Olhares da História 2 Brasil e mundo


Tópicos principais do capítulo



Baixar 3,11 Mb.
Página655/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   651   652   653   654   655   656   657   658   ...   678
Tópicos principais do capítulo

- Abertura: apresenta o movimento de estudantes da Universidade do Cabo, na África do Sul, pela derrubada da estátua do colonizador britânico Cecil Rhodes, localizada no campus, em abril de 2015. Inicie a discussão do capítulo a partir dessa imagem de abertura; explique quem foi Cecil Rhodes e, em seguida, as razões que motivaram os alunos a retirar o monumento da instituição de ensino. O tema suscita discussões sobre formas de racismo e preconceito que persistem na atualidade. Após o estudo do capítulo, essa abertura deve ser retomada e revista à luz da atividade Articule passado e presente.

- Antes de prosseguir o estudo do capítulo, incentive os alunos a se localizar no tempo e no espaço (seção Onde e quando). Neste capítulo estarão em foco: África, Ásia e Europa, entre 1839 e 1905.

- Tema central: a formação e a expansão de formas imperialistas de dominação econômica e cultural da Europa sobre os continentes africano e asiático, no século XIX, a partir de estratégias econômicas, políticas, ideológicas e militares. Este processo conduziu à intensa e abrangente acumulação de riquezas no continente europeu, graças ao controle do comércio internacional e à extração de matérias-primas no mundo todo.

- Boxe Leituras: é importante ressaltar que, no século XIX, o termo "civilização" passou a ser empregado frequentemente com sentido valorativo: civilizados eram os povos que teriam atingido uma etapa mais "avançada" de desenvolvimento humano quando comparados com outros povos, tendo sido escolhido o modelo europeu ocidental como referência para essa valoração. Assim, quanto mais semelhante ao padrão europeu fosse a organização de uma sociedade humana, mais civilizada ela

376

seria considerada. Apesar de muito criticada nas últimas décadas, essa concepção é ainda presente no senso comum.

- Seção Pontos de vista: sistematiza as principais ideias do historiador, antropólogo, físico nuclear e político Cheikh Anta Diop, nascido no Senegal, bem como apresenta os fundamentos do pensamento historiográfico.

- Tópico O colonialismo europeu na Ásia: destaca que o caso japonês é exceção no panorama de dependência e sujeição ao domínio estrangeiro. A Era Meiji não permitiu que elites locais se aliassem aos estrangeiros na sujeição do país. Por isso, impulsionaram o desenvolvimento japonês dentro dos parâmetros imperialistas ocidentais.

- Boxe Construindo conceitos: retoma o conceito de colonização do século XVI e apresenta as diferenças em relação ao processo histórico em curso no século XIX. Seria oportuno retomar o estudo da colonização da América e a exploração da mão de obra escravizada, tanto indígena quanto africana, para destacar as especificidades de cada processo histórico e evitar que se configure uma representação de que a "história é sempre a mesma", ainda que haja pontos em comum entre a colonização do século XVI e a expansão imperialista do século XIX.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   651   652   653   654   655   656   657   658   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal