O regime de terror no estado democrático de direito no brasil e na itália: a busca pelo direito processual penal constitucional em oposiçÃo ao processo penal de emergência


Costituzione della Reppublica Italiana



Baixar 148.46 Kb.
Página17/17
Encontro28.11.2019
Tamanho148.46 Kb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17
. Costituzione della Reppublica Italiana: promulgada em 27 de dezembro de 1947;
JAKOBS, Gunther; MELIÁ, Manuel Cancio. Direito Penal do Inimigo, noções e críticas. Ed. Livraria do Advogado. Porto Alegre, 2005.
MEDEIROS, Arilene Maria Soares e MARQUES, Maria Auxiliadora de Resende B. Habermas e a teoria do conhecimento. Disponível em: Acesso em: 01 Mai 2008.
NIETZSCHE, Friedrich. A Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 1999.
NUCCI, Guilherme de Souza. Leis penais e processuais penais comentadas. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2006.
PRIBERAM INFORMÁTICA. Disponível em:< http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx.> Acesso em: 30 mar. 2008
RIBEIRO, Bruno de Morais. As modificações recentes havidas no conceito de ressocialização ou reintegração social e a discussão atual acerca desse conceito in Direito penal contemporâneo : estudos em homenagem ao professor José Cerezo Mir. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2007.
ROXIN, Claus. Sentido e limites da pena estatal. In: Problemas fundamentais de direito penal. Llisboa. Veja, 1986
ROXIN, Claus; ARZT, Gunther; TIEDMANN, Klaus. Introdução ao Direito Penal e ao Direito Processual Penal. Belo Horizonte, Editora Del Rey, 2007;
SANTOS, Juarez Cirino dos. Crime Organizado. Disponível em: <http://www.emap.com.br/doutrina_Art.Diversos10.htm >Acesso em: 10 mai. 2007
SICA, Leonardo. Direito Penal de Emergência e Alternativas à Prisão. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2002


 Bacharela em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia; Mestranda em Direito Público pela Universidade Federal da Bahia; Advogada criminalista; Advogada monitora do Patronato de Presos e Egressos do Estado da Bahia

1 HABERMAS, Jürgen. Conhecimento e Interesse. Rio de Janeiro: Zahar editores, 1982.

2 CASSIRER, Ernest. O Mito do Estado. São Paulo: Ed. Códex, 2003. Nesta obra, Cassirer trata dos mitos que resultam de experiências coletivas dos homens. São as emoções expressas que são transformadas em imagens, que por sua vez são a interpretação do mundo exterior. Com efeito, ao analisar o fenômeno do nazismo, o autor pondera que o Estado é um mito.

3BACON, Francis. Novum Organum ou verdadeiras indicações acerca da interpretação da natureza. Tradução e notas de José Aluysio Reis de Andrade. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1997. Para este autor, os ídolos (falsas noções), são responsáveis pelo bloqueio da mente humana e dos equívocos da ciência e dos homens que se dizem cientistas, capazes de, inclusive, obstaculizar o alcance das verdades.

4 MEDEIROS, Arilene Maria Soares e MARQUES, Maria Auxiliadora de Resende B. Habermas e a teoria do conhecimento. Disponível em: Acesso em: 01 Mai 2008.

5 DURKHEIM, Emile. As regras do método sociológico. São Paulo: Editora Matin Claret, 2002.

6 Pode-se fazer aqui uma relação com a obra “Vigiar e Punir” de Michel Foucault, que aponta que a determinação dos horários para dormir, almoçar e trabalhar dos presos, ou seja, a pré-determinação de sua jornada, aliada à obrigatoriedade do trabalho (“ressocialização”), bem como à participação no culto religioso ofertado pelo Estado, tornam o preso adestrado, anulando-o, castrando-lhe.

7 Em suas obras “Para além do bem e do mal” e “A genealogia da moral: uma polêmica”, Nietzsche trata da influência dos valores religiosos, sobretudo cristãos, que norteiam e informam o conceito de moral e amoral na sociedade ocidental, implicando, por sua vez, na punição e castigo do suposto infrator de tais valores. Percebe-se que a camada social que controla a sociedade dita o que é “bom” e o que é “mau”, o que é crime e o que não o é, quem é criminoso e quem não o é.

8 BEZERRA, Paulo César Santos. Acesso à justiça: um problema ético-social no plano da realização do direito. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Renovar, 2008. p. 49/52

9 Na obra “A falsa medida do homem”, o autor Stephan Jay Gould teceu críticas à teoria da antropologia criminal, criada por Lombroso e desenvolvida por Ferri, traçando um paralelo entre esta e a teoria da recapitulação de Ernst Haeckel e da neotenia de Louis Bolk, asseverando que, em verdade, tais teorias serviam como argumento para legitimar o poder de uma raça e de uma classe social sobre as demais.

10 BRUNO, Aníbal. Direito Penal Tomo 1º. 4ª ed. Rio de Janeiro: Editora Forense, 1984 p.115/117.

11 CHOUKR, Fauzi Hassan. Processo Penal de Emergência. Rio de Janeiro: Editora Lúmen Júris, 2002. p.69

12 FERRAJOLI, Luigi. Direito e Razão, Teoria do Garantismo Penal. 2ª ed. ver. e ampl. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2006. p. 754

13 É o que determina o art. 192 §§ 3º e 4º do Código de Processo Penal, com as modificações trazidas pelo Decreto-lei nº 8/95, convertido na Lei nº 82/91.

14 Decreto legislativo nº 119, de 29 de março de 1993.

15 Lei de 4/8/1990.

16 Inseridas no codex penal a partir da Lei de 19/3/1990.

17 CHOUKR, Fauzi Hassan. Processo Penal de Emergência. Rio de Janeiro: Editora Lúmen Júris, 2002, p. 85/86.

18 ITÁLIA, Constituição. Costituzione della Reppublica Italiana: promulgada em 27 de dezembro de 1947

19 Não mais integralmente fechado como previsto na redação original, em virtude da promulgação da lei 11.464/07, que alterou o artigo 2º, inciso II da Lei nº 8072/90.

20 Expressão utilizada por Guilherme de Souza Nucci, em “Leis penais e processuais penais comentadas”, fazendo menção à obra “Crime Organizado” de Marcelo Batlouni Mendroni.

21 HIRECHE, Gamil Foppel El. Análise Criminológica das Organizações Criminosas: da inexistência à impossibilidade de conceituação e suas repercussões no ordenamento jurídico pátrio. Manifestação do Direito Penal do Inimigo. Ed. Lúmen Júris. Rio de Janeiro, 2005.p 103

22 SANTOS, Juarez Cirino dos. Crime Organizado. Disponível em: <http://www.emap.com.br/doutrina_Art.Diversos10.htm >Acesso em: 10 mai. 2007

23 CONGRESSO EM FOCO. OAB critica decisão de reduzir maioridade penal. Disponível em: <http://congressoemfoco.ig.com.br/Ultimas.aspx?id=16379> Acesso em: 01 mai 2008.

24 SICA, Leonardo. Direito Penal de Emergência e Alternativas à Prisão. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2002. p. 60

25 PRIBERAM INFORMÁTICA. Disponível em:< http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx.> Acesso em: 30 mar. 2008.

26 RIBEIRO, Bruno de Morais. As modificações recentes havidas no conceito de ressocialização ou reintegração social e a discussão atual acerca desse conceito in Direito penal contemporâneo : estudos em homenagem ao professor José Cerezo Mir. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2007, p. 115.

27 ROXIN, Claus. Sentido e limites da pena estatal. In: Problemas fundamentais de direito penal. Llisboa. Veja, 1986, p. 29/31.

28 São eles: A1 Nulla poena sine crimine; A2 Nullum crimen sine lege; A3 Nulla lex (poenalis) sine necessitate; A4 Nulla necessitas sine iniuria; A5 Nulla iniuria sine actione; A6 Nulla actio sine culpa; A7 Nulla culpa sine iudicio; A8 Nullum indicium sine accusatione; A9 Nulla acusatio sine probatione; A10 Nulla probatio sine defensione.


29 ROXIN, Claus; ARZT, Gunther; TIEDMANN, Klaus. Introdução ao Direito Penal e ao Direito Processual Penal. Belo Horizonte, Editora Del Rey, 2007. p. 154/155.

Catálogo: revistajuridica -> arquivo -> edicao agosto2008
arquivo -> O princípio do desenvolvimento sustentável e sua abordagem econômica
arquivo -> Direito e ciência do comportamento: discussões e aplicaçÕes práticas
arquivo -> MediaçÃo e arbitragem
arquivo -> A família no novo milênio: em busca da dignidade perdida
arquivo -> ConstitucionalizaçÃo do direito de família e a “socioafetividade” como caracterizadora de relaçÃo paterno-filial
arquivo -> O incidente de insanidade mental no processo penal
arquivo -> Transexualismo e direito: possibilidades e limites jurídicos da mudança de sexo
edicao agosto2008 -> A dimensão positiva dos direitos fundamentais: a ética e a técnica entre o ceticismo descompromissado e compromisso irresponsá
edicao agosto2008 -> O parágrafo único do art 14 do cpc: um contempt of court à brasileira
edicao agosto2008 -> Guerra, de acordo com a conceituação de Hildebrando Accioly, é, em termos gerais, “o emprego de força armada para submeter a parte contra a qual é utilizada, à vontade da que a utiliza”

Baixar 148.46 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   17




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
minas gerais
Conselho nacional
terapia intensiva
Curriculum vitae
oficial prefeitura
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
Poder judiciário
educaçÃo física
saúde conselho
assistência social
santa maria
Excelentíssimo senhor
Conselho regional
Atividade estruturada
ciências humanas
políticas públicas
outras providências
catarina prefeitura
ensino aprendizagem
secretaria municipal
Dispõe sobre
Conselho municipal
recursos humanos
Colégio estadual
consentimento livre
ResoluçÃo consepe
psicologia programa
ministério público
língua portuguesa
público federal
Corte interamericana