Oficinas terapêuticas: a “Roda de Leitura Reflexiva” Atividade realizada nas comunidades terapêuticas



Baixar 72,59 Kb.
Página5/10
Encontro17.10.2018
Tamanho72,59 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10
OFICINAS TERAPÊUTICAS
As oficinas terapêuticas acontecem no contexto da arteterapia como uma importante ferramenta de produção e análise terapêutica. A palavra “oficina” possui variadas acepções, entre elas: “lugar onde se verificam grandes transformações” e “lugar onde se exerce um ofício”, ou seja, uma ocupação (trabalho) de ordem manual e/ou intelectual. A oficina terapêutica engloba estes significados, abrindo para o indivíduo espaços de expressividade e de criação livre e espontânea. Essa prática possibilita que, ao produzir, o indivíduo produza a si mesmo, e se perceba de forma mais integrada.

As múltiplas possibilidades da linguagem da arte, permitem que o real seja trabalhado por meio do simbólico, essas atividades são também profiláticas, evitando o adoecimento, além de propiciarem a pessoa uma suplência subjetiva. Lúdicas e não invasivas, as oficinas terapêuticas evitam que muitos afetos e silêncios sejam somatizados, ou seja, que sentimentos se transformem em sintomas e doenças corporais, além de possibilitar que os seus participantes recuperem o equilíbrio perdido, a autonomia, que voltem a sonhar, a se interessar pela vida, pelas pessoas e por si mesmo. Os conflitos internos e externos vivenciados pelo dependente químico podem se projetar a partir do material utilizado em oficina, e a partir daí os afetos podem ser elaborados e catalisados.

O Ministério da saúde, através da portaria 189, de novembro de 1991, regulamentou e instituiu as oficinas terapêuticas como uma sendo importantes atividades extra hospitalares de socialização e reinserção social. Os trabalhos nas oficinas terapêuticas potencializam as relações horizontais. A partir dessas atividades, tanto pacientes, quanto equipe técnica, interagem em um ambiente de aprendizagem e diálogo que levam ao desenvolvimento da autonomia do paciente, passo importante para que esse se reconheça como cidadão. As oficinas terapêuticas não objetivam formar artistas, antes, elas visam mas possibilitar que o participante amplie os seus recursos expressivos. As oficinas terapêuticas ainda ajudam o participante a lidar com a sua realidade objetiva a partir do campo simbólico5. As oficinas terapêuticas fomentam os comportamentos saudáveis em grupos, fazem das atividades importantes ferramentas de união do grupo, e espaço propício para a prospecção de um futuro sem drogas.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal