Olhares da História 2 Brasil e mundo


Intervenções brasileiras na região do rio da Prata



Baixar 0.8 Mb.
Página408/678
Encontro01.06.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   404   405   406   407   408   409   410   411   ...   678
Intervenções brasileiras na região do rio da Prata

O Brasil se envolveu em conflitos armados na região do rio da Prata por diversas vezes. As disputas territoriais, o empenho imperial em garantir a livre navegação nos rios da Bacia do Prata, para assegurar o acesso a algumas províncias, e a tentativa de impedir o surgimento de um Estado rival nas fronteiras do sul foram algumas das razões para o seu envolvimento nesses conflitos.

A emancipação política do Vice-Reinado do Prata, no início do século XIX, fragmentou a região em três países: a Argentina, o Paraguai e, mais tarde, o Uruguai, inicialmente anexado ao Brasil (Província Cisplatina). O porto de Buenos Aires controlava o estuário do Prata e dominava o fluxo de mercadorias na região. Após a independência, contudo, a Argentina passou por um período de disputas internas entre os federalistas, que exigiam mais autonomia para as províncias, e os unitaristas, favoráveis à centralização do Estado em Buenos Aires.

O Uruguai, por sua vez, com apoio argentino e mediação inglesa, tornou-se independente em 1828. O mapa a seguir representa os principais conflitos na região do rio da Prata.

Mesmo após a independência do Uruguai, a fraqueza dos Estados nacionais recém-formados da região platina favorecia a influência brasileira, que defendia a liberdade de navegação nos rios da região, garantindo a forte presença comercial da Inglaterra.

Porém, a ocorrência de confrontos armados entre facções uruguaias, argentinas e gaúchas motivaram a primeira intervenção significativa do Brasil na região, entre 1851 e 1852. Dom Pedro II ordenou a intervenção em Montevidéu e Buenos Aires, depondo os governantes Oribe e Rosas e substituindo-os por Rivera, no Uruguai, e Urquiza, na Argentina.





Baixar 0.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   404   405   406   407   408   409   410   411   ...   678




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público