O lugar da experiência do adoecimento no entendimento da doença: discurso médico e subjetividade



Baixar 103,06 Kb.
Página1/7
Encontro16.09.2018
Tamanho103,06 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7

O lugar da experiência do adoecimento no entendimento da doença: discurso médico e subjetividade

The place of the experience of illness in the understanding of disease: medical discourse and subjectivity

Amanda Barros Pereira Palmeira1

Rodrigo Barros Gewehr2



Resumo

Discussões recentes acerca do discurso médico buscam demonstrar o aparente esquecimento progressivo do sujeito, assim como da noção de subjetividade, no desenvolvimento da medicina moderna, tanto em seus fundamentos na prática clínica quanto em seu corpo teórico de base. Com isso, mostram que a Medicina evoluiu no entendimento da doença, embora ainda mantenha a experiência do sofrimento como ponto cego. Como reação, são realizadas inúmeras tentativas de restituir a subjetividade no processo terapêutico e no discurso médico, buscando um cuidado integral e humanizado através do que podemos considerar como discursos de exterioridade. Tendo por referencial a Psicologia Analítica de Jung, analisamos como a experiência do sofrimento e seus desdobramentos estão presentes na prática clínica, como expressão de subjetividade, nos campos teórico e prático.

Palavras-chave: Integralidade em Saúde, Ciência, Relação médico-paciente, Psicologia, Clínica médica.

Abstract

Recent discussions about medical discourse seek to demonstrate the apparent and progressive oblivion of the subject as well as the notion of subjectivity in the development of modern medicine – just as much in its foundations in clinical practice as in its basic theoretical framework. As a result, they show that medicine has evolved in the understanding of the disease, while still keeping the experience of suffering as a blind spot. The reaction is to carry out countless attempts to restore subjectivity in the therapeutic process and medical discourse, aiming at an integral and humanized care through what we might call exteriority discourse. Having as reference the analytical psychology of Jung, we analyze how the experience of suffering and its developments are present in clinical practice as expressions of subjectivity in the theoretical and practical fields.




: uploads -> artigos
artigos -> Psicologia de orientaçÃo positiva: uma proposta de intervençÃo no trabalho com grupos em saúde mental
artigos -> A construçÃo da masculinidade
artigos -> Análise de Discurso: Potencialidades Investigativas para a Violência de Gênero
artigos -> Novos sentidos para a atuaçÃo do psicólogo no programa de saúde da família
artigos -> Título Completo
artigos -> Fatores associados à adesão à Terapia Antirretroviral em adultos: Revisão integrativa de literatura
artigos -> Crenças e influências sobre dietas de emagrecimento entre obesos de baixa renda
artigos -> O presente artigo descreve o perfil da violência de gênero na cidade de Mendes através da análise dos dados obtidos na leitura
artigos -> A construçÃo da masculinidade
artigos -> Gender inequalities in non communicable disease mortality in Brazil Desigualdades de gênero na mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis no Brasil


Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7


©psicod.org 2017
enviar mensagem

    Página principal