Olhares da História 2 Brasil e mundo


A chegada dos imigrantes



Baixar 0.8 Mb.
Página403/678
Encontro01.06.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   399   400   401   402   403   404   405   406   ...   678
270

A chegada dos imigrantes

A difícil conjuntura europeia daquele período contribuiu para a vinda de imigrantes para o Brasil. A crise econômica e os efeitos de diversas guerras obrigaram camponeses de várias regiões da Europa a sair em busca de oportunidades em outros continentes.

A Itália e a Alemanha, que passavam por dificuldades como as guerras de unificação nacional, foram os grandes "exportadores" de mão de obra para o Brasil. De lá vieram numerosos grupos de imigrantes, que se dirigiram principalmente para as províncias de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

LEGENDA: Imigrantes europeus na Hospedaria dos Imigrantes, na cidade de São Paulo. Foto de 1890. Nesse prédio, hoje se encontra o Museu da Imigração do estado de São Paulo.

FONTE: Reprodução/Memorial do Imigrante, São Paulo, Brasil.

A primeira iniciativa importante de incentivo à imigração foi o sistema de parceria. Consistia em custear o transporte de trabalhadores europeus e suas famílias até as fazendas e sustentá-los nos primeiros tempos de permanência na propriedade. Instalados, os imigrantes deviam trabalhar no cultivo de café e de gêneros de subsistência. Ficavam com um terço dos lucros, cabendo o restante ao fazendeiro.

Os juros cobrados sobre a dívida inicial eram elevados (de até 12% ao mês) e os trabalhadores eram maltratados pelos fazendeiros, habituados ao sistema escravista. A remuneração paga pelo café cultivado era muito baixa. Em algumas fazendas, ocorreram revoltas de colonos que exigiam a quitação de suas dívidas ou melhores condições de trabalho e maior remuneração.

Um desses conflitos foi a revolta de Ibicaba ou revolta dos parceiros (1856-1857), em Limeira, no interior da província de São Paulo. Nessa região, os colonos incumbiram o suíço Thomas Davatz, mestre-escola da fazenda, de apresentar uma lista de reivindicações ao dono da terra, o senador Nicolau Pereira de Campos Vergueiro. Davatz foi demitido durante as negociações e voltou para a Suíça, onde escreveu um livro detalhando as condições de trabalho e acusando os fazendeiros de tratarem os colonos como escravos. A repercussão da revolta contribuiu para que a Suíça e a Prússia proibissem a emigração de trabalhadores para o Brasil, que só foi retomada em 1870.

Ao mesmo tempo, no Brasil, a Campanha Abolicionista avançava e investia-se no trabalhador estrangeiro. O governo imperial adotou o sistema de imigração subvencionada, que substituiu a iniciativa privada pela estatal e regulamentou as relações entre fazendeiros e trabalhadores.



Baixar 0.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   399   400   401   402   403   404   405   406   ...   678




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
Processo seletivo
ensino fundamental
ensino médio
terapia intensiva
Conselho nacional
minas gerais
oficial prefeitura
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
saúde mental
educaçÃo infantil
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
políticas públicas
ResoluçÃo consepe
outras providências
secretaria municipal
catarina prefeitura
recursos humanos
Dispõe sobre
Conselho municipal
Colégio estadual
consentimento livre
psicologia programa
ministério público
conselho estadual
público federal
Serviço público