Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 3,11 Mb.
Página553/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   549   550   551   552   553   554   555   556   ...   678
Pratique

12 a) O fato de colonos de origem protestante, que tinham como hábito fazer a própria leitura da Bíblia e formular a própria interpretação das escrituras sagradas, pode ter sido o fator que deve ter contribuído para incentivar a educação formal nas colônias inglesas da América, de acordo com Karnal e com diversos historiadores.

b) Apesar de reconhecer que havia instituições de ensino superior sendo fundadas na América espanhola, o historiador afirma que a preocupação com a manutenção de um sistema organizado para a educação formal, garantindo que todos soubessem ler e escrever, era mais forte nas colônias inglesas do norte.

c) Aqui, o aluno deve ser incentivado a fazer uma análise comparativa. Se desejar, faça um direcionamento para organizar as reflexões dos alunos: Quem era o responsável pela evangelização dos indígenas na América portuguesa? (Os jesuítas). Havia, na América portuguesa e na espanhola, uma predominância do catolicismo? O que isso poderia significar para a educação formal naquelas terras? (Sim; na América portuguesa e espanhola, a religião católica era a única religião presente nos esforços colonizadores. Lembre aos alunos que pessoas seriam perseguidas pelo Tribunal do Santo Ofício caso discordassem da fé católica. O predomínio único da religião católica fazia com que o monopólio da educação ficasse exclusivamente nas mãos daqueles religiosos). Desse modo, ao comparar a vida educacional nas diferentes colônias, é possível perceber que havia um maior controle (por parte do clero católico) nas áreas ibéricas e uma maior flexibilidade na inglesa. Ao explorar o texto de Leandro Karnal com os alunos, ressalte, por exemplo, que, em 1647, Massachusetts publicou uma lei, obrigando cada povoado com mais de cinquenta famílias a manter um professor. Esse exemplo nos mostra que a educação, nas áreas de colonização inglesa, era determinada e controlada pela população, e não exclu sivamente pela Igreja. Apesar de a educação nas colônias americanas levar em conta a formação religiosa de novos líderes protestantes, ela era bem mais flexível que nas áreas ibéricas.

d) Sim. Segundo Karnal, "é inegável que havia mais alfabetizados brancos homens e ricos do que mulheres, negros, indígenas e pobres." Mesmo com a ideia de garantir que



343

todos aprendessem a ler e a escrever, e mesmo com a organização precoce de escolas e instituições de ensino superior, é importante ressaltar que o mundo da educação formal nas colônias inglesas era acessível quase que exclusivamente aos homens brancos.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   549   550   551   552   553   554   555   556   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal