Olhares da História 2 Brasil e mundo


Tópicos principais do capítulo



Baixar 3,11 Mb.
Página665/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   661   662   663   664   665   666   667   668   ...   678
Tópicos principais do capítulo

- Abertura: apresenta a imagem da cerimônia de homenagem póstuma ao abolicionista e ex-escravo Luiz Gama, realizada em São Paulo pela OAB, em 2015. Além disso, cita aspectos relacionados ao período do reinado de dom Pedro II, como a economia do café, a questão escravista e os conflitos externos em meados do século XIX. Esta abertura possibilita a discussão sobre a herança escravista no Brasil Após o estudo do capítulo, retome essa abertura com a atividade Articule passado e presente.

- Antes de prosseguir o estudo do capítulo, incentive os alunos a se localizar no tempo e no espaço (seção Onde e quando). Neste capítulo estará em foco: Brasil, entre 1840 e 1889.

- Tema central: trata do Segundo Reinado brasileiro, período em que o Brasil esteve às voltas com grandes mudanças, na esteira do avanço da economia agroexportadora, cujo motor foi a importante produção cafeeira. O surto de desenvolvimento trouxe a melhoria nos transportes públicos, nos serviços urbanos e propiciou o aparecimento dos primeiros núcleos industriais do país.

- Tópico A ascensão da cafeicultura: os chamados "barões do café" dedicavam-se também às atividades econômicas urbanas, como o comércio, bancos e indústrias, diversificando a economia do período, especialmente na transformação da província de São Paulo em novo eixo econômico. É importante destacar que esse movimento, de certa forma, contribuiu para o início da industrialização no Brasil, se considerarmos também o fim do tratado de comércio com a Inglaterra e o decreto da Tarifa Alves Branco, que aumentava o tributo sobre produtos importados.

- É importante destacar que a conjuntura da queda da monarquia no Brasil, em 1889, envolveu diversos fenômenos, ligados à crise política e econômica que se abateu sobre o país. Após sucessivos conflitos reprimidos com violência pelo poder imperial, a aliança entre membros do exército, cafeicultores paulistas e setores médios urbanos possibilitou a implementação do regime republicano de governo, especialmente depois do processo de Abolição da Escravidão, no qual as aristocracias do Nordeste e do Sul sentiram-se traídas pelo poder imperial e resolveram se unir à causa republicana.

- Boxe Leituras o tema da participação de indígenas na Guerra do Paraguai pode propiciar um debate sobre o papel da guerra nas sociedades indígenas. Uma visão idealizada sobre os povos indígenas difundiu a noção de que esses povos foram e ainda são ingênuos e pacíficos, como se fossem habitantes de um "paraíso" de selvas e florestas tropicais. Pode-se discutir que essa noção é um equívoco, pois grande parte dos povos indígenas constituem sociedades guerreiras, marcadas por um forte sentimento de pertencimento a sua etnia ou nação (e não a noção abstrata de índio), que constituem territórios de vida delimitados e que funcionam como fronteira para outros povos. Evidentemente, não se trata do tipo de confronto militar destrutivo que marca as sociedades ocidentais, mas de princípios guerreiros e confrontos cerimoniais que separam os povos entre si, conformando alianças e oposições de longa duração.

379

- Cultura juvenil: a partir das charges reproduzidas no capítulo, os alunos podem ser incentivados a criar suas próprias charges criticando a situação política atual. Para isso, são importantes dois procedimentos: primeiro, uma atividade de reflexão sobre as questões políticas contemporâneas, para que os alunos aprofundem suas opiniões a respeito da política atual; segundo, uma reflexão sobre a forma da "charge", um tipo de desenho que tem finalidades satíricas, isto é, em uma única imagem é possível elaborar sinteticamente uma crítica a alguma decisão política específica ou a algum comportamento recorrente. Comentários sobre as imagens do capítulo podem colaborar para essa reflexão.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   661   662   663   664   665   666   667   668   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal