Olhares da História 2 Brasil e mundo


O poder municipal e provincial no Primeiro Reinado



Baixar 0.8 Mb.
Página649/678
Encontro01.06.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   645   646   647   648   649   650   651   652   ...   678
O poder municipal e provincial no Primeiro Reinado

Desde 1828, o poder municipal começa a erodir o autonomismo municipal, restringindo a competência das Câmaras às matérias econômicas locais e proibindo que os vereadores deliberassem sobre temas políticos provinciais, ou gerais. A regionalização instaurada pelo Ato Adicional (1834) cria as assembleias provinciais, mas a tendência antimunicipalista prossegue. Nesse movimento, o governo central subtrai a autonomia das municipalidades e, sobretudo, a competência jurídica e policial dos juízes de paz eleitos em cada cidade e dos juízes municipais indicados pelas Câmaras.

Ora, o exercício do poder público por autoridades designadas pelos presidentes das províncias, ou seja, pelo governo central - em detrimento das autoridades

374

locais escolhidas pelos proprietários, eleitores qualificados da região -, afigurou-se como uma ameaça a ordem privada, isto é, à ordem geral. Esse debate pode ser ilustrado pelo levante ocorrido nos sertões do Maranhão, a Balaiada (1839-41) conflito típico de uma região desconjuntada pelo recuo do comércio interno, pelo novo desenho da geografia econômica do país. Retrato da instabilidade social da área, causa e efeito de um povoamento pouco gregário, o Maranhão apresentará no censo de 1872 a maior proporção de solteiros do Império: três quartos de seus habitantes respondiam a essa situação.

ALENCASTRO, Luís Felipe de. Vida privada e ordem privada no Império. In: NOVAIS, F. (Dir.); ALENCASTRO, L. F. de (Org.). História da vida privada no Brasil, 2: Império: a corte e a modernidade nacional.São Paulo: Companhia das Letras, 1997. p. 17.



Baixar 0.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   645   646   647   648   649   650   651   652   ...   678




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público