveis motivada pela progressão profissional em termos de desempenho, promoção e produção científica.

  • Promoção vertical: é a evolução salarial de uma classe para a outra, motivada pela progressão profissional em termos de formação curricular – formação acadêmica.





Baixar 190 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
Processo seletivo
ensino médio
Conselho nacional
minas gerais
terapia intensiva
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
secretaria municipal
outras providências
políticas públicas
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Dispõe sobre
ResoluçÃo consepe
Colégio estadual
psicologia programa
consentimento livre
ministério público
público federal
extensão universitária
língua portuguesa