Olhares da História 2 Brasil e mundo



Baixar 3,11 Mb.
Página412/678
Encontro01.06.2019
Tamanho3,11 Mb.
1   ...   408   409   410   411   412   413   414   415   ...   678
276

Leituras

Boxe complementar:

A historiadora Rosely Batista Miranda de Almeida destaca a atuação dos indígenas brasileiros na Guerra do Paraguai. Além disso, aponta os interesses desse grupo ao participarem do conflito junto ao Exército do imperador dom Pedro II.

Soldados indígenas na Guerra do Paraguai

Não foram só as forças armadas do Império que deram ao Brasil a vitória no maior conflito bélico jamais ocorrido na América do Sul. Pesquisas já mostraram que gente do povo, mulheres, escravos e ex-escravos também tiveram atuação marcante na Guerra do Paraguai. De todas essas minorias combatentes, a participação dos índios era menos conhecida. Hoje se sabe que eles atuaram no conflito como verdadeiros soldados, e foram considerados "bravos auxiliares" por oficiais do nosso Exército. Existem muitos relatos sobre gestos heroicos de soldados indígenas que fazem jus aos elogios, como, por exemplo, o de grupos avançando de peito nu, numa demonstração de extrema coragem, para desalojar soldados paraguaios escondidos nas matas que eles tão bem conheciam. Ou de pelotões indígenas realizando com êxito a missão de observar os movimentos do inimigo ou de trazerem de volta aos seus destacamentos soldados desertores e escravos fugidos.

Nessas ações, não eram movidos propriamente por patriotismo ou sentimento semelhante, mas sobretudo pelos interesses dos grupos a que pertenciam. Os índios que habitavam as terras da Província de Mato Grosso, ao se tornarem soldados, queriam, antes de mais nada, ver pelas costas, fora de seu território e longe de sua vista, o soldado inimigo, que traria para o seu povo morte e destruição. Ao defenderem o Exército imperial, acreditavam estar defendendo também sua gente e resguardando o seu espaço. Por isso os paraguaios eram considerados inimigos comuns [...].

ALMEIDA, Rosely Batista Miranda de. Bravos Guerreiros. Revista de História da Biblioteca Nacional. 23 abr. 2008. Disponível em: www.revistadehistoria.com.br/secao/artigos/bravos-guerreiros. Acesso em: 2 fev. 2016.

LEGENDA: A Guerra do Paraguai (1864-1870) deu início a grandes mudanças políticas no Império. Acima, representação da Batalha do Avaí. Pintura de Pedro Américo (1872-1877).

FONTE: Reprodução/Museu Nacional de Belas Artes - Iphan/Minc, Rio de Janeiro, RJ

Fim do complemento.




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   408   409   410   411   412   413   414   415   ...   678


©psicod.org 2019
enviar mensagem

    Página principal