Novas práticas de atenção ao parto e os desafios para a humanização da assistência nas regiões sul e sudeste do Brasil



Baixar 91.5 Kb.
Página7/7
Encontro01.12.2019
Tamanho91.5 Kb.
1   2   3   4   5   6   7
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 – Patah LEM, Malik AM. Modelos de assistência ao parto e taxa de cesárea em diferentes países. Rev Saúde Pública 2011; 45(1):186-194.


2 - Barros FC, Vaugham JP, Victora CG. Why so many caesarean sections? The need for a further policy change in Brazil. Health Policy Plan 1986; 1(1):19-29.

3 - Barbosa GP, Giffin K, Angulo-Tuesta A, Gama AS, Chor D, D’Orsi E, Reis ACGV. Parto cesáreo: quem o deseja? Em quais circunstâncias? Cad Saúde Pública 2003; 19(6):1611-1620.


4 – Bergholt T, Ostberg B, Legarth J, Weber T. Danish obstetricians personal preference and general attitude to elective cesarean section on maternal request: A nation-wide postal survey. Acta Obstet Gynecol Scand 2004; 83(3):262-266.
5 - Lurie S. The changing motives of cesarean section: from the ancient world to the twenty-first century. Arch Gynecol Obstet 2005; 271 (4):281-285.
6 – ANS Online: Novos modelos de atenção ao parto. Qualidade da Saúde. Disponível em: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/qualidade-da-saude/2734-novos-modelos-de-atencao-ao-parto. Acessado em 10 de novembro de 2015.
7 - Rattner D. Humanização na atenção a nascimentos e partos: breve referencial teórico. Interface – Comunic Saúde Educ 2009; 13(1): 595-602.

8 - Dias MAB, Domingues R. Desafios na implantação de uma política de humanização da assistência hospitalar ao parto. Cien Saude Colet 2005; 10(3):699-705.


9 - Borges MR, Madeira LM, Azevedo VMGO. As práticas integrativas e complementares na atenção à saúde da mulher: uma estratégia de humanização da assistência no Hospital Sofia Feldman. Rev Min Enferm 2011; 15(1):105-113.
10 - Machado NXS, Praça NS. Centro de parto normal e assistência obstétrica centrada nas necessidades da parturiente. Rev Esc Enferm USP 2006; 40(2):274-279.
11 - Schmidt N, Abelsen B, Qian P. Deliveries in maternity homes in Norway: results from a 2 year prospective study. Acta Obstet Gynecol Scand 2002; 81:731-7.
12 - Jackson DJ, Lang JM, Swartz WH, Ganiats TG, Fullerton J, Ecker J, et al. Outcomes, safety, and resource utilization in a collaborative care birth center program Compared with traditional physician-based perinatal care. Am J Public Health 2003; 93:999-1006.
13 - Campos SEV, Lana FCF. Resultados da assistência ao parto no Centro de Parto Normal Dr. David Capistrano da Costa Filho em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Cad Saúde Pública 2007; 23(6):1349-1359.
14 - Hodnett ED. Pain and women’s satisfaction with the experience of childbirth: a systematic review. Am J Obstet Gynecol 2002; 186(5):160-172.
15 – Puccini RF, Pedroso GC, Silva EMK, Araújo NS, Silva NN. Equidade na atenção pré-natal e ao parto em área da Região Metropolitana de São Paulo, 1996. Cad Saúde Pública 2003; 19(1):35-45.
16 - Neumann NA, Tanaka OU, Victora CG, Cesar JA. Qualidade e equidade da atenção ao pré-natal e ao Parto em Criciúma, Santa Catarina, Sul do Brasil. Rev Bras Epidemiol 2003; 6(4):307-318.
17 - Primo CC, Amorim MHC, Castro DS. Perfil Social e Obstétrico das Puérperas de uma Maternidade. Rev Enferm UERJ 2007; 15(2):161-167.
18 - Leite FMC, Barbosa TKO, Bravim LR, Amorim MHC, Primo CC. A influência das características socioeconômicas no perfil obstétrico de puérperas. Aquichan 2014; 14(4): 571-581.

19 - D'Orsi E, Chor D, Giffin K, Angulo-Tuesta A, Barbosa GP; Gama AS; Reis AC, Hartz Z. Qualidade da atenção ao parto em maternidades do Rio de Janeiro. Rev Saúde Pública 2005; 39(4):646-654.



20 - Marque FC, Dias IMV, Azevedo L. A Percepção da Equipe de Enfermagem sobre a Humanização do Parto e Nascimento. Esc Anna Nery Rev Enferm 2006; 10(3): 439 – 447.
21 - Nagahama EEI, Santiago SM. Práticas de atenção ao parto e os desafios para humanização do cuidado em dois hospitais vinculados ao Sistema Único de Saúde em município da Região Sul do Brasil. Cad Saúde Pública 2008; 24(8):1859-1868.
22 - Lopes RCS, Donelli TS, Lima CM, Piccinini CA. O Antes e o Depois: Expectativas e Experiências de Mães sobre o Parto. Psicologia: Reflexão e Crítica 2005; 18(2):247-254.
23 - Souza JP. Mortalidade materna e desenvolvi­mento: a transição obstétrica no Brasil. Rev Bras Ginecol Obstet 2013; 35(12):533–535.
24 - Resende LV, Rodrigues RN, Fonseca MC. Mortes maternas em Belo Horizonte, Brasil: percepções sobre qualidade da assistência e evitabilidade. Rev Panam Salud Publica 2015; 37(4/5):218–224.
25 - PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE. Bole­tim de Análise do Estado de Saúde da Popu­lação Residente de Belo Horizonte: análise dos indicadores do nível municipal ciclo de vida - gestante. Belo Horizonte: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte 2011.
Catálogo: uploads -> artigos
artigos -> Psicologia de orientaçÃo positiva: uma proposta de intervençÃo no trabalho com grupos em saúde mental
artigos -> A construçÃo da masculinidade
artigos -> Análise de Discurso: Potencialidades Investigativas para a Violência de Gênero
artigos -> Novos sentidos para a atuaçÃo do psicólogo no programa de saúde da família
artigos -> Título Completo
artigos -> Fatores associados à adesão à Terapia Antirretroviral em adultos: Revisão integrativa de literatura
artigos -> Crenças e influências sobre dietas de emagrecimento entre obesos de baixa renda
artigos -> O presente artigo descreve o perfil da violência de gênero na cidade de Mendes através da análise dos dados obtidos na leitura
artigos -> A construçÃo da masculinidade
artigos -> Gender inequalities in non communicable disease mortality in Brazil Desigualdades de gênero na mortalidade por doenças crônicas não transmissíveis no Brasil

Baixar 91.5 Kb.

Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7




©psicod.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
processo seletivo
concurso público
conselho nacional
reunião ordinária
prefeitura municipal
universidade federal
ensino superior
ensino fundamental
ensino médio
Processo seletivo
Conselho nacional
terapia intensiva
oficial prefeitura
minas gerais
Curriculum vitae
Boletim oficial
seletivo simplificado
Concurso público
Universidade estadual
educaçÃo infantil
saúde mental
direitos humanos
Centro universitário
educaçÃo física
Poder judiciário
saúde conselho
santa maria
assistência social
Excelentíssimo senhor
Atividade estruturada
Conselho regional
ensino aprendizagem
ciências humanas
outras providências
secretaria municipal
ResoluçÃo consepe
políticas públicas
Dispõe sobre
catarina prefeitura
recursos humanos
Conselho municipal
Colégio estadual
conselho estadual
ministério público
consentimento livre
psicologia programa
público federal
Serviço público