Olhares da História 2 Brasil e mundo


Indicações de fontes para o aluno



Baixar 3,11 Mb.
Página581/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   577   578   579   580   581   582   583   584   ...   678
Indicações de fontes para o aluno

CONSELHO Indigenista Missionário (CIMI). Disponível em: www.cimi.org.br. Acesso em: 19 maio 2016.



352

FUNDAÇÃO Nacional do Índio (Funai). Disponível em: www.funai.gov.br. Acesso em: 19 maio 2016.

IBGE. Atlas escolar. Disponível em: http://atlasescolar.ibge.gov.br/mapas-atlas. Acesso em: 19 maio 2016.

INSTITUTO Socioambiental (ISA). Enciclopédia dos povos indígenas no Brasil. Disponível em: www.socioambiental.org/prg/pib.shtm#enciclop. Acesso em: 19 maio 2016.



Atividade interdisciplinar com Geografia relacionada ao tema do Capítulo 3

A CONDIÇÃO DO NEGRO NO BRASIL ATUAL

Introdução

Ao trabalhar a instituição do sistema escravista colonial na América e no Brasil, os professores de História e de Geografia podem desenvolver atividades sobre a condição atual das populações afrodescendentes no país. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), publicada em 2011, o número de negros e pardos (51,3%) supera o daqueles que se declaram brancos (47,8%). Ou seja, percebe-se um forte crescimento do grupo dos que se declaram pardos. De um lado, o dado confirma as raízes históricas de nossa formação étnico-cultural; de outro, evidencia que muitos se declararam pardos, e não negros, em função de imagens e representações sociais desfavoráveis aos afrodescendentes, ainda presentes no Brasil.

As populações negra e parda são maioria nos estados do Norte-Nordeste e minoria no Sul. No mercado de trabalho, pesquisas reiteram as desigualdades em relação aos brancos e a discriminação sofrida por afrodescendentes de ambos os sexos. Em geral, eles ganham menos e é mais difícil que sejam escolhidos para cargos de chefia. Outro tema polêmico a ser debatido é a implantação de um sistema de cotas para o ingresso em universidades.

Para alguns estudiosos, garantir acesso aos afrodescendentes a bens e serviços coletivos é a reparação de uma injustiça histórica originada com a escravidão. Esta posição, no entanto, tem muitos opositores. Com a sequência de atividades abaixo, os alunos poderão analisar e se posicionar sobre este assunto.



Objetivos

- Reconhecer e analisar, com informações graficamente representadas, a condição atual das populações negra e parda na sociedade brasileira.

- Reconhecer, compreender e avaliar medidas e políticas compensatórias em favor de populações pobres e/ou afrodescendentes.

- Ler, escrever e interpretar textos de diferentes gêneros.

- Desenvolver procedimentos de coleta, seleção e organização de dados e informações em diferentes fontes de pesquisa.

Conteúdos

Escravidão no Brasil - Distribuição da população brasileira - População afrodescendente - Indicadores sociais e econômicos - Preconceito - Racismo - Discriminação.



Tempo estimado

Equivalente a 6 aulas. A atividade poderá ser realizada como tarefa extraclasse.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   577   578   579   580   581   582   583   584   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal