Olhares da História 2 Brasil e mundo


FONTE: topseller/Shutterstock/Glow Images A ascensão da cafeicultura



Baixar 0.8 Mb.
Página397/678
Encontro01.06.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   393   394   395   396   397   398   399   400   ...   678
266

FONTE: topseller/Shutterstock/Glow Images



A ascensão da cafeicultura

Na Europa, o café era considerado bebida de luxo desde o século XVII. Entretanto, a produção brasileira só passou a ser realizada em larga escala e voltada para exportação no fim do século XVIII, quando a produção cafeeira entrou em crise nas colônias francesas.

O café, cultivado inicialmente em pequenas lavouras próximas ao Rio de Janeiro, logo atingiu a Zona da Mata mineira e parte do litoral fluminense. A crescente demanda do produto no mercado internacional fez com que ele se espalhasse, fixando-se no Vale do Paraíba, região entre as províncias do Rio de Janeiro e de São Paulo, e, depois, alcançando o Oeste Paulista, a partir dos anos 1870. Nessa região, o café encontrou solo e clima favoráveis para o seu desenvolvimento, transformando a província de São Paulo no principal centro produtor do país.

Diferentemente das lavouras no Vale do Paraíba, as áreas de cultivo de café no Oeste Paulista firmaram-se após a proibição do tráfico de africanos escravizados para o Brasil, em 1850. Diante da necessidade de mão de obra, o tráfico interno ganhou impulso até 1885, quando também foi proibido, por meio da Lei Saraiva-Cotegipe, ou Lei dos Sexagenários.

No tráfico interno de escravizados, as províncias do Norte e do Nordeste supriam as áreas de café do Sudeste. Esse fluxo também ocorria de certas áreas urbanas para as lavouras. Estimativas indicam que nas regiões fluminense e paulista estava boa parte dos cativos do país, cerca de 30%, em 1872, a maioria na lavoura cafeeira.

Com a transformação da província de São Paulo em novo eixo econômico, os "barões do café" conquistaram maior importância na vida econômica e política do Brasil. Fixaram-se nos elegantes arredores das cidades e contavam com o desenvolvimento dos meios de transporte (estradas de ferro e portos) e de comunicação (telégrafo e telefone). Muitos deles dedicavam-se a outras atividades econômicas urbanas, como o comércio, bancos e indústrias, diversificando a economia nacional.

A partir da década de 1820, o café liderou as exportações brasileiras, ultrapassando produtos como açúcar, algodão, tabaco e couro. Nos anos 1880, a produção cafeeira brasileira já era responsável por 56% da produção mundial de café, ampliando-se ainda mais nas décadas seguintes, na época republicana.



Baixar 0.8 Mb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   393   394   395   396   397   398   399   400   ...   678




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público