Olhares da História 2 Brasil e mundo


A conquista da realidade no início do século XV



Baixar 3,11 Mb.
Página507/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   503   504   505   506   507   508   509   510   ...   678
2 A conquista da realidade no início do século XV

A palavra renascença significa nascer de novo ou ressurgir, e a ideia de tal renascimento ganhava terreno na Itália desde a época de Giotto. Quando as pessoas desse período queriam elogiar um poeta ou um artista, diziam que sua obra era tão boa quanto a dos antigos. Giotto fora assim exaltado como um mestre que liderara um verdadeiro ressurgimento da arte; as pessoas queriam significar com isso que a arte de Giotto era tão boa quanto a daqueles famosos mestres cujas obras eram louvadas pelos antigos da Grécia e de Roma. Não surpreende que essa ideia se tornasse popular na Itália. Os italianos tinham plena consciência de que, no passado distante, a Itália, tendo Roma por capital, fora o centro do mundo civilizado, e de que seu poder e glória se dissiparam quando as tribos germânicas, os godos e os vândalos invadiram o país e desmantelaram o Império. A ideia de um renascimento associava-se, na mente dos romanos, à ideia de uma ressurreição da "grandeza de Roma". O período entre a idade clássica para a qual voltaram os olhos com orgulho, e a nova era da renascença, que aguardavam com esperança, era meramente um melancólico interregno, "o período do intermédio". Assim, a ideia de uma renascença foi responsável pela concepção de que o período interveniente era uma Idade Média - e ainda usamos essa denominação. Como os italianos culpavam os godos pela queda do Império Romano, começaram a se referir à arte desse período intermediário como arte gótica, com a intenção de significar "bárbara" - tal como hoje dizemos vandalismo para mencionar a destruição inútil de belas coisas.

GOMBRICH, Ernst H. A História da Arte. 16. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2008. p. 223.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   503   504   505   506   507   508   509   510   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal