Olhares da História 2 Brasil e mundo


2. O pensamento de Cristóvão Colombo



Baixar 3,11 Mb.
Página468/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   464   465   466   467   468   469   470   471   ...   678
312

2. O pensamento de Cristóvão Colombo

Não só os contatos com Deus interessam muito mais a Colombo do que os assuntos puramente humanos, como também sua forma de religiosidade é particularmente arcaica (para a época). Não é por acaso que o projeto das cruzadas tinha sido abandonado desde a Idade Média. Paradoxalmente, é um traço da mentalidade medieval de Colombo que faz que com que ele descubra a América e inaugure a era moderna. [...] Há traços de mentalidade em Colombo, entretanto, que estão mais próximos de nós. Por um lado, ele submete tudo a um ideal exterior e absoluto (a religião cristã), e todas as coisas terrestres não passam de meios em vista da realização deste ideal. Mas, por outro lado, ele parece encontrar na descoberta da natureza, atividade à qual ele se adapta melhor, um prazer que faz com que essa atividade se baste. Ela já não tem a mínima utilidade, e o meio torna-se fim. Assim como, para o homem moderno, uma coisa, uma ação ou um ser são belos apenas quando justificam-se por si mesmos, para Colombo, "descobrir" é uma ação intransitiva.

TODOROV, Tzvetan. A conquista da América: a questão do outro. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p. 16.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   464   465   466   467   468   469   470   471   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal