Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 3,11 Mb.
Página425/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   421   422   423   424   425   426   427   428   ...   678
285

Vestibulares

4. (UFRN) Sobre a chamada Inconfidência Mineira, a historiadora Cristina Leminski afirmou:

Sem a derrama, o movimento esvaziava-se. Para a população em geral, se a derrama não fosse imposta, não fazia grande diferença se Minas era ou não independente. O movimento era fundamentalmente motivado por interesses, não por ideais [...]. A prisão dos homens mais eminentes de Vila Rica provocou [...] alvoroço na cidade [...] e o Visconde de Barbacena foi obrigado a admitir que a tentativa de manter sigilo sobre o processo seria inútil.

LEMINSKI, Cristina. Tiradentes e a conspiração de Minas Gerais. São Paulo: Scipione, 1994. p. 59-64.

O movimento do século XVIII abordado nesse fragmento textual relaciona-se com a:

a) pretensão das lideranças econômicas de Vila Rica, principais beneficiadas com a arrecadação tributária portuguesa.

b) repercussão da Revolução Francesa no seio da elite intelectual colonial da região aurífera nas Minas Gerais.

c) exploração tributária feita pela Metrópole sobre os colonos portugueses, no contexto da crise do antigo sistema colonial.

d) revolta desencadeada pela decisão da Coroa de instalar as Casas de Fundição, com o propósito de cobrar o quinto.



5. (UFBA)

Por volta de 1830, a maioria dos países da América já tinha proclamado a independência. Entretanto, as diferenças entre eles eram bastante claras. Os Estados Unidos da América (EUA) começavam a se tornar o país mais industrializado do planeta. A América Latina continuava presa às pesadas heranças coloniais: predominavam as economias exportadoras de produtos primários, governos de latifundiários que olhavam com ar de superioridade para a multidão de governados de pele mais escura, grandes comerciantes que enriqueciam importando montanhas de produtos, de qualidade ou quinquilharias das fábricas inglesas, ausência de direitos para a maioria da população.

SCHIMIDT, 2005. p. 427.

Com base na análise do texto, associada aos conhecimentos sobre o imperialismo, pode-se afirmar:

(01) O imperialismo europeu do século XIX, em direção à América Latina, foi possível após estabelecer com os Estados Unidos acordos de limites de áreas a serem recolonizadas.

(02) As pesadas heranças coloniais referidas no texto explicam o limitado número de imigrantes europeus direcionados à Argentina e ao Brasil, no período de 1820 a 1880.

(04) Os Estados Unidos, ao se tornarem o país mais industrializado do planeta, reuniram condições econômicas e políticas para concretizar seu projeto imperialista, no século XX, em direção à América Latina.

(08) O olhar de superioridade dos governos de latifundiários em relação à multidão de governados de pele mais escura revela o fortalecimento dos desequilíbrios sociais, ampliados no contexto da dominação imperialista dos Estados Unidos.

(16) O número de imigrantes europeus com destino aos Estados Unidos se intensificou durante a Primeira Grande Guerra, devido à ruralização da economia europeia.

(32) O fortalecimento econômico do Brasil, nas três primeiras décadas do século XX, motivado pela política de substituição das importações, impediu a presença imperialista norte-americana no país, durante o período da Guerra Fria.



6. (Udesc) Sobre os Movimentos Sociais, sobretudo na Europa, formados na segunda metade do século XIX, assinale a alternativa CORRETA.

a) Problemas sociais como mão de obra barata numerosa e jornada de trabalho de até dezesseis horas por dia indicavam a necessidade de organização e criação de entidades como associações de ajuda mútua e sindicatos.

b) Os anarquistas foram vitoriosos em quase todas as suas iniciativas de organização, e a maior expressão disso foi a formação do Estado Franco-Prussiano.

c) Os movimentos sociais do período buscaram melhorar as relações tranquilas que patrões e operários mantinham nas fábricas.

d) O trabalho infantil e a exploração da mão de obra não pertenciam mais à realidade europeia no período.

e) Os sindicados criados no período receberam imediato apoio dos patrões, preocupados com a condição de vida de todos.






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   421   422   423   424   425   426   427   428   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal