Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 3,11 Mb.
Página540/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   536   537   538   539   540   541   542   543   ...   678
337

Textos de apoio

O interesse dos holandeses no Brasil

Entre todos os portos e regiões das Índias Ocidentais nenhum só existe que se possa comparar ao Brasil, quer na produção de açúcar, quer nas facilidades que oferece para o seu transporte. Todo o litoral brasileiro está literalmente tarjado de pequenos cursos d'água que vêm lançar ao mar após terem banhado extensos vales. Por isso, os engenhos de cana erigidos nas regiões ribeirinhas desfrutam grande economia tanto no transporte como na mão de obra. Além de moverem esses rios os engenhos instalados em suas margens, servem eles para o transporte do açúcar e constituem via fácil para o abastecimento das fábricas. Condições assim tão vantajosas não se encontram em nenhum outro país das Índias Ocidentais, e, por isso, neles não se poderia cuidar com lucro da cultura da cana. Também a exportação do açúcar do Brasil para a Europa e para a África faz-se com mais facilidade que de qualquer outro ponto das Índias Ocidentais, graças à posição geográfica do Brasil (situado na parte mais ocidental da América). E tais vantagens, no que respeita ao transporte de mercadoria tão necessária e útil a todas as nações do mundo, como é o açúcar, não as pode ultrapassar nem a natureza nem o engenho humano.



NIEUHOF, Johan. Memorável viagem marítima e terrestre ao Brasil. Apud MELLO, Evaldo Cabral de (Org.). O Brasil holandês (1630-1654). São Paulo: Penguin Classics/Companhia das Letras, 2010. p. 33.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   536   537   538   539   540   541   542   543   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal