Olhares da História 2 Brasil e mundo


Tópicos principais do capítulo



Baixar 3,11 Mb.
Página586/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   582   583   584   585   586   587   588   589   ...   678
Tópicos principais do capítulo

- Abertura: retoma a experiência dos protestos urbanos ocorridos em 2013, em virtude do aumento das tarifas de transporte público. Você pode sugerir aos alunos que façam um levantamento de vídeos e textos na internet produzidos pelos jovens que participaram das manifestações. Um debate sobre esses materiais ofereceria subsídios para uma reflexão sobre participação política e cidadania contemporânea. Após o estudo do capítulo, essa abertura deve ser retomada e revista à luz da atividade Articule passado e presente.

- Antes de prosseguir o estudo do capítulo, incentive os alunos a se localizar no tempo e no espaço (seção Onde e quando). Neste capítulo estarão em foco: Europa, especialmente Inglaterra e França, no século XVIII.

- Tema central: as mudanças políticas, econômicas e sociais na Europa do século XVIII, particularmente na Inglaterra, com a Revolução Industrial, e na França, por meio da Revolução Francesa. Visamos demonstrar que se trata de processos quase concomitantes que constituem as duas grandes linhas de força necessárias para a compreensão de quase todos os acontecimentos políticos, econômicos e sociais do século XIX.

- Boxe Construindo conceitos: o conceito de revolução pode ser mais bem compreendido se a reflexão sobre essa seção estiver articulada com exemplos do próprio capítulo do que seria uma revolução. Assim, é possível evitar uma discussão teórica que não colabora para o entendimento do conceito. Uma estratégia possível é solicitar aos alunos que tragam referências, interpretações e outras significações da vida cotidiana sobre o termo "revolução". O trabalho de formalização do conceito pode incorporar as várias acepções encontradas nas referências dos alunos.

- A relação entre as revoluções: acreditamos que o professor deva, em aula, desenvolver as etapas da Revolução Francesa tendo em vista o recorte político e a crise econômica que se instaurou. A Revolução Industrial fornece outro referencial, em que seus temas políticos são submetidos à agenda econômica. Os debates serão bastante interessantes se os ideais de liberdade e de igualdade forem vistos tendo os conceitos de propriedade privada e de lucro como pano de fundo.

- Cultura juvenil: pode-se refletir sobre o papel fundamental do terceiro estado na formação da Assembleia Nacional, tendo em vista a radicalização dos jacobinos. Os alunos podem ser incentivados a organizar em sala de aula uma simulação de uma assembleia, apresentando propostas, discutindo e votando temas comuns à escola ou à dinâmica da classe. A atividade incentiva a participação coletiva dos alunos e, ao mesmo tempo, impulsiona a reflexão sobre a rebeldia e a defesa de causas comuns, discutidas também na abertura do capítulo e na atividade Articule passado e presente.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   582   583   584   585   586   587   588   589   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal