Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 0.8 Mb.
Página651/678
Encontro01.06.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   647   648   649   650   651   652   653   654   ...   678
Pratique

5 a) O autor do texto diz que três tendências, ou grupos, se enfrentavam e, por vezes, se aliavam nos conflitos: proprietários de terras, engenhos e escravizados; representantes da centralização imperial e da monarquia; e escravizados que participavam dos combates com a esperança de conseguir, depois, a alforria. Desse modo, a guerra não se desenvolvia de maneira maniqueísta, ou seja, entre dois campos homogêneos e antagônicos. As nuances da guerra eram mais complexas.

b) Segundo o trecho 2, a participação dos escravizados e libertos nas guerras de independência na Bahia foi extremamente importante. Esses indivíduos, posicionados contra os portugueses, consideravam que a participação na guerra e uma consequente vitória garantiriam a eles a chance de serem libertados da escravidão.

c) Sim. No trecho 1, o autor diz que os escravizados "lutavam contra a escravidão" no interior dos combates; no trecho 2, o autor diz que os escravizados enxergavam sua participação e vitória nas lutas como uma "real possibilidade do fim do escravismo e do rompimento das barreiras raciais".

É possível ampliar o tema das guerras de independência na Bahia e destacar a participação das mulheres nesse conflito. Foi nessa ocasião que Maria Quitéria (1792-1853) lutou, sendo a primeira mulher a assentar praça em uma unidade militar no Brasil. Para auxiliar seu trabalho em sala de aula, utilize o seguinte texto: "A memória da guerra pela Independência [na Bahia] apagou o papel das mulheres. Embora Joana Angélica fosse lembrada como vítima da prepotência portuguesa, não há indício de que Maria Quitéria tenha sido celebrada em vida durante a festa anual do Dois de Julho, que comemora a vitória dos patriotas. Passou-se mais de um século antes que ela fosse consagrada heroína: em 1953 recebeu um monumento e em 1996 foi reconhecida como Patrono do Quadro Complementar de Oficiais do Exército Brasileiro. Mais recentemente, a história de Maria Felipe de Oliveira também foi resgatada da tradição oral e incorporada à comemoração do Dois de Julho. Nada mais justo: dentro ou fora do campo de batalha, as lutas pela Independência na Bahia também foram negras, femininas e populares". KRAAY, Hendrik. A independência delas. Revista de História da Biblioteca Nacional, 1º jun. 2015. Disponível em: www.revistadehistoria.com.br/secao/capa/a-independencia-delas. Acesso em: 27 mar. 2016.



6 a) Os escravos de ganho viviam no ambiente das cidades desempenhando ofícios diversos, pelos quais recebiam pagamento (daí o nome "escravos de ganho"). No final de seu dia de trabalho, ou ao final de uma semana de trabalho, eles deviam entregar determinada quantia de seus ganhos a seu senhor. Era bastante comum que esses escravizados conseguissem guardar dinheiro com o passar do tempo. Ao longo do século XIX, em especial depois de 1850, os escravos de ganho poderiam ter posses, e muitos deles inclusive conseguiram pagar a própria alforria.

375

b) A clientela era variada: segundo o texto, incluía muitos brancos e também afrodescendentes livres. Os barbeiros não executavam somente os serviços de cortar o cabelo e fazer a barba; eles também faziam aplicações de sanguessugas e arrancavam dentes. É importante que os alunos percebam que a palavra "barbeiro", no século XIX, tinha um significado bem diferente do que tem hoje.

c) Na cena pintada por Debret, o cirurgião negro (que era, quase sempre, escravo de ganho) está aplicando ventosas em pacientes. Um dos pacientes está deitado, outros dois estão sentados (segundo estudos, é possível que o homem à esquerda, coberto de panos brancos, esteja em recuperação após o tratamento) e há um quarto homem em quem o cirurgião aplica uma ventosa na lateral da cabeça. Para realizar esses serviços, era necessário ter algum conhecimento na área de saúde: entender as necessidades do paciente, planejar os melhores locais para aplicar as ventosas, conhecer algo sobre a circulação do sangue e sobre anatomia, por exemplo.



Baixar 0.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   647   648   649   650   651   652   653   654   ...   678




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público