Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 3,11 Mb.
Página541/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   537   538   539   540   541   542   543   544   ...   678
Comentários e respostas

Boxes e seções

Leituras

1 De acordo com o texto, nos séculos XVII e XVIII a Coroa portuguesa pensava a região que hoje definimos como "amazônica" a partir de uma perspectiva político-administrativa que abrangia um território mais vasto que a Amazônia propriamente dita. Era o Estado do Maranhão e Pará, que em meados do século XVIII se transforma em Estado do Grão-Pará e Maranhão. Essa unidade administrativa do império português compreen dia, em finais do século XVII, regiões tão diferentes como o rio Negro, em plena floresta, e a capitania do Piauí, semiárida em parte do seu território, onde o gado havia se tornado a principal atividade econômica.

2 O autor do texto chama a atenção para que o anacronismo seja evitado neste caso. Segundo ele, "ao fazer uma 'história amazônica' no período colonial, não estaríamos projetando no passado uma lógica espacial que é fundamentalmente contemporânea? Esta lógica se tornou hegemônica no século XX, quando o território brasileiro foi dividido em regiões, entre elas a região Norte, e quando se criou a Amazônia legal. O termo Amazônia não existe na documentação do século XVII nem do século XVIII. Isso é um indicativo de uma concepção espacial, ao menos para os portugueses, que pensava a região a partir de pressupostos diferentes dos nossos".




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   537   538   539   540   541   542   543   544   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal